Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Deixe de lado o desespero e abrace a ajuda de Deus! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: O Sacramento.

Rick Stewart, C.S., Dresden, Germany
Posted Monday, January 8th, 2018

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

Deixe de lado o desespero e abrace a ajuda de Deus!

08 a 14 de janeiro de 2018

“O Sacramento”

__________________________________________________

Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;

Bíblia Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB

__________________________________________________

Esmagadora! Escola, trabalho, familia – a vida às vezes parece assim: esmagadora! Pode parecer assustadora, desafiadora, confusa, até desesperada. Embora eu nunca houvesse pensado numa lição sobre Sacramento como a ajuda de que eu necessitasse, o Comitê das Lições Bíblicas forneceu esta semana uma grande ajuda. Depois de estudar essa lição, por alguns dias me vi envolvido com pensamentos de resgate, ajuda, vitória, e salvação, é claro! Não só, para mim, mas para todos. Que festa temos esta semana!

Quando comecei o estudo dessa lição, lembrei-me de algo que ocorreu à minha mãe. Na adolescência ela já havia se tornado membro da igreja local da CC em Perry, Iowa. Seu primeiro voto foi um “sim” a favor da construção de uma nova igreja. Ela era uma estudiosa aplicada da CC. Ela e sua família haviam tido muitas curas. Visitava outras igrejas nas tardes de domingo ou à noite. Ela gostava de saber o que outras pessoas pensavam. Certa noite aceitou o convite de uma colega de aula, a acabou num culto de uma igreja evangélica muito ativa. A certa altura o pregador desceu à audiência e perguntava em voz alta diretamente às pessoas: “Você está salvo?” Quando chegou perto de minha mãe, tomou-a pelo braço e a conduziu ao palco perguntando: “Você está salva? Você está salva?” De repente, minha mãe parou, puxou o braço, e declarou em voz alta: “Sim, eu estou!” Então correu para fora da igreja. Muitas vezes nós rimos sobre essa experiência dela. Mas uma coisa é certa; minha mãe levava uma vida em que era evidente que ela certamente estava salva!

Nosso Texto Áureo (TA) dá o tom da salvação—e com algumas traduções extras—podemos ver quantas multifacetas a salvação pode ter. Vocês percebem que salvação é o tema que perpassa essa lição. Sua salvação. Minha salvação. A salvação da humanidade. A salvação da terra. Mas o que é exatamente salvação, e como funciona? Encontrei várias traduções do TA que me deram um entendimento de salvação que me era distinto.

Texto Áureo: Salmo 3:8 – “Do Senhor é a salvação, e sobre o teu povo, a tua bênção.”

Bíblia Inglesa Comum: A salvação vem do Senhor! Que tua bênção esteja sobre teu povo!

Versão-fácil: Senhor, a vitória é tua! Tu és tão bom para teu povo.

Tradução Boas Novas: A vitória vem do Senhor—que Ele abençõe seu povo.

A Mensagem: Ajuda real vem do senhor. Tua bênção reveste teu povo!

Nova Tradução Inglesa: O senhor livra; tu te mostras favorável a teu povo.

A Voz: A liberação vem realmente do Senhor; e tua bênção está sobre teu povo. (A vitória é do Senhor/Salvação, ou libertação, é do Senhor; e tua bênção está sobre teu povo).

Bíblia Wycliffe: Saúde vem do Senhor; e tua bênção está sobre o meu povo.

Quando exploramos o TA nas Escrituras começamos a ver quão ampla e completa é nossa salvação, realmente: resgate, vitória, ajuda, libertação, e, sim, saúde! (Vejam como se encaixa o título do livro-texto de MBEddy: “Ciência e Saúde”).

Eis algumas traduções alternativas de nossa Leitura Alternada (LA), dando continuidade a outros entendimentos:

Salmo 32:2 , 5, 7, 11 (NTLH) – “Feliz aquele que o Senhor Deus não acusa de fazer coisas más e que não age com falsidade! Eu te confessei o meu pecado e não escondi a minha maldade. Tu és meu esconderijo; tu me livras da aflição. Eu canto bem alto a tua salvação, pois me tens protegido. Cantem de alegria, todos vocês que são obedientes a Ele.”

Salmo 99:9 NTLH – “Louvem o Senhor, nosso Deus, e o adorem no seu monte santo. Pois o Senhor, nosso Deus, é santo.”

