Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: Espírito.

Kathy Fitzer, St. Louis, MO & Park City, UT
Posted Monday, February 3rd, 2014

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

Sinta o poder da Palavra!
Deixe o Espírito te mover!

Uma ajuda para o seu estudo da Lição Bíblica oferecido pelo
Acampamento dos Cedros

TEMA:  Espírito

De 3 a 9 de fevereiro de 2014.

Abreviações: Ciência e Saúde–CS;  Ciência Cristã–CC; Lição Bíblica-LB;  Bíblia-B;                                  Nova Tradução na Linguagem de Hoje  - NTLH.
__________________________________________
O primeiro verso de um dos poemas escritos por Mary Baker Eddy começa com três perguntas...:”Viste o Cristo? O verbo ouviste? Sentes de Deus o poder?” (Hino 298) Respondamos Sim! Esta lição está  cheia de referências a Deus falando e a Palavra sendo ouvida e sentida. A compreensão vem de Deus e vem a todos Seus filhos.
Texto áureo Hebreus 4:12:...a palavra de Deus é viva e eficaz,...
    Algumas coisas saltam aos olhos aqui…é DEUS quem fala. Assim sendo, sabemos que respostas e ideias corretas têm de estar sempre à mão. Como sabemos que é Deus quem fala, podemos estar confiantes de que ouviremos Sua voz e seguiremos confiadamente a mensagem que recebermos. Tudo o que temos a fazer é escutar fielmente. Qual a voz de Deus... e Sua mensagem! Vivaz, forte, ativa, operativa, energizante, eficaz e ela cura. Todo mundo em toda parte pode sentir o poder dessa Palavra!!!
Leitura Alternada, Atos 1:1-3; 2:1, 2, 4-6, 12, 14, 16, 17:    
    Embora Jesus não esteja mais fisicamente presente com seus discípulos  (ou conosco) isto não quer dizer que a missão do Cristo de salvação e instrução e cura não continue. O Espírito comunica a mensagem divina à humanidade. Os apóstolos eram os mensageiros do seu tempo. O mesmo privilégio recai sobre cada um disposto a aceitar o papel de recebedor e comunicador da Palavra. Será que NÓS estamos dispostos? No Dia de Pentecostes, descrito no segundo capítulo de Atos dos Apóstolos, milhares de judeus haviam vindo a Jerusalém para celebrar o dia santo conhecido como Pentecostes, que tradicionalmente ocorria 50 dias após a Páscoa.
    Nesse ano, em particular, Pedro deu fez sua primeira pregação nessa reunião. Ele incluiu na sua fala a profecia que aparece no segundo capítulo de Joel. Nela diz-se aos hebreus que o bem lhes será restaurado, e no versículo 28 lemos: “...derramarei do Meu Espírito sobre toda a carne.” E foi exatamente o que ocorreu ali. “De repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso...”.  A origem da palavra Espírito é vento ou sopro. E assim foi que cada um dos presentes sentiu o poder/força do Espírito e compreendeu a mensagem de Pedro “na sua própria língua”. Eles não ouviram as palavras de um homem. Eles  ouviram a Palavra de Deus e ficaram cheios do Espírito de Cristo..
    Estamos nós dispostos a deixar que o Espírito fale a nós e a outros...e reconhecer a fonte de toda sabedoria como sendo Deus e pondo o ‘eu’ fora do caminho?  Estamos nós dispostos a OUVIR a voz do Espírito levando-nos à ação, ou somos impedidos ou perturbados por aparentes barreiras de linguagem ou falhas de comunicação? Quando oramos para saber que o Espírito se comunica eficazmente a todos, podemos confiar em Deus para mostrar a sua mensagem às pessoas (inclusive governos) de todo o mundo como trabalhar  juntos, como comunicar e manter compromissos e como responder  à correta atividade do Espírito que já está presente.

