Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

A vastidão e o poder infinito do Espírito está em dar a Deus toda a glória, honra e poder. Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: É o universo, que inclui o homem, evoluído pela força atômica?

Kerry Jenkins, C.S., House Springs, MO
Posted Monday, December 15th, 2014

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA
“Bem-vindo às Lições Bíblicas da Ciência Cristã!
Deus é Tudo e Ele tem grande amor por toda a sua criação.  Esse fato e nosso amor por Ele, por nosso próximo e por nós mesmos, constituem a essência das Lições bíblicas.  Elas proporcionam um mergulho profundo nesse amor, e isso tem trazido cura, conforto, reforma e regeneração às pessoas há várias gerações.
Portanto, mergulhe profundamente você mesmo [no estudo] das Lições Bíblicas e no amor de Deus! À medida que o fizer e, especialmente, na proporção em que viver esse amor, dia após dia, até mesmo, momento a momento, você verá a cura e os benefícios que dela resultam, ajudando não só a você mesmo, mas a todos que cruzarem seu caminho“ (Livrete Trimestral da Ciência Cristã, p1).
O Acampamento dos Cedros preparou este Estudo Metafísico da LB para auxiliar na sua compreensão do
estudo bíblico para o tema: É o universo, que inclui o homem, evoluído pela força atômica?

A vastidão e o poder infinito do Espírito está em dar a Deus toda a glória, honra e poder.

Este tema é estudado diariamente em 17 línguas, em todo o globo, de 15 a 21 de dezembro de 2014
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH; 
Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB; MSG – Bíblia A Mensagem
“As doutrinas humanas, hipóteses ou vaga filosofia humana trazem um pouco da luz divina, da presença de Deus e Seu poder” (My 262:18-20). Essas palavras de Mary Baker Eddy explicam o vazio espiritual que ficou com a resposta das teorias materiais à questão da evolução. Procuramos entender essas teorias humanas, temos respeito pelas respostas que formulam acerca da matéria, mas como Cientistas Cristãos “temos de examinar profundamente o que é real” (CeS, 129:23-24), para obtermos nossas respostas sobre a função de Deus na criação, Seu contínuo poder e presença conosco. Essa é a única maneira de conseguirmos entender as reais implicações de tantos acontecimentos registrados na Bíblia, inclusive nessa LB, a concepção de João Batista e de Jesus, e a obra de cura feita por Jesus durante o seu ministério.
 Todos os anos, na época do Natal, temos essa Lição Bíblica para ponderar e eu fico maravilhado de como ela se encaixa com as ideias que nos são queridas especialmente para as comemorações do Natal. Volvendo o nosso olhar de contemplar um senso material da criação (e, talvez um senso material de festa de natal), nossa percepção é gentilmente volvida, como fruto de ponderar a vastidão e o poder infinito do Espírito, que é “digno[...], de receber a glória, a honra e o poder”.

TEXTO ÁUREO: Apocalipse 4:11: “ Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as coisas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas.”
Aquele bebê pequeno não impressionava a ninguém inicialmente, pois fazia somente o que os outros bebês fazem, mas o profeta Isaías já previra que aquele bebê era a ideia Cristo, no seu sentido pleno. “[...] desde o princípio o profeta via esse bebê como o Redentor/Salvador que apresentaria uma maravilhosa manifestação da Verdade e do Amor” (Misc 164:13). O profeta tinha a visão espiritual para reconhecer o poder sanador pleno de Deus, mesmo aparecendo inicialmente como bebê. Nós também podemos dar glória e nos alegrar no poder de Deus para partilhar Seu Cristo sanador com todos nós hoje e a cada dia.
LEITURA ALTERNADA: Salmos 24:1,6,9,10; 115:1,3; 29:1,2