Salmos 24:3 -5 VOICE – “Quem pode subir o monte do eterno? Quem pode ficar perante ele em lugares sagrados? Apenas aqueles que lavaram as mãos e purificaram os corações, homens e mulheres, que não são dados a mentiras e enganos. O Eterno ficará perto deles com bênçãos e misericórdia nas mãos, e o Deus que redime corrigirá o que está errado.”

Seção 1- Não estamos sós; Deus ajuda!

A citação B1 dá o ponta-pé inicial com: “Toda a escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda a boa obra” (II Tim3:16, 17). Ou como coloca a NTLH: “Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver.”

Deus nos ajuda, nos corrige, nos guia por meio das Escrituras. As ideias de Deus, o amor de Deus evidenciado na vida de personagens bíblicos e suas palavras inspiradas têm ajudado, salvado, e libertado incontáveis números de pessoas ao longo de milhares de anos. Muitas vezes a ajuda vem por meio de frases específicas da Bíblia em momentos de alguma dificuldade. E isso continua até hoje. Há cinco anos compartilhei a seguinte experiência num MET do CedarS:

Há uns 30 anos falei por telefone com um homem chamado Tony Roberts. Uma das minhas histórias favoritas: “Vovó e a igreja” veio dessa conversa com Tony. Em 1986 ouvi Tony relatar seu testemunho na TV. Fiquei tão impressionado, que liguei para o estúdio da TV e pedi o número do telefone de Tony. Liguei logo. Tony me contou um período obscuro de sua vida. Disse que fora membro do partido dos Panteras Negras, um grupo ativista negro no ano de 1960. Esteve envolvido com drogas e crimes violentos. Ele havia raptado um avião e desviado para Cuba. Foi preso e mantido em condições horríveis. Trabalhava muitas horas nos canaviais, e voltava para sua cela horrível. Não tinha esperanças de ser algum dia libertado. Então, certa noite começou a relembrar de sua avó.

Tony lembrou-se que tinha 7 anos quando sua avó o levou à igreja. Disse que se sentia bem com a lembrança. Assim, todos os dias, quando voltava à sua cela, Tony procurava lembrar de tudo daquele tempo que passou com a avó. Subitamente, uma noite, ouviu uma mensagem: “Não te deixarei nem, te desampararei.”

Alguns de vocês hão de lembrar que a frase vem diretamente da Bíblia: Josué 1:5. Faz parte da promessa de Deus a Josué de que estaria com ele como esteve com Moisés. E Deus diz: “Não de deixarei, nem te desampararei.” Agora, Tony nunca havia lido ou estudado a Bíblia. Apenas ia à igreja com a avó. Mas quando ouviu aquela voz, ele gostou do que sentiu. E quase como alguém convidado para jantar, ele pensava sobre sua avó, a igreja e a promessa daquela voz.

De repente as coisas começaram a mudar ao redor de Tony. Sempre lhe fora dito que não deixaria aquela prisão com vida. Mas em pouco tempo foi transferido para outra prisão, que oferecia condições muito melhores. Também tinham lhe dito que nunca voltaria aos EUA. Mas em pouco tempo foi transferido para uma prisão no seu país. Até parece gozado alguém estar feliz de ir para uma prisão; mas Tony estava. Suas condições de cela eram como um céu comparado a Cuba. E sua vida seguiu mudando. Em 1986, quando falei com Tony ele era um homem livre, estava casado, tinha família, e era ativo na igreja.

O poder de uma frase bíblica absorvida no coração é suficiente para trazer a ajuda, a esperança, e a libertação de que necessitamos.

Em CS encontramos a definição de: “Salvação. A compreensão e demonstração de que a Vida, a Verdade e o Amor são supremos sobre todas as coisas; a destruição do pecado, da doença e da morte” (Cs1, p. 593).

O que você acha que Tony pensa sobre o poder salvador das Escrituras?

Seção 2 - Batismo e a purificação de todo erro

Lembro-me de uma época logo depois que terminei a universidade quando me pediram para dar uma palestra sobre a Ciência Cristã para um grupo de jovens em outra cidade.

Uma das primeiras perguntas que fizeram foi sobre a Ciência Cristã e o batismo. Eu tinha recentemente lido passagens no C&S sobre batismo. Então imediatamente respondi que o Batismo era um ensinamento muito importante na Ciência Cristã. Alguém na platéia se surpreendeu com a resposta e disse que tinha ouvido que na Ciência Cristã não se acredita no batismo. Lembro-me da sensação que tive quando as palavras que me vieram sobre nossa visão sobre o batismo foram ditas. Foi como estar escutando a outra pessoa falar. Daquele dia em diante eu tive uma compreensão mais clara sobre o quão importante o batismo é para entender a Ciência Cristã.

