Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: O Sacramento.

Kathy Fitzer, St. Louis, MO & Park City, UT
Posted Monday, January 6th, 2014

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

Deixe que o Amor do Espírito de Deus purifique você,
o abençoe, e o torne alegre e radiante o dia todo

Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros
É uma ajuda para o seu estudo da Lição Bíblica

Tema:Sacramento

De 6 a 12 de janeiro de 2014.

Abreviações:  Bíblia – B ;  Ciência Cristã – CC;  Ciência e Saúde – CS;   Lição Bíblica – LB.

Deus, nosso Pai-Mãe, Amor infinito, trabalha com bênçãos. Deus só sabe abençoar. Assim como a luz só ilumina. Se nos desviamos da luz, entra a escuridão. Mas tão logo nos voltemos para a luz a escuridão desaparece. A luz não mudou, nossa ignorância é que foi mudada.
De igual modo, lemos na seção 1: “É nossa ignorância acerca de Deus, o Princípio divino, que produz aparente desarmonia, e compreende-Lo corretamente restabelece a harmonia” (CS 4, p. 390). Como conseguimos essa compreensão? Esta questão pode ser um verdadeiro percalço até vermos que Deus, o Amor, nos dá a compreensão que precisamos.
Mary Baker Eddy segue a declaração acima em CeS com as seguintes palavras: “A Verdade há de finalmente compelir todos nós a trocar os prazeres e as dores dos sentidos [escuridão] pelas alegrias da Alma [luz]”. Compelir é forçar ou obrigar alguém a fazer algo. Em última instância, todos conheceremos Deus e ficaremos entusiasmados em honrar esse Princípio divino, o Espírito, como a essência de todas as coisas e o próprio coração de nosso ser. Então, por que não voltar-se inteiramente a essa meta agora—e vivenciar as bênçãos de Deus!
Texto Áureo (TA): “Deus, o nosso Deus, nos abençoa- Salmos 67:6
Notem o termo do verbo. Não há opção... nada pode impedir a bênção de Deus! E o Salmo 67 abre e encerra com uma celebração de que a bênção (tanto como o conhecimento e reverência) de Deus será experimentada/ sentida por ”todos os confins da Terra.”
Não há exceções nem exclusões! É importante que em nossas orações vejamos que a Verdade é real para TODOS! O Novo Intérprete da Bíblia diz que essa frase sugere que “a soberania de Deus seja exercida pelo agente escolhido de Deus, o rei (messias). Mesmo assim, é Deus que em última instância deve ser reverenciado e temido” (Vol IV, p. 940). O que isso tem a ver com o tema Sacramento? Veremos no desenrolar da LB os sacramentos (sinais externos e visíveis de uma graça divina interior e espiritual) do Batismo, da Santa Ceia e da Ceia Matinal que nos habilitam a compreender nossa relação especial com Deus e Seu Cristo, e renovar nossa obrigação de ficar fiéis.
Leitura Alternada (LA): Salvação e bênção de Deus –Salmo 65:1,2,4; 3:4,8; 89:1,5,15,16
Estes versículos abrem com o foco em Deus. Devemos louvar a Deus porque é Ele que atende a toda nossa necessidade e faz com que habitemos seguramente com Ele. Fiquei impressionada com a expressão: “a salvação pertence a Deus”. Talvez sejamos tentados a pensar que podemos estar a “salvos” por um bom emprego, por amigos, ou família, ou ainda  pela sorte, nosso talento e/ou inteligência. Mas, cada benção que vem a nós—qualquer bem no mundo—vem diretamente de Deus! É Deus, e somente Deus, que nos salva, cura e livra de toda escuridão. Ao final a LA aponta para a necessidade de conhecer a Deus a fim de experimentar plenamente a luz e as bênçãos de Deus.Felicidade suprema - que se rejubila todo o dia – ela vem a nós quando nos sujeitamos à dádiva de Deus -- amor, sabedoria e compreensão.

