Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

O universo de Deus: intacto e Evoluindo com precisão. Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: Tema: É o Universo, inclusive o homem evoluído pela força atômica?

Rick Stewart, C.S., Dresden, Germany
Posted Monday, June 16th, 2014

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

O universo de Deus: intacto e Evoluindo com precisão.

Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros
Uma ajuda para o estudo da Lição Bíblica
Tema: É o Universo, inclusive o homem evoluído pela força atômica?
De 16 a 22 de junho de 2014
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB

O Texto Áureo e o inicio da Leitura Alternada são tomados do Salmo 93:1. O TA dá realce ao tema central da LB, e a LA nos dá a introdução à LB. Ambos provém do mesmo Salmo. Não se tem certeza de quando esse Salmo foi escrito, nem quem o escreveu. Os historiadores o situam ao final do exílio judeu na Babilônia/Pérsia. Nessa época o rei Ciro reinava. Tanto a Bíblia como registros históricos mostram que Ciro era um rei que aprendera a respeitar as tradições de seus governados. Esses registros também indicam que Ciro estava convencido da legitimidade da religião dos judeus. E Ciro declarou o direito aos exilados judeus para que voltassem à sua terra e em Jerusalém reconstruíssem o templo. Nos links abaixo, em inglês, vocês encontrarão interessantes debates sobre aquela época.
http://biblehub.com/commentaries/guzik/commentaries/1501.htm
http://www.sacred-texts.com/bib/cv/phai/phai24.htm
http://www.sacred-texts.com/chr/calvin/cc11/cc11001.htm (Este link tem um comentário interessante sobre o Salmo 93 feito pelo teólogo John Calvin.)
É provável que essa atmosfera histórica explique porque o autor desse Salmo esteja afirmando o poder eterno de Jeová, revestido de "majestade e poder" eternamente. Poderíamos dizer que esse foi o período de afirmação.
Texto Áureo: Salmo 93:1 Reina o Senhor. Revestiu-se de majestade… (de poder se revestiu o Senhor e se cingiu. Firmou o mundo, que não vacila).
Outra versão na Bíblia (NTLH): O Senhor Deus é rei. Ele está vestido de majestade e coberto de poder. A terra está firme em seu lugar e não pode ser abalada.
Leitura Alternada: Salmo 93:1;    148:1-7, 9-13;    22:27, 28.
A Leitura Alternada inicia com o agora conhecido Salmo 93:1. Segue-se, então, o louvor. Aleluia! O Salmo 148 louva a Deus por tudo. (Louvor: expressar gratidão ou amor e respeito a Deus; expressão de gratidão, adoração, glorificação, honra, exaltação, pagamento de tributo a, venerar, abençoar). O Salmo 148, do começo ao fim, louva o Altíssimo.
Histórico do Salmo 148
Não sabemos quem escreveu o Salmo 148. E não sabemos quando foi escrito. Muitos estudiosos da Bíblia creem que o salmista escreveu esse Salmo para uso no novo templo em Jerusalém. O Salmo 148 é o terceiro Salmo de Aleluia. Aleluia significa "louvor a Deus". Louvor significa "dizer a alguém que é grandioso". Aliança é quando duas pessoas ou dois grupos estabelecem um acordo. Aqui Deus concorda em amar seu povo e ajudar quando precisassem. Seu povo concorda em amar e obedecer a Deus. © 1999-2002, Wycliffe Associates (UK) http://www.easyenglish.info/psalms/psalm148-taw.htm
É como se você estivesse voltando de um longo exílio e fica feliz de estar em casa, novamente! Imagine o povo judáico que havia sido forçado a deixar seus lares, o templo em ruinas e ir viver na cidade de seus dominadores/vencedores, a Babilônia. Imagine só como devem ter se sentido felizes voltando finalmente para casa, poder adorar a Deus como quisessem e até mesmo reconstruir seu templo e suas casas! O resultado foi louvor de toda a criação, como aparece no Salmo 148, e também de ” todos os Cedros!”
Gosto de imaginar a LB, como se estivéssemos envolvidos. Um rei invasor invade nossa terra e nos leva para longe de casa e então por meio da liberação divina (como quando Ciro, o Persa, reconheceu o “Senhor, Deus” e libertou os judeus) e somos permitidos a voltar para casa.
Nosso mundo atual, parece ter sido levado a um exílio. Nossas paisagens familiares, os sons, a proximidade da família e da sociedade, o reconhecimento de Deus como supremo, tudo parece, às vezes, ter ficado tão longe. Como dizia a introdução dos filmes Star Wars (Guerra nas Estrelas): "Há muito tempo atrás em uma galáxia longínqua..."
De algum modo esta Lição é a afirmação de que ali onde "a Matéria invasora" parece ter tomado conta do universo de Deus, destruído o templo do Espírito, exilado seus habitantes, ali mesmo "a Mente magnífica" reina suprema em majestade e poder para todo o sempre.