Seção 1: Existência espiritual revelada através do sentido espiritual sem resistência
    Nós temos uma escolha para fazer, a cada momento de cada dia -  estamos em sintonia com o que nos informam os sentidos físicos, ou o com as informações que vem do sentido espiritual - para determinar a nossa percepção da realidade?
    Lembro-me de uma época em que eu estava muito desanimada com a vida e questionando a própria presença de Deus. Mas ao observar as maravilhas da natureza, estava convicta de que deve haver um Deus. "Os céus proclamam a glória de Deus" (B 1). E eu senti Deus silenciosamente assegurando-me de sua presença. Decidi parar de duvidar, e começar a aceitar ... mesmo que eu realmente não entendesse Deus naquele tempo. Essa simples mudança fez uma tremenda diferença e eu nunca desviei de minha determinação de que a presença de Deus era um fato, e exercer o meu sentido espiritual, a fim de sentir essa presença.
    Para mim, essa experiência aponta para a mensagem recebida pelo profeta Ageu. As pessoas estavam no meio da reconstrução do templo e estavam desanimadas com a forma como o projeto estava se desenvolvendo (tal como eu estava desanimada com a forma como a minha "vida" estava se desenvolvendo).  A mensagem de Ageu foi para não ficarem apegados no negativo, mas para tomar coragem e trabalhar. “Coragem, toda a gente deste país! Trabalhem todos, pois eu, o SenhorTodo-Poderoso, estou com vocês. [...] O meu Espírito sempre está com vocês. Portanto não fiquem com medo” (NTLH,B2). Que promessa incrível para cada um de nós, ainda hoje!
    Paulo continua esta mensagem de esperança em sua carta aos Coríntios (B4): Não podemos conhecer as coisas maravilhosas que Deus tem preparado para CADA UM de Seus filhos preciosos . Mas , nós podemos começar a ver e experimentar esses dons como aprendemos a perceber a nossa vida, a nossa experiência e o nosso mundo através de uma lente espiritual. Deus está conosco ... todos nós ... sempre , e de todas as formas. Vamos optar por ter a nossa consciência permanentemente com Ele ... estar em sintonia com Sua mensagem de harmonia e tudo de bom. Como Eddy o coloca em nosso livro texto: "o sentido espiritual eleva a consciência humana para a Verdade eterna" (CS2).  E, “O Espírito transmite a compreensão que eleva a consciência e conduz a toda a verdade” (CS3). Uma vista é sempre extensa e clara a partir de uma maior altitude. O que estamos vendo não muda, em razão de como nós estamos olhando para ele. O Espírito eleva o pensamento. Precisamos aceitar este Espírito (esta eterna presença e o poder da pureza do bem) como realidade ... e estar dispostos a responder à sua ação . Então, dê um passo além e saiba que TODOS devem responder a essa voz do Espírito (CS6). É presciso escutar essa voz divina, ela é irresistível!

Seção 2: Recusa-te a sucumbir ao mal de qualquer espécie... o Espírito conforta e cura!
    Deus, o Espírito, é tudo de bom, Ele é luz constante, sempre presente com nós! O Espírito conforta!(B6). O Espírito vence o mal e cura todas as coisas, sempre! (B5). Atualmente, há ainda uma tendência a pensar que os problemas que enfrentamos (doença, recursos limitados, violência, sofrimento, etc.) têm algum tipo de fonte... e talvez procedam de Deus, para nos acordar, punir ou nos corrigir. Mas, quando estamos preocupados com algum chamado “espírito maligno” (vindo na forma de perturbação mental ou física, como depressão) o que precisamos fazer para reprová-los? Liiteralmente, colocar a situação em julgamento, e sondar até o fundo para ver se a fonte é Deus, o bem. Se não for, submeter a situação à autoridade do Espírito Santo e deixar que a bondade que está "em você" supere aquilo que se oporia a Ele. Tão rápido como a escuridão se dissipa quando se acende uma lâmpada, assim a escuridão da crença errônea (não importa quão assustadora, generalizada, depressiva ou envolvente pareça ser) deve desaparecer (como aconteceu com Saul quando Davi tocava sua harpa), quando a presença do Espírito, que é tudo de bom, é reconhecido.
     As modernas lâmpadas que estamos usando, por vezes, precisam aquecer antes de iluminar completamente o ambiente, mas estamos certos que elas vão acender. Nós não desistimos delas e elas vao brilhar, cada uma delas. O Espírito está sempre tocando sua música reconfortante que destrói a discórdia e sempre faz brotar a luz. Não desistamos dele! Nós lemos: "O Espírito, Deus, é ouvido quando os sentidos estão calados" (CS8). Assim, eleva-te acima do testemunho dos sentidos físicos. Silencia-os, pois são impotentes. Assim como a escuridão é impotente pois ela nada é a não ser a ausência de luz.  A discórdia é apenas a falsa suposição de que haja um poder igual ou superior a bondade do Espírito. Músicos compreendem os princípios da harmonia ("a ciência da música"). Esses princípios sendo aplicados, a desarmonia não pode pendurar! Sendo os princípios da ciência do cristianismo aplicados ... e o pensamento mantido firme na sempre presença do Espírito está fechada a porta para a sugestão mental agressiva (que é toda e qualquer sensação de que o mal tenha suposta existência). O Espírito, Deus, é ouvido, visto e sentido sempre. E toda a escuridão, desarmonia, discórdia deve ceder e desaparecer! (CS11 e CS-12).