Seção 1: Deus perdoa, cura, redime e coroa com salvação
Temos nesta seção a história de Naamã, valoroso guerreiro e capitão do exército sírio. Ele estava com lepra e não encontrava remédio ou alívio para sua desagradável e incômoda enfermidade. Entre os israelitas que o exército sírio havia capturado, estava uma jovem que possuía um imenso amor em seu coração. Através dela Naamã soube que o profeta Eliseu poderia curá-lo da lepra. Como estava desesperado, Naamã viajou para Samaria e chegou onde estava o profeta Eliseu. Mas, não tendo Eliseu atendido suas expectativas conforme o desejado, Naamã estava pronto para voltar para casa furioso e enfermo.
Curar não é uma simples correção. Trata-se de redenção – sair da escuridão para a luz. O nome do rio onde Naamã iria banhar-se, ou em que país ele estava localizado, não era o fato importante … a água não era o agente curador. Mas a humildade o ter se despojado do orgulho, dos  preconceitos, e ter  seguido as instruções de Eliseu não apenas curaram Naamã, mas o fizeram reconhecer o Deus de Israel como o único Deus poderoso e universal. Assim, Naamã foi coroado com uma redenção que excede em muito a importante cura física (B-4).
Quando buscamos a cura, estamos dispostos a fazer o que for preciso para receber a bênção maior? A cura através da oração não precisa levar um longo tempo para ocorrer. A cura de Naamã teria sido mais rápida se sua completa redenção a Deus tivesse ocorrido imediatamente. O mais importante é silenciar a imobilidade mental, o pavor do medo, o orgulho, definições pessoais, e outros. É preciso dar a ordem: “…aquietai-vos e vede o livramento do Senhor que, hoje, vos fará” (B2). Deus está trabalhando e nos abençoando sem parar! Mas, nós não podemos encontrar Deus olhando para a matéria. Deus é Espírito – Vida, Verdade, Amor – que não pode ser visto através de olhos materiais, mas pode ser sentido quando estamos calmos e receptivos ao poder que está perto e nos envolve e se revela como todo o bem. Deus revela-Se a Si mesmo com a mesma força que a aurora rompe a noite. Torne-se consciente da presença e plenitude do Espírito - mesmo apenas por um momento - e tudo o que está parecendo não ser bom deve desaparecer (como a escuridão desaparece na presença de luz - ou um ruído cessa quando o interruptor de energia é desligado).
Qual é a salvação que vemos quando estamos calmos? O livro Ciência e Saúde define SALVAÇÃO: “A Vida, a Verdade e o Amor compreendidos e demonstrados como supremos sobre todas as coisas; o pecado, a doença e a morte destruídos” (CS-7). Esta salvação provém de Deus e está disponível para TODOS!
Seção 2: Seja batizado e reconheça sua inocência
Em certo sentido, a cura de Naamã ocorreu quando ele foi batizado (completamente submerso) no verdadeiro amor de Deus. João Batista preparou o povo para a vinda do Messias, auxiliando-os a se arrepender e tornarem-se “homens melhores”. Assim como o salmista encontrou segurança no seu desejo de inocência e de adorar a Deus em Seu altar (B-6). João exortou o povo a deixar seus pecados e purificarem-se. Mas, João também pregou que quando viesse o Messias, ele os batizaria com o Espírito Santo – um método de purificação muito mais efetivo que apenas água (B-8). Ocorre-me que a água pode lavar a lama que esconde nossa pureza, mas o Espirito Santo – ou a Ciência divina – transforma o pensamento para reconhecer o fato que a “lama” é apenas uma ilusão. Ela jamais pode ter qualquer influência sobre a criação de Deus.O bem que Deus criou é a ÚNICA criação e a única realidade! Jesus veio a João para ser batizado, mas ele “ao sair da água, viu os céus rasgarem-se” e foi devidamente identificado por Deus como: “Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo” (B-8 Vers.9, 10, 11). Não deveríamos esperar ouvir diariamente (a cada momento) esta mesma mensagem submetendo-nos ao batismo da “purificação de todo o erro” pelo Espirito através da submersão no Espírito?”(Ver CS 10 e 11). Vigiar nossos pensamentos é o cerne deste tipo de batismo. Mas, mais do que meramente criticar pensamentos mortais, ou humanos, devemos desejar ter nossos pensamentos provindos diretamente da Mente de nosso Pai-Mãe, Deus.
Quando uma criança é muito jovem,ela volta-se aos pais para saber como fazer “todas as coisas”. E, geralmente as crianças desejam agradar seus pais! E, o ideal seria que vivêssemos sempre assim, nos esforçando para viver cada momento sendo bons (CS 14). Mas, tentar fazer isso através de esforços humanos, provavelmente não trará sucesso. Temos que começar nos jogando para o Espírito da mesma forma como nos jogamos numa piscina num dia de verão ou quando tomamos uma ducha de água quente numa noite gelada de inverno! Quanto mais buscarmos salvação (segurança e libertação) através da imersão no Amor divino,no Espírito perfeito, na Mente que tudo sabe, mais claramente ouviremos a mensagem de que nós também somos filhos e filhas de Deus, pelos quais Ele se compraz.
[PS de Warren: as ideias do batismo de Jesus e suas aplicações hoje: A seguir transcrevo algumas percepções de CobbeyCrisler sobre como começar um Ano Novo com um novo você - batizado no “novo” conforme o Cristo - de dentro para fora. O método de batismo de “lavagem a seco” do Cristo em Marcos 1:8 lemos: “Eu batizo vocês com água, mas ele os batizará com o Espírito Santo” (NTLH). Vemos João Batista tirando o foco da limpeza física como sendo o meio pelo qual entraríamos em um estado divinal. Você sabe que a água não pode alcançar o que está dentro, o que está na consciência, o que é mental e é o que realmente precisa de limpeza. Marcos 1, verso 10, nos diz “o Espírito de Deus desce como uma pomba sobre ele” nesse batismo (NTLH). Isso nos mostra que ele emerge do batismo com água para o senso mais elevado do batismo do Espírito. O sentido espiritual do homem é o que surge depois que o sentido carnal é lavado da consciência. Marcos 1:11 diz: ”Tu és o meu Filho querido e me dás muita alegria (NTLH)”, que mostra que a afiliação e a relação com Deus não está no contexto da carne. É um ponto enfático de nossa relação com Deus” (Do livro What Mark Recorded - O que Marcos registrou- , página 13-16 de B. CobbeyCrisler). A versão de Mateus do batismo de Jesus do “Espírito Santo e do fogo” podem resolver qualquer confusão de seu novo ano. Veja os comentários - em inglês - de CobbeyCrisler clicando no link no canto superior direito do Met online do CedroS.]

