Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Adorai mais espiritualmente e vede que por meio da vida de Jesus somos amados, criados à imagem de Deus! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: A Doutrina da Expiação.

Kerry Jenkins, C.S., House Springs, MO
Posted Monday, October 13th, 2014

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

Adorai mais espiritualmente e vede que por meio da vida de Jesus somos amados, criados à imagem de Deus!

Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros
Uma ajuda para o estudo da Lição Bíblica

Tema: A DOUTRINA DA RECONCILIAÇÃO
De 13 a 19 de outibro de 2014

Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB; MSG – Bíblia A Mensagem

Cristo Jesus e Mary Baker Eddy Eddy focaram com nitidez na importância espiritual das Escrituras. Na página 320 de CeS diz Eddy: “A única interpretação importante das Escrituras é a espiritual. Isto pode parecer óbvio a algumas pessoas, mas a Bíblia está repleta de exemplos, principalmente no Antigo Testamento, de homens bem intencionados e treinados interpretando as Escrituras de modo muito literal, sem o amor e a compaixão que está por trás da lei que estão tentando destacar. Assim, quando temos um tema que inclui a palavra “doutrina”, podem ter certeza de que estamos encarando esse termo a partir de um ponto de vista espiritualmente ativo.

Texto Áureo (Efésios 5:2): ”…andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave”.
Jesus sacrificou tudo por nós para melhor compreendermos como Deus nos amou e criou. Ele não só interpretou a lei judaica a partir do ponto de vista do Amor divino, como demonstrou esse Amor ativamente curando as pessoas do pecado, da doença e da morte. Com isso rejeitou definitivamente através de seus atos o modelo material de “Gênesis 2”, que coloca o homem como uma criação pecaminosa e mortal. Sua vida demonstrou a unidade com o Pai, ilustrou que o homem está firmemente mantido no Reino dos Céus, nunca banido, expulso ou separado do Amor.
O que fazemos com esse conhecimento? Nós o vivenciamos. Curamos, rejubilamos, abençoamos, amamos e seguimos as pegadas do Mestre diariamente!

Na Leitura Alternada (Hebreus 7:19; 10:1, , 5, 9, 15-17, 22-24.) vemos que “não a lei, mas[…] o que trouxe perfeição, foi a introdução de uma esperança mais elevada, pela qual nos chegamos a Deus”. Isto não quer dizer que a lei judaica, inclusive os Dez Mandamentos, não seja uma parte vital da vida de um cristão. Ao contrário, a esperança que veio com a chegada de Jesus brota da demonstrada compreensão de que o homem é uno com Deus, e não o pecador mortal de “Gênesis 2”. Essa compreensão nos auxilia a “aproximarmo-nos de Deus” e a pôr essa importante lei “em nossos corações” em vez de apenas seguir a “lei” por meio de um senso moral/temeroso de obediência. Vemos pela vida de Jesus que somos amados, criados na imagem espiritual de Deus, e este conhecimento nos ajuda a adorar mais espiritualmente, motivados por nosso amor a Deus.

Seção 1: A reconciliação é como se mostra a unidade do homem com Deus.
A lei judaica compreende grande parte do Antigo Testamento e vai muito além dos Dez Mandamentos. Há muitos detalhes envolvidos sobre levar uma vida judaica devota. Quando é dito em B3 (João 1:17) que “[…]a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo”, não quer dizer que esteja sendo diminuída a importância espiritual dos Dez Mandamentos. Esta seção esclarece este ponto. O que é ilustrado aqui é a imperiosa necessidade de reconhecer a interpretação da lei como santa e totalmente espiritual. Uma visão realmente elevada dos Dois Grandes Mandamentos requer muito sacrifício de nossa parte, “[…]até mesmo a renúncia a toda sensação, afeto e adoração meramente materiais” (CS6, p.9). Não é tarefa pequena. Quando tomamos as medidas necessárias para remover a tudo o que é “meramente material” em nossas vidas, e pomos Deus em primeiro lugar, nos aproximamos do Amor em nossa consciência e percebemos nossa necessidade de amor, afeição, nutrição, provisão de todo tipo, atendida abundantemente por meio dessa unidade.

Seção 2: Não há barreiras entre nós e Deus/Amor
Para entender a nossa unidade com o Amor, precisamos conhecer o Cristo que cura. A vinda de Jesus e seu sacrifício através da crucificação removeu a crença de que poderia haver uma separação entre Deus e o homem. Isto foi simbolizado pelo rasgar do véu do templo quando ele morreu na cruz. Este véu era a barreira física e simbólica entre a parte mais sagrada do templo judeu e da congregação. Ninguém, a não ser o sacerdote poderia ir atrás desta cortina, e isto apenas uma vez por ano, seguindo os rituais cuidadosamente. Mas Jesus mostrou através de sua vida de curas que o poder do Cristo que ele demonstrou estava disponível a todos e era concedido a todos por meio da prática individual, através do abandono (sacrifício) dos desejos materiais pela compreensão espiritual. Isso requer o reconhecimento do Cristo em nossa experiência e uma prática deste poder do Cristo para curar (aceitar a cruz).