Temos um ritual de batismo com água o qual praticamos? Não. Mas quando lemos essa seção da lição vemos a significância do batismo na Ciência Cristã. Citação CS6 contém a definição do Glossário do C&S “BATISMO. Purificação pelo Espírito; imersão no Espírito. Preferimos ‘deixar o corpo e habitar com o Senhor’ “ (II Coríntios v.8) (CS6, p. 581).

Outras citações expandem sobre o batismo:

CS7; “Quando nosso grande Mestre, foi a João para ser batizado, este ficou perplexo. Lendo-lhe os pensamentos, Jesus disse: “Deixa por enquanto, porque assim nos convém cumprir tudo o que é certo.” As concessões de Jesus (em certos casos) aos métodos materiais eram para promover o bem espiritual” (p. 56).

CS8; “Nosso batismo é a purificação de todo erro” (35 somente).

CS9; “O batismo do Espírito, lavando o corpo de todas as impurezas da carne, indica que os puros de coração veem a Deus e se aproximam da Vida espiritual e sua demonstração” (p. 241). Quando eu estava na universidade, uma grande amiga da família já nos seus 80 e pouco anos, veio até mim bastante preocupada porque membros da família dela estavam insistindo que ela fosse batizada. A Emily era membro da Associação de classe da Ciência Cristã da minha mãe, originalmente de Alabama, e tinha vivido e estudado os ensinamentos da Ciência Cristã por muitos anos. Alguns membros da família dela também eram Cientistas Cristãos e outros eram devotos de outras denominações. A Emily não queria criar desavenças na família, mas ela certamente já se sentia “salva” conforme se diz no Sul dos EUA. Ela sabia que sempre tinha contado com Deus para qualquer auxílio, como seu Libertador e Salvador… E mesmo que ela sentisse que não haver nenhuma necessidade para um batismo físico para garantir que ela fosse “salva”, os seguintes versos bíblicos ocorreram a ela.

Mateus 3:

13 | “Por esse tempo, dirigiu-se Jesus da Galileia para o Jordão, a fim de que João o batizasse.

14 | “Ele, porém, o dissuadia, dizendo: Eu é que preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim?

15 | “Mas Jesus lhe respondeu: Deixa por enquanto, porque, assim, nos convém cumprir toda a justiça. Então, ele o admitiu.

16 | “Batizado Jesus, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba, vindo sobre ele.

17 | “E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.”

A Emily, então, concordou em ser batizada na igreja dos seus netos. Os netinhos estavam muito felizes com isso. E a Emily disse após a experiência, “Rick, eu entendi muito bem que somos todos filhos amados de Deus e que nada pode ser tirado de nós.”

Seção 3 - Salvação por meio do exemplo de Cristo Jesus

Jesus teve um encontro com um Comandante Romano de 100 soldados, um centurião (Ver B10, Mat.8). O Centurião pediu a Jesus para curar um de seus servos. Jesus ficou impressionado com a fé do centurião que chegou a comentar: “Em verdade vos afirmo que nem mesmo em Israel achei fé como esta”. E o servo foi curado.

Em citações do Ciência e Saúde lemos:

CS12 | p. 138: “Jesus estabeleceu na era cristã o precedente para todo o Cristianismo, toda teologia e toda a cura. Os cristãos estão sob ordens tão diretas hoje como estavam então, de ser semelhantes a Cristo, de possuir o espírito-Cristo, de seguir o exemplo de Cristo e de curar tanto os doentes como os pecadores.”

CS13 |p. 51 “Seu exemplo consumado foi para a salvação de todos nós, mas somente se fizermos as obras que ele fez e ensinou os outros a fazer.”

CS14 | 37 – “É possível—é até mesmo dever e privilégio de cada criança, homem e mulher—seguir em certo grau o exemplo do Mestre, pela demonstração da Verdade e da Vida, da saúde e da santidade.”