Seção 3: Abençoados são os puros de coração
Esta seção apresenta algumas maneiras como usufruir as bênçãos que Deus derrama perpetuamente. No Salmo 24 o salmista fala sobre subir/ascender ao “monte do Senhor” (B 9). É pensamento corrente que isso se refere ao “templo do Monte Sião” que era o símbolo da morada de Deus na Terra. O que realmente está sendo questionado é: “Quem viverá sob a soberania de Deus? Quem entrará no reino de Deus?” Levantemos todos e respondamos: “Eu vou, eu vou! Como farei isso?” A resposta coincide com as referências sobre inocência (pureza) que vimos no início dessa LB. Um artigo em “New Interpreter’s Bible” informa que “pureza resulta de nada menos que confiar completamente e sem reservas, em Deus. A referência à pureza provavelmente é aplicada a como nos relacionamos com nosso próximo (Vol. IV, 773). Estas ideias resumem os dois grandes mandamentos dados por Jesus – Amar a Deus e amar nosso próximo. As bem-aventuranças dadas nesta seção apoiam ainda mais essa relação de confiança e de amor puro. Temos que lembrar o que realmente somos e depois ver Deus em nossa vida todos os dias. Ao vermos a Deus, veremos também as bênçãos que estão constantemente sendo derramadas ... para todos! Assim como não podemos ver as coisas de um modo claro através de vidraças sujas, nós podemos ver melhor a Deus e Sua criação conforme nossos pensamentos estejam limpos e puros.
Podemos começar compreendendo que sempre há mais para saber sobre Deus; Um desejo de sentir mais conscientemente nossa união com Ele (sendo humildes de Espírito); cedendo a nossa vontade à vontade de Deus, desejando seguir o nosso Pastor (expressando mansidão); desejando ter pensamentos corretos mais do que nós almejamos nossa comida e bebida favoritas (fome e sede de justiça), e pensar mais nos outros do que em nós mesmos (sendo misericordiosos) (B-12). Seguindo essas "diretrizes" é uma ótima maneira de iniciar a limpeza da janela do nosso pensamento. Eu amo a referência a sair do velho para o novo (S-17). Muitas vezes nos apegamos a uma percepção teimosa do que nós ou os outros são e não se consegue imaginar realmente fazer uma transformação bem-sucedida, não importa quanto esforço é feito. Falar sobre o que está turvando nossa visão de Deus - faz com que coloquemos viseiras, e não vemos as bênçãos que estão sempre fluindo bem à nossa volta!
Comecemos hoje a estar contentes por deixarmos os "falsos marcos" e procurar evidências de purificação acontecendo. Ninguém pode nos obrigar a ter uma visão turva de Deus, de nós mesmos, da nossa família e dos amigos, ou mesmo daqueles que se consideram inimigos. Deus vê cada um de Seus filhos como puro, íntegro, e inocente. Quanto mais nós nos esforçarmos para ter esse ponto de vista, a evidência da verdadeira criação de Deus será vista por nós! Nosso Guia do Caminho, Jesus, fez isso ...e nós também podemos fazer!