Seção 3: "A humildade é o trampolim para um reconhecimento mais elevado de Divindade." Escreve eedy em seu livro Escritos Miscelâneos p. 1: 15-16.
Por que isso? Se formos humildes, seremos "abnegados" (CS17) em nosso amor pelos outros e por Deus. Teremos uma verdadeira compreensão de quem somos, do que é o homem e, finalmente, de quem é Deus. Quando nos entretemos num forte senso de nós mesmos como uma pessoa separada de Deus, bons ou maus, nos sentimos separados do Amor. Achamos que temos de fazer as coisas por conta própria ou através de um sentido pessoal de capacidade, ou falta dela. A verdadeira humildade abre o universo de possibilidades, baseando nossos talentos no infinito da Alma como a fonte de todo o poder. Não estaria esta "unidade" no seu auge? Nesta seção, temos a justaposição do homem paralítico, deitado em uma cama (o máximo em humildade) e os escribas que estavam analisando a adequação de perdoar os pecados como uma questão de "lei". Isto significa olhar para a lei como doutrina humana, em vez de fazer jorrar o amor divino, o oposto da verdadeira humildade espiritual. A lei, vista espiritualmente tem o poder do Cristo para curar e abençoar, ao passo que processada em uma estrutura humana, ela se torna material, morta.

Seção 4: A salvação através da prática da cura pelo Cristo.
Nosso amor pelo Cristo, e nossa demonstração, e o poder de cura do Cristo, é o que revela Deus para nós e nos salva da mera experiência de vida em um nível material. Nós só entendemos essa união que temos com Deus, praticando-a através da cura. Não podemos simplesmente observá-la nos outros, mais do que podemos observar as manifestações de Jesus e sentir o amor de Deus para o homem unicamente através desta observação. "A renúncia ao ego, pela qual deixamos tudo em favor da Verdade, o Cristo, em nossa luta contra o erro, é uma regra na Ciência Cristã" (CS20). Para mim, estas declarações realmente nos desafiam a sacrificar a materialidade por entendimento espiritual mais acessível. Verdadeiramente, esse é um processo passo a passo. Como diz na citação CS11: “Se a Verdade está vencendo o erro na tua conduta e conversa diárias, podes finalmente dizer: "Combati o bom combate[…] guardei a fé", porque és um homem melhor. Isso é participar da unificação com a Verdade e o Amor.” Não é uma tarefa impossível, e é apoiada pelo Amor divino.

Seção 5: O que a crucificação revela.
Este é um assunto difícil. Estou feliz de que Eddy não o tenha evitado. Se a crucificação for vista a partir de um nível estritamente material, vendo Deus como humano e ao mesmo tempo como um ser divino, propositadamente permitindo que Seu filho fosse morto de um modo tão horrendo, não teremos a mensagem completa que o Amor está nos transmitindo com esta experiência. Jesus sofreu este ato para que pudéssemos compreender melhor que a natureza do homem não é material. A crucificação elevou nosso conceito de homem, dando-nos a capacidade de demonstrar o poder do Cristo para curar em um nível mais elevado. Foi o sacrifício final de um sentido material de vida, para provar a realidade do homem como uma ideia espiritual, una com o Amor e a Vida.

Seção 6: Nossa unidade com Deus é expressa através da cura pelo Cristo.
Não vamos pegar as lições espirituais que Jesus nos ensinou e transformá-las em um ritual material, independente de ser um ato ritualizado de ler a Lição Bíblica ou uma visão material de nosso trabalho diário da escolha, emprego ou de criar os filhos.  A demonstração é essencial para vivenciar nossa unidade com Deus porque não pode haver ritualização na demonstração. Toda cura vem através de algum tipo de revelação e não podemos simplesmente encaixar esta revelação em algum ritual humano. Podemos pegar todas as nossas atividades e revitalizá-las através do reconhecimento da importância espiritual de cada atividade. Isto é servir a Deus, a verdadeira adoração. Esta é a demonstração da Reconciliação em nossa vida diária e a melhor maneira com que podemos mostrar nossa gratidão a Jesus pelo que ele fez pela humanidade.
__________________________________________________________
Este estudo metafísico foi preparado por by Kerry Jenkins, CS, House Springs, MO (314) 406-0041
A equipe de tradução para o português é composta por Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini, com a leitura final por Orlando Trentini, CSB.
Visite o saite www.trentinicsb.com. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB. Os Cedros são um complemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 3ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.

Metaphysical

Find Your Heart Connection and Unite with Soul - What does “Soul” mean to you? The most...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page