Como vocês sabem o patrocinador destes estudos é o Acampamento “CedarS”. Desde o começo o CedarS é um local no mundo onde a prática e a cura pela CC é encorajada e nutrida para todos na atmosfera do CedarS. Num certo verão, quando servia como praticista residente, tive uma experiência muito interessante de fé profunda. Parecida com a experiência do Centurião. Na hora do almoço, chegou um homem e se apresentou, dizendo: “Ouvi dizer que você é a pessoa com quem falar quando alguém tem um problema para curar.” Bem, eu expliquei meu trabalho como Praticista do acampamento e, esperançoso de faze-lo entender o procedimento, expliquei como contamos com a ajuda de Deus para curar o que quer que se apresente. Ele estava no acampamento trabalhando com cavalos, e havia se machucado seriamente. Não sei se ele chegou a falar com alguém mais sobre o caso. Descreveu em detalhes o ferimento severo. Mas notei que ele estava ansioso por ver o caso resolvido para poder voltar ao trabalho. Disse-lhe que teria satisfação de orar por ele. Não muito tempo depois, ele me encontrou novamente. Seu comentário: “é uma coisa boa, isso que você tem. Estou pronto para voltar ao trabalho. Muito obrigado.”

A salvação por seguir o exemplo de Cristo Jesus e por praticar os ensinamentos da CC é para todos, desde um Centurião Romano até um vaqueiro!

Seção 4 – O significado espiritual do sacramento

Nessa seção temos a história do que veio a ser conhecida como a “Última Ceia”, e como vocês provavelmente sabem o evento serve de base para a “comunhão” em muitas igrejas (B14, Mat. 26:17-20, 26-28, 30).

No Ciência e Saúde, a Sra. Eddy comenta:

CS17 “Na Roma antiga exigia-se que o soldado prestasse juramento de fidelidade a seu general. A palavra latina para esse juramento era sacramentum, e a nossa palavra sacramento dela deriva. Entre os judeus era costume antigo que o mestre de cerimonias passasse a cada convidado um cálice de vinho. Mas a eucaristia não comemora o juramento de um soldado romano, e o vinho nas ocasiões festivas e nos ritos judaicos também não era o cálice de nosso Senhor. O cálice representa sua amarga experiência—cálice que Jesus pediu que passasse dele, embora se inclinasse em santa submissão ao decreto divino. ‘Enquanto comiam, tomou Jesus um pão, e, abençoando-o, o partiu e o deu os discípulos, dizendo: Tomai, comei,; isto é o meu corpo. A seguir tomou um cálice e, tendo dado graças, o deu a seus discípulos, dizendo: Bebei dele todos’. Perde-se espiritualmente o verdadeiro significado do sacramento, se este se restringe ao uso de pão e vinho” (CS17, p. 32).

CS18 | “Nossa eucaristia é a comunhão espiritual com o único Deus. Nosso pão, ‘que desce do céu’, é a Verdade. Nosso cálice é a cruz. Nosso vinho é a inspiração do Amor, o trago que nosso Mestre bebeu e recomendou a seus seguidores” (CS18, p. 35).

Seguidamente me encontro orando a respeito do significado desse evento e relembrando de Jesus e seu sacrifício. Como podemos nós honrar da melhor maneira possível o modo como Jesus viveu e amou a todos nós em sua vida e exemplo? Está essa santa comunhão com Deus e Seu Cristo limitada a certos rituais em uma igreja? Em 1980 eu viajava por Michigan, numa turnê de conferências. Num dos locais conheci uma jovem que havia encontrado a CC e imediatamente se pôs a pratica-la em sua vida, tendo um efeito considerável em seu trabalho. Ela era uma enfermeira. Percebeu que ao estudar a CC seu trabalho foi abençoado. Ela se tornou a profissional mais solicitada da equipe. Todos os médicos procuravam te-la presente na salas de operação.As cirurgias tinham êxito, as complicações foram drasticamente eliminadas. Havia quase uma atmosfera de santidade tangível entre os médicos e enfermeiras, e, mais importante, entre os pacientes. A presença do Cristo não era apenas lembrada, era sentida. Essa jovem havia literalmente revolucionado seu ambiente de trabalho.

Lemos na CS20: “Se todos aqueles que alguma vez tenham participado do sacramento tivessem realmente comemorado os sofrimentos de Jesus e bebido de seu cálice, teriam revolucionado o mundo” (CS20, p. 34).

O significado spiritual do sacramento se torna claro quando é vivido em nossa vida, e o toque do Cristo é sentido e amado.

Seção 5 – O exemplo de Jesus de elevar-se acima do ódio, do mal e de dar testemunho do triunfo do Amor

Não há nada de agradável no escarnecimento, nos golpes, no ódio expresso a nosso amado Mestre, Cristo Jesus. Ele não fizera nada para merecer tal tratamento. Mas, como vimos, isso preencheu a profecia quanto à natureza do pensamento mortal—completamente mau—e o poder e a pureza da natureza redentora do Cristo.