Seção 4: Precisamos agir e não ficar apenas na conversa
Uma das coisas que separaram Jesus dos judeus de sua época é que eles perderam a essência ou o espírito do que estava por trás da lei da qual eles falavam e esperavam que os outros obedecessem da forma mais rígida e literal. Jesus alertou seus discípulos mais próximos, assim como alertou os grupos de pessoas com quem conversava ou para quem falava, para que não imitassem as ações dos fariseus. Porém, sabendo que logo seria crucificado e deixaria os discípulos, ele fez uma reunião especial com eles na ceia do Pessach. Nessa ceia, ele os encorajou a comerem do pão (a verdade) que ele havia compartilhado com eles e que bebessem do seu cálice (passar pelas experiências mais difíceis que poderiam surgir para eles à medida que contrariassem as tendências comuns no pensamento do povo). Ele sabia que todo cálice (ou cruz), que precisamos enfrentar, está até a borda cheio da inspiração (vinho) necessária para navegarmos “no balanço instável das ondas” (B13, B14). Gosto bastante que a descrição da Última Ceia termina com Jesus e seus discípulos cantando juntos um hino, erguendo suas vozes em louvor a Deus. Os hinos continuam sendo meu primeiro refúgio quando me sinto oprimida. São uma espécie de pedido de ajuda ao meu Pai-Mãe, Deus, que sei que farão sentir a presença abençoada do Amor. Quando Eddy fala de “todos aqueles que alguma vez tenham participado do sacramento”, acredito que ela esteja falando sobre realmente persistir quando se trata de comer do pão que Jesus oferecer, digeri-lo e assumir a verdade que ele pregou como nossa verdade, demonstrando seu poder para fortalecer, revitalizar e curar diante das circunstâncias mais extremas. Jesus consentiu sofrer como um humano, sentir o ódio do mundo, pois assim, nós poderíamos ver que o ódio foi incapaz de destruí-lo (CS23, CS24). Podemos nos sentir, como Jesus se sentiu, seguros independente da imagem monstruosa com que a matéria se apresenta para nós. Por quê? Porque Deus nos conhece e nos mantém seguros e completos. Nós vivemos nEle, para que o mundo não nos encontre! Nosso esconderijo é sagrado (CS25).
Seção 5: Ressurreição prática
Nos serviços religiosos das igrejas da Ciência Cristã desse domingo, a congregação se ajoelhará em uma oração silenciosa no final do serviço e repetirá, em voz alta, em conjunto (pela segunda vez) a Oração do Senhor. Qual a diferença dessa oração silenciosa (de joelhos) da oração silenciosa do início do serviço? Não tenho uma resposta específica, mas gostei da ideia. Sabemos que o Manual diz que
“As orações nas igrejas da Ciência Cristã deverão ser oferecidas coletiva e exclusivamente em prol das congregações” (p. 42). Mas fiquei impressionada com o nosso livro texto dizendo que os Cientistas Cristãos celebram a refeição matinal: “Inclinam-se perante o Cristo, a Verdade, para receber mais da sua reaparição e comungar silenciosamente com o Princípio divino, o Amor” (CS 27). Portanto, quem sabe essa oração especial de joelhos nos dá uma oportunidade de nos lembrarmos de comungar humildemente com o Amor e procurar pela constante reaparição do Cristo em nossa vida e na vida de todos? Jesus reapareceu fisicamente aos seus discípulos que tinham ido pescar. Eles precisavam ser encaminhados na direção certa antes que Jesus ascendesse e não tivesse mais a presença física. E, fico imaginando se parte do que ele deu a eles não foi a confiança de seguirem em frente com o que ele ensinou e confiar que Deus satisfaria suas necessidades quando eles se deparassem com alguma dificuldade assim como a necessidade deles foi satisfeita com os peixes naquela manhã. E, quando nos inclinamos perante Deus, comungamos com sinceridade com Ele e abrimos nossos corações para receber Suas bênçãos, não estamos também esperando ser guiados pelo Cristo eterno, a Verdade, para perceber a verdadeira natureza de Deus e Seu cuidado eterno? Jesus disse: “Se me amais, guardareis os meus mandamentos.” Apenas ao seguir os passos de Jesus conseguiremos aproveitar (empregar) as bênçãos que Jesus nos mostrou e que o Amor está sempre derramando sobre nós (CS29). Quanto mais intimamente conhecemos a Deus e respondemos ao Seu amor, mais perceberemos as bênçãos abundantes de Deus e que podem ser sentidas por TODOS!

Este estudo metafísico foi preparado por Kathy Fitzer de St. Louis, MO & Park City, UT, EUA kathyfitzer@gmail.com 314-323-4083
[Comentários entre colchetes: Warren Huff, Diretor do Acampamento dos Cedros e Editor dos estudos metafísicos] 
A equipe de tradução para o português é composta por Dulcinea Torres, Leila Kommers, Elisabeth Z. Friedrichs e Ovídio Trentini, com a leitura final por Orlando Trentini, CSB.

Visite o saite www.trentinicsb.com  Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar com seus amigos. “Obrigada por compartilhar os relatos maravilhosos. Realmente, o site é uma bênção. LK, RS.”

Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB. Os Cedros são um complemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 3ªfeira. 
Busque e leia o texto em inglês em  http://www.cedarscamps.org/metaphysical

Metaphysical

Wake Up from the Dream to Reality! - Are you a prophet? A spiritual seer? A prophet is someone...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page