Seção 3: Fale (e cure) com a autoridade do Cristo, como Jesus fez!
    Jesus retornou dos 40 dias no deserto confiante de que as várias tentações que ele passou não tinham poder para influenciá-lo ou dominá-lo. Ele “voltou para a Galileia cheio e sob o poder do Espírito [Santo]” (Bíblia Ampliada). Quando começou seu ministério, estrava nas sinagogas, falava e curava com a autoridade conferida a ele pelo Espírito, seu Pai divino, Deus. Ao ler toda a história, vimos que quando Jesus entrou em Nazaré, sua cidade natal e identificou-se como tendo cumprido a profecia de Isaías, ele deparou-se com uma séria oposição. Ele sabia que tinha sido enviado para pregar o Evangelho - a boa nova da relação do homem com Deus - e curar e libertar a humanidade. Porém, aqueles em Nazaré não conseguiam deixar sua herança humana para trás para reconhecer o poder por trás de suas palavras. Eles o tiraram da cidade, mas ele escapou ileso e inabalável.
     Seguindo para Cafarnaum, Jesus foi novamente desafiado e desprezado, mas dessa vez por um “homem possesso de um espírito de demônio imundo”. A questão era “O que temos em comum com você?” Jesus respondeu mostrando que ele não tinha nada em comum com o mal. E  então, com autoridade, ele falou para o demônio (ou o erro) ordenando que saísse do homem. Este foi curado e a autoridade com a qual Jesus falou foi reconhecida (B11). Que autoridade era essa e podemos nós usá-la, também. A autoridade era o Cristo, que Jesus demonstrou. Eddy define Cristo como: “a ideia verdadeira que proclama o bem, a mensagem divina de Deus aos homens, a qual fala à consciência humana” (CS14).
    Jesus “foi escolhido para proclamar a palavra de Deus” de uma maneira que ele poderia entender (CS14). Essa autoridade era o Cristo universal que fala com cada um de nós. O Cristo está aqui!!! (Veja o hino 412) “O Espírito ou o poder do Amor divino” realizam o trabalho de cura. Podemos falar e curar como Jesus, quando aceitamos a autoridade do Cristo como nossa autoridade! Não tenha medo de abrir seu coração para ouvir e sua boca para testemunhar a verdade absoluta do poder todo poderoso de Deus. Não há espaço para timidez, dúvida ou sentimentos de inadequação. O Espírito é o criador. Veja as citações CS16, 17 e 18 para uma orientação mais específica sobre como exercitar essa autoridade do Cristo dada por Deus. Divirta-se! Procure por oportunidades para compartilhar a inspiração que flui do Espírito. Somos todos sanadores!

Seção 4: Seja transformado pela pureza do Espírito
    Estabelecemos que o Espírito (a Palavra de Deus) está sempre falando. Há uma única voz, como um testemunho partilhado em uma Reunião de Testemunhos de quarta-feira. Esse Espírito é todo bem e traz harmonia. E, Ciência e Saúde mostra como podemos dar testemunho à atividade desse Espírito. Eddy escreve: “Para discernir o ritmo do Espírito e para ser santo, é preciso que o pensamento seja puramente espiritual” (CS20). Não se deixe intimidar por essa declaração nem comece com a premissa depreciativa de que seu pensamento nunca será puramente espiritual. O que teria acontecido se os participantes das Olimpíadas de Inverno, a que teremos o privilégio de assistir a partir do final dessa semana, acreditassem que nunca conseguiriam ser os melhores no esporte que praticam? Precisamos começar com “a disposição de vir a ser como uma criancinha e de deixar o velho pelo novo”. E, então, continuar com “a satisfação de deixar os falsos marcos e a alegria de vê-los desaparecer” (CS24). Meça seu progresso com todos os passos dados, sejam pequenos, sejam grandes.
   Quando você tem um pote muito encardido, precisa esfregar bastante para tirar as camadas que se acumularam. Mas, se você persistir, a superfície vai ficando cada vez mais limpa e sua pureza original começa a ressurgir. Essa experiência nos diz que “as correntes calmas e fortes da verdadeira espiritualidade [...] têm de aprofundar a experiência humana [...] e o pecado, a doença e a morte cedem o lugar, para sempre, à demonstração científica do Espírito divino e ao homem de Deus, homem este espiritual e perfeito” (CS25). Da mesma forma que o sabão, e a disposição de esfregar, limpam o pote, o Espírito e a disposição “de vir a ser como uma criancinha” limpa nosso pensamento. Assim, nosso estado original de saúde, pureza e abnegação (trocar um sentido pessoal de si mesmo pelo reconhecimento de nossa identidade como semelhança de Deus) deve aparecer!
    Nicodemos reconheceu que Jesus era especial. Mas, quando Jesus disse a ele que era necessário nascer de novo para entrar no reino de Deus, ele assumiu uma interpretação literal (B14). Apesar de não podermos ver o Espírito com os sentidos físicos, sentimos seus efeitos da mesma forma que sentimos os efeitos do vento. Aceite os fatos! Confie na comunicação do Cristo que testemunha do Espírito e esteja disposto a ser uma criancinha. Desvie o olhar da carne e sua verdadeira identidade como ideia espiritual de Deus, feita de tudo o que é bom e puro. Comece com essa premissa, podemos esperar que as visões antigas e limitadas desapareçam e que a harmonia ilimitada surja cada vez mais, aqui e agora!