Seção 1: A Mente imensurável se expressa
O universo é uma perfeita metáfora para a criação de Deus: vasta, infinita, diversa, evidenciando criatividade, cor, beleza, inteligência, etc. Não temos de imaginar que a beleza e o uso prático de tudo na natureza que nos rodeia “não seja real”. Ela é a perfeita reflexão do Espírito, a Mente infinita. Cada aspecto/faceta de beleza, vastidão, inteligência, representa um fato espiritual que é absoluto, substancial e real. Precisamos ser “intérpretes” e temos a CC para nos ajudar nessa tarefa de nos volvermos a Deus em busca do entendimento que precisamos para perceber a harmonia da verdadeira criação que nos circunda.
Mary Baker Eddy escreve: “O meu senso da beleza do universo é que a beleza é um exemplo de santidade e é algo que devemos desejar. O planeta terra é espiritualmente mais belo à minha percepção agora do que quando era mais terrestre aos olhos de Eva. As sensações agradáveis da percepção humana, de cor e forma, precisam ser espiritualizadas, até que alcancemos o senso glorificado de substância como no novo céu e nova terra, a harmonia de corpo e Mente[ ...]. ‘Eu amo a promessa; e saberei, um dia, a realidade espiritual e substância de luz, forma e cor, o que agora percebo parcialmente; e por saber isso, eu estou satisfeita’”( Escritos Diversos, p. 86:14).

Seção 2: As teorias materiais se baseiam no testemunho dos sentidos
Quando baseamos nosso entendimento sobre a criação no sentido material, encontramos muitas perguntas difíceis de responder. Cada nova pergunta vem com um enxame de outras perguntas. As respostas que conseguimos obter pelo nosso estudo da CC por meio de orações sinceras e persistentes não se alcançam facilmente. Mas são claras e trazem cura. “Aceitemos a Ciência, renunciemos a todas as teorias baseadas no testemunho dos sentidos” (CS 12). Quando se começa a pensar sobre essas coisas começamos a perceber quantos de nossos pensamentos e de nossas atividades têm base em conceitos materiais. Contágio é um exemplo que preocupa a muitos, mas há outros exemplos. E ao renunciar a esses modelos imperfeitos, não queremos substitui-los com modelos materiais perfeitos. Esta pode ser uma sugestão sedutora, mas o perfeccionismo material não é o mesmo que perfeição espiritual. Um provém da matéria e o outro se origina do Espírito, da Mente, que é eternamente perfeita, completa e imensurável.

Seção 3: A Criação é na forma de ideias
Zacarias e Isabel “eram justos diante de Deus, vivendo irrepreensivelmente em todos os preceitos e mandamentos do Senhor” (B10). Será que esta história é sobre pessoas justas/corretas que recebem presentes especiais de Deus porque “merecem” uma recompensa por suas ações corretas? Será que Deus opera segundo as leis de fertilidade, etc? Se orarmos “bem” será que receberemos “coisas boas”? Estas são algumas das perguntas respondidas nesta Lição. Não, Deus não oferece isenções especiais da lei material. Deus jamais fez tais leis. A bondade do homem é uma parte da harmonia graciosa da criação espiritual de Deus; e a Sua criação é formada de ideias, e nenhuma ideia pode ser impedida de ter livre acesso a todas as ideias de Deus. Talvez pareça ser assim, como está nessa história, mas sabemos por meio das experiências de cura em nossa vida, que Deus jamais permitiria que ideias produtivas e boas fossem bloqueadas umas das outras ou não tivessem acesso umas às outras. Isso não significa que cada ideia venha como uma criança, literalmente. Tampouco, nenhuma ideia pode ter uma experiência de vida que seja privada, de alguma maneira, da total e completa bondade de Deus. Os anjos de Deus, as divinas mensagens do Amor, vêm ao pensamento receptivo e abençoam cada um de nós, em nossa necessidade. E essas bênçãos são totalmente independentes das assim chamadas leis da matéria. Deus é a fonte de cada lei verdadeira.