MBEddy escreveu e reescreveu sobre a importância da ressurreição, bem como da crucificação. Na primeira citação dessa seção está o 5. Fundamento da Ciência Cristã: “Reconhecemos que a crucificação de Jesus e sua ressurreição cumpriram o propósito de elevar a fé até a compreensão da Vida eterna, ou seja, o fato de que a Alma, o Espírito, é tudo, e de que a matéria nada é” (CS1, p. 497).

Eis algumas outras citações de CS que desdobram o tema desse evento transformador:

CS22 | “Jesus poderia ter se subtraído a seus inimigos. Ele tinha o poder para deixar de lado o senso humano de vida e se refugiar em sua identidade espiritual à semelhança de Deus; mas permitiu que os homens tentassem destruir-lhe o corpo mortal para que ele pudesse dar a prova da vida imortal. Nada poderia matar essa Vida do homem. Jesus pôde entregar sua vida temporal às mãos de seus inimigos; mas, quando sua missão terrena foi cumprida, ficou constatado que sua vida espiritual, indestrutível e eterna, permanecera para sempre a mesma” (CS22, p. 51).

CS23 |Com mansidão nosso mestre enfrentou o escárnio à sua grandeza não reconhecida. Ultrajes como os que ele recebeu, seus seguidores terão de suportar até o triunfo final do Cristianismo. Ele recebeu honras eternas. Venceu o mundo, a carne e todo o erro, cuja nulidade ficou assim provada. Ele realizou a salvação completa, o pleno livramento do pecado, da doença e da morte. Precisamos do ‘Cristo e este crucificado’. Temos de ter provações e momentos de renúncia ao ego, como também alegrias e vitórias, até que todo o erro seja destruído” (CS23, p. 39).

Com certeza, vocês acharão iluminadoras as observações do erudito da Bíblia, Cobbey Crisler, as quais Warren disponibilizou (ver PS#4):

Cobbey escreve: “Agora, peço que estudem os próximos 10 versículos e vejam como é bela a lógica de Pedro em sua primeira conferência patrocinada pela primitiva Igreja Cristã:

Atos 2:26 – “Por isso, se alegrou o meu coração, e a minha alma exultou; além disto, também a minha própria carne repousará em esperança,

Atos 2:27 – “porque não deixarás a minha alma na morte, nem permitirás que o teu santo veja a corrupção.

Atos 2:28 – “Fizes-te-me conhecer os caminhos da vida, encher-me ás de alegria na tua presença.

Atos 2:29 – “Irmãos, seja-me permitido dizer-vos claramente a respeito do patriarca Davi que ele morreu e foi sepultado, e o seu túmulo permanece entre nós até hoje.

Atos 2:30 – “Sendo, pois, profeta e sabendo que Deus lhe havia jurado que um dos seus descendentes se assentaria no seu trono,

Atos 2:31 – “prevendo isto, referiu-se à ressurreição de Cristo, que nem foi deixado na morte, nem o seu corpo experimentou corrupção.

Atos 2:32 – “a este Jesus Deus ressuscitou, do que todos nós somos testemunhas.

Atos 2:33 – “Exaltado, pois, à destra de Deus, tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vedes e ouvis.

Atos 2:34 – “Porque Davi não subiu aos céus, mas ele mesmo declara: Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita,

Atos 2:35 – “até que eu ponha os teus inimigos por estrado dos teus pés.

Atos 2:36 – “Esteja absolutamente certa, pois, toda a casa de Israel de que este Jesus, que vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo.”

Como nossa Lider escreve: “Nosso Mestre demonstrou plena e definitivamente a Ciência Divina em sua vitória sobre a morte e o túmulo. A obra de Jesus foi para o esclarecimento dos homens e para que o mundo inteiro fosse salvo do pecado, da doença e da morte” (CS24, p. 45).

Uma vitória que é garantia de nossa salvação, um livramento seguro, de ajuda e de vitória.

Seção 6: - Desjejum com nosso mestre, recém apanhado, sobre brasas; dá para imaginar coisa melhor?

Uma noite inteira de pescaria e nada para mostrar. Que pescador já não passou por isso? Mas o caso foi bem mais significativo para sete dos discípulos de Jesus. Eles pensavam ter perdido seu Mestre e pareciam ter perdido seu rumo. O que fazer agora? Voltar ao que lhes era familiar? Voltar ao mundano? Voltar ao mundo? Voltar às redes?