Seção 5: Deus nos dá a compreensão de tudo... alimente-a!
    Gosto muito de pensar na mensagem de Jó. O Espírito, o estado de ser a semelhança de Deus, e o desejo intrínseco de reconhecer esse estado está “inserido” em TODOS NÓS. E Deus provê os meios para que cada um de nós descubra o que é verdadeiro a respeito de nosso mundo e de nós mesmos (B16). O eunuco da Etiópia tinha uma posição de responsabilidade na corte da rainha. Porém, ele tinha fome espiritual. Mais do que uma posição e riqueza material, ele queria compreender a mensagem por trás das palavras do profeta Isaías. Talvez, ele tivesse sido atraído pela mensagem em Isaías 56 em que Deus promete “congregar os dispersos de Israel” (v.8), incluindo esses “eunucos e estrangeiros” que “guardam o sábado e não o profanam” (v.6). Essa descrição se encaixa perfeitamente com esse homem. Ele não podia ir ao templo, mas isso não o impedia de obter a compreensão que ansiava ter. Seu encontro com Filipe não poderia ter sido planejado por nenhum dos dois. Porém, Deus une as pessoas para o propósito de abençoar. Filipe surgiu na hora certa, e a chave de tudo era que ele estava disposto a responder à “cutucada” do Amor (“o Espírito”) e abordar esse estranho que era muito diferente de si mesmo. Filipe falava livremente sobre Jesus e compartilhava sua compreensão. E o etíope não hesitou diante da oportunidade de ser batizado. Sabemos que Filipe continuou com ele, pregando enquanto o acompanhava (B17). Somos todos tão receptivos quanto o etíope? Provavelmente não. Mas Filipe não tentou julgar quem receberia sua mensagem, ele apenas a partilhou e deixou que seu exemplo falasse mais do que qualquer outra coisa! (B18)
    A verdade absoluta da criação perfeita de Deus (Ciência divina) pode ser encontrada na Bíblia. Mas pode parecer distante e obscura às vezes. É onde entra o sentido espiritual - essa “capacidade consciente e constante de compreender Deus” está presente com todos (CS27). Quando estivermos dispostos a questionar a evidência ante os sentidos e orar, ouvir e responder à revelação da realidade espiritual, veremos cada vez mais a realidade harmoniosa de Deus expressa de maneira prática em nossa vida. Uma flor volta-se naturalmente à luz. Vamos nos ater ao fato de que é natural o pensamento voltar-se para a Verdade (CS30).
    Ao reconhecermos a espiritualidade inerente em cada um dos filhos/filhas de Deus, encontraremos oportunidades para compartilharmos de maneira que fortalecerá e trará à tona essa espiritualidade em nós mesmos e nos outros. Compartilhar não é empurrar, também não é omitir ou julgar quem achamos que está 'pronto' para pensar com mais profundidade sobre a realidade. O Cristo e a Ciência Cristã relevam tudo o que há para sabermos sobre o Espírito (CS28). Esse conhecimento é inestimável para o progresso da humanidade. Quando reconhecemos que todos já têm o espírito de Deus dentro de si, encontraremos oportunidades para vermos que a espiritualidade vem à tona. Vamos resistir ao pensamento de que temos algo que os outros não têm ou que alguém tem algo que nós não temos.    Deus está Se revelando a TODOS NÓS!

TODOS NÓS podemos sentir o poder da Palavra do Espírito! Aleluia! __________________________________________- Estudo metafísico foi preparado por Kathy Fitzer de St. Louis, MO e Park City, UT, EUA – tele 00 1 314-323-4083  e-mail:  kathyfitzer@gmail.com                               - A equipe de tradução para o português é composta por Dulcinea Torres, Leila Kommers, Elisabeth Z. Friedrichs e Ovídio Trentini, com a leitura final por Orlando Trentini, CSB.                                                                                              
- Os estudos metafísicos dos Cedros são uma ajuda para o estudo diário da Lição Bíblica, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB. Os Cedros são um complemento para a LB. A tradução em português será postada até a 3ªfeira. Leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical

Metaphysical

Wake Up from the Dream to Reality! - Are you a prophet? A spiritual seer? A prophet is someone...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page