Seção 4: A verdadeira história do universo se encontra no desenvolvimento espiritual (CS23)
A história da concepção de Jesus em Maria é uma história do desenvolvimento espiritual. Na citação CS19, o Espírito Santo é definido como “[…]o desenvolvimento da Vida, Verdade e Amor eternos”. Compare esta definição com a passagem da citação B12, onde o anjo diz a Maria: “…Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra.”
Certamente este desenvolvimento da Vida, da Verdade e do Amor superou ou “envolveu com a sombra o senso material que Maria tinha sobre a concepção/criação” (CS20), Isso é o que nos é solicitado a repetir todos os dias do ano. Estamos sendo chamados pelo Cristo, por meio do Espírito Santo, para espiritualizar nossa concepção do homem, do universo – a ver a Deus como a única fonte, o Espírito como a única realidade e poder em nossa experiência. Isto é desenvolvimento espiritual.

Seção 5: Fazer como Jesus fez, demonstra evolução divina
A verdadeira compreensão da criação ou evolução brilha em nossos corações (B13), e é iluminada na consciência espiritual. O senso material não apoiará essa realidade gloriosa e harmoniosa da criação. Reconhecemos a realidade desta harmonia sempre que experimentamos a cura. Jesus respondeu à pergunta de João sobre ele ser o Messias, através da demonstração / da cura. Nós respondemos esta mesma pergunta hoje com a nossa própria cura espiritual. A nossa própria visão espiritual nos dá a clareza, a compreensão e o poder de curar como fez Jesus e a demonstrar a lei divina da criação. É mais uma vez confirmado nesta seção que estas curas não provêm de um Deus que “ocasionalmente estabelece” uma lei material (CS24). Isso faz parecer que existem leis materiais estabelecidas por Deus originalmente e que agora comandam espetáculo. Então, se fizermos os apelos corretos a Deus, Ele pode nos ouvir, e depois intervir, se lhe convém. Este não é o Deus cujo Amor Jesus demonstrou curando as multidões e pregando que devemos curar assim como o Mestre fez. 

Secção 6: "Para levar a cabo o seu santo propósito, [Jesus] teve de esquecer  sua própria humanidade" [Mis. 162: 28]
Eu gosto muito de como esta lição termina dando ênfase em nosso propósito como uma criação divina evoluída. Várias coisas surgem muito carentes e falhas no sentido material da criação na  teoria de Darwin, onde o propósito é definido principalmente como reprodução / sobrevivência. Mas o propósito do Criador para a Sua criação é abençoado e santo. É um propósito que está sempre se desdobrando para todos verem e sentirem a glória. Todos os nossos passatempos, graduações, carreiras, etc., são regidos e se desenrolam pelo Espírito divino. Eles não vêm através de canais materiais; eles não são regidos por leis materiais de oferta e procura. Eles são sagrados e satisfazem, não sendo delimitados pela matéria. Como um quebra-cabeça muito completo, mas ainda se desdobrando, nosso propósito cresce, evolui, desenvolve espiritualmente, cada vez mais completo, nunca "falta" uma pécinha, mesmo quando o sentido material não possa  ver a integralidade do todo, em um ou outro momento.
Deixarei com vocês um pensamento sobre esse tipo de criação que Mary Baker Eddy compartilhou: "Eu celebro o Natal com a minha alma e assim comemoro a entrada para a compreensão humana do Cristo concebido do Espírito, de Deus,  e não de uma mulher, como o nascimento da Verdade, a aurora do Amor divino rompendo a melancolia da matéria e do mal com a glória de ser infinito” (My. 262: 12).  Isto sim, é força atômica!
_____________________________________________________
Este estudo metafísico foi preparado por Kerry Jenkins, CS, House Springs, MO (314) 406-0041, EUA.
A equipe de tradução para o português é composta por Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini, com a leitura final por Orlando Trentini, CSB.
Visite o saite www.trentinicsb.com. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB. Os Cedros são um complemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 3ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.

Metaphysical

Reason from Spirit, not matter! Let God turn mourning into dancing! - It is undoubtedly true...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page