Eles saíram em seu barco. Lançaram suas redes. E nada apanharam. Uma noite de trabalho infrutífero em melancolia e preocupação. Mas de manhã houve um chamado para tentarem do outro lado. Um chamado de um estranho na praia. Um estranho que os conhecia melhor do que ninguém. Quando chegaram à margem do lago com sua rede cheia, lá estava seu Mestre e professor. Vitorioso sobre tudo! E com peixe e pão assando sobre as brasas. E agora uma história de pescaria para completar. Tudo começou num jantar. Novos amigos e muita conversa. Um dos convidados começou a contar o que a CC faz pelas pessoas. Ele começou a relatar o falecimento de uma menina adolescente, e o fazia por causa da CC. Antes de prolongar o evento, eu interrompi e disse ao hóspede que eu era cientista cristão, que conhecia bem a família da menina, e se ele queria realmente saber o que havia passado. Após a explanação, tentei explicar como um cientista cristão aborda problemas, e dei um exemplo de minha experiência—a essa altura já tinha conquistado um candidato à companhia para a igreja no dia seguinte. Ele e sua esposa assistiram ao culto e receberam seu primeiro “livro azul”, um exemplar de Ciência e Saúde.

Esse amigo, H.B., começou a ler CS, e se tornou um bom amigo. Naquele tempo eu morava numa fazenda, há umas 20 milhas (35km) de Ocala. Havia a fazenda e um rio de águas cristalinas. Convidei H.B., meu pai e meu irmão para passarem a noite e na manhã seguinte sairíamos para uma pescaria no rio. Mas antes de sairmos lemos a LB da CC, e terminamos com a Oração do Senhor. H.B. estava numa canoa com meu irmão, Gary. Quando voltaram estavam eufóricos; fora a “melhor pescaria de sua vida”, disse H.B. “É assim que devemos sair para pescar, começar pela LB e a oração!” Ele acreditava mesmo!

Mas a pesca com a história do Cristo segue com suas lições. Gary e H.B. haviam apanhado 26 bagres. Havia um pequeno lago perto da cabana, onde limparam os peixes nas águas rasas, deixando as entranhas na água, mas salvando os filés. Foi uma bela fritada de peixes. E tivemos mais um exemplo de pôr Deus em primeiro lugar e ter êxito em tudo. Primeiro o Cristo; vitória, salvação, saúde e ajuda seguem!

Mas a história de sucesso continua. O pequeno lago perto da cabana era completamente estéril, não havia nenhum peixe. Depois de várias tentativas para pescar algo, nada aparecia. Então, ... um ano mais tarde, dois primos meus vieram com a mãe e Gary. Pediram para pescar no laguinho, ao que permiti, dizendo que lá não tinha nada para pescar. Na primeira vez que Holly, uma das primas, lançou o anzol já pegou um peixe. Ela chorava de tanta excitação. As crianças continuaram a pegar peixinhos a cada vez que lançavam o anzol. Nós devolvíamos os bagrezinhos ao lago. Pararam de pescar depois de apanhar 67 peixinhos.

Ao que parece, aquela limpeza dos bagres nas águas do lago deixou para trás muitas ovas. Foram fertilizadas na mistura de restos dos peixes. Acabaram eclodindo. Eles se alimentavam de girinos de rãs, abundantes no lago, até serem descobertos por meus primos. A recompensa era inacreditável [no caso de Tony]. Começou com um caso de perseguição sendo dirigida ao Cristo. Foi respondida com paciência e amor. Veio a ser usufruída não apenas em peixes. Nosso amigo H.B. teve muitas curas na Ciência Cristã; inclusive uma tida como incurável. É a comunhão com nosso Salvador. O amor de Cristo é para nosso uso, para viver, para amar e, acima de tudo, compartilhar.

________________

Este estudo metafísico foi preparado por Rick Stewart, C.S., Dresden, Germany, rickstewartcs@aol.com

A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Dulcinéa Torres, Leila Kommers, Ovídio Trentini e William Trentini. Visite o site Associação dos Alunos de Ciência Cristã do Professor Orlando Trentini, CSB. Ali você encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, podendo baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.

Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB.

Os CedarS são um suplemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 4ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.

Metaphysical

Persist in following the leadings of Truth which lead to eternal life and freedom! - Notice...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page