Seção 1: Um universo obediente a Mente
As citações da Bíblia deixam claro que Deus governa assim na terra como no céu. O Amor enche cada lar e cada sala e também preenche a "razão de existir" de cada um--de comunicar/repartir verdade, saúde e felicidade" (My). "Ao Senhor pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam" (B1,Salmo 24:1); "Eu sou Deus, o teu Deus. ... o mundo é meu e quanto nele se contém" (B3,Salmo 50: 7,12). "O Senhor fez a terra pelo seu poder; estabeleceu o mundo por sua sabedoria e com a sua inteligência estendeu os céus" (B4, Jeremias 10:12).
Acaso é Deus matéria? É Deus material? Poucas pessoas admitiriam que pensam que Deus esteja na matéria ou seja da matéria. No entanto, entregariam o mundo e o universo ao controle de algo bem diferente de Deus. O pensamento material ensina e crê que a matéria seja o fim e o tudo da existência. Aí está a "Matéria, a invasora"! A matéria, por acaso, não reclama ser a força, a fundadora, a governadora da terra, do mar, do céu e do universo?
Nem todos estavam dispostos a aceitar a prioridade e poder da matéria como fato. Mary Baker Eddy era suficientemente corajosa para afirmar claramente o que ela aprendera da Bíblia, por revelação e demonstração. Escreve ela em seu livro Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras: "As diversas doutrinas e teorias que pressupõem existirem vida e inteligência na matéria, não são mais que mitologias antigas e modernas" (CS1, p.319:16-18).
"A verdadeira teoria sobre o universo, inclusive o homem, não está na história material, mas no desenvolvimento espiritual. O pensamento inspirado renuncia à teoria material, sensual e mortal sobre o universo, e adota a espiritual e imortal. É essa percepção espiritual das Escrituras que eleva a humanidade acima da matéria e da morte e inspira a fé" (CS5, p.547:28-34).
Não estaria na hora de haver um tanto mais de louvor para o Criador, Sustentador e Mantenedor do universo? E certamente menos tempo para medo e adoração da suposta causa, a matéria? Olhares que vão além das pretensões de que a matéria esteja entronizada, quando é a Mente, Deus, quem está, podem ser vistos em lugares às vezes inusitados. Por exemplo, Albert Einstein.
Há documentos que provam que o físico Albert Einstein respeitava os pontos de vista que Eddy expressou em CeS. Por exemplo, em uma de suas visitas a uma Sala de Leitura da CC teria comentado: “…e pensar que uma mulher já conhecia isso há 80 anos atrás".

Seção 2: A abundância do universo criado pela Mente
Com o grande interesse e preocupações com as mudanças climáticas e quebra de colheitas agrícolas esta seção é fantástica. Ela inclui verdades espirituais práticas da Bíblia e Ciência e Saúde para serem aplicadas na descoberta da abundância da criação da Mente. Quando removemos temores sobre as culturas, colheitas, mudança de tempo, clima destrutivo, permitimos que a Mente divina governe tudo de forma harmoniosa. E na medida em que nós formos generosos com nosso conhecimento da verdade e amorosos descobriremos que somos capazes de apoiar com nossa oração para haver boas colheitas em nosso país e que haverá boas e bemsucedidas colheitas ao redor do globo. Não há canto da terra que não está no reino da Mente e que alegria é conhecer esse fato.
“Eles semearão as suas terras em paz; as parreiras darão uvas, a terra dará boas colheitas. E cairá chuva do céu. O Senhor Todo-Poderoso diz ao povo: …resolvi abençoar o povo… e não vou mudar de ideia” (B7,Zacarias 8:12,15).
Nate Talbot escreveu em 1977: "Conforme o grau que entendemos a Mente, Deus, como sendo o único poder, o nosso corpo responde de forma harmoniosa. Ou seja, a mente humana - a essência do corpo humano - abandona suas crenças, seus medos e dúvidas. Da mesma forma, como nós entendemos que somente o governo da Mente divina tem poder, até mesmo uma planta pode ser protegida por essa verdade."
"Os brotos novos em nosso jardim pareciam especialmente sensíveis à geada, e em várias ocasiões os perdemos. Uma primavera, após uma geada severa, os brotos foram novamente cobertos pela geada. Quando os olhei naquela manhã, lembrei-me da história bíblica dos três hebreus sendo jogados na fornalha de fogo ardente. Parece que aqueles homens vislumbraram a verdadeira espiritualidade do homem e toda a sua relação com Deus com tanta clareza que eles não foram tocados pelo efeito do fogo. A Bíblia nos fala de muitas testemunhas que "viram esses homens, e sobre os seus corpos o fogo não tinha tido poder, nem um só cabelo da sua cabeça se tinha queimado, nem as suas capas se mudaram, nem cheiro de fogo tinha passado sobre eles (ver CS3). Como uma descrição animada da proteção que se tem quando compreendemos que Deus é Amor e Ele dá apenas o bem a toda a Sua criação. Por que não deveriam as plantas ser abençoadas por esse mesmo poder protetor, quando se deparam com calor excessivo ou geada, seca ou encharcamento? Eu senti que podiam. E mais tarde naquele dia, os brotos das novas plantas estavam verdes e saudáveis.
Mary Baker Eddy reconheceu claramente a bênção que vem de uma consciência do governo de Deus. Ela escreve: "As estações do ano se sucederão com mudanças de época e marés, de frio e calor, latitude e longitude. O agricultor verá que essas mudanças não podem afetar suas colheitas" (CS p.125:22-25).
"A [planta do campo] é, fundamentalmente, uma concepção da Mente e não depende da evolução material. Esta verdade, entendida e apreciada em oração, traz proteção clara e específica para a produção de nossas lavouras (ver "Nathan A. Talbot, Protegendo Nossas Culturas, 07 de maio de 1977 Christian Science Sentinel).
Eddy escreve: "Não é por causa de algum poder propagador próprio que a árvore e a erva dão fruto, mas sim porque refletem a Mente que inclui tudo. Um mundo material implica uma mente mortal e o homem como criador. A variação divina e científica proclama a Mente imortal e o universo criado por Deus” (CS8, p.507:19).
Outro artigo poderoso sobre as nossas culturas é intitulado, "fruição", por George Shaw Cook de 21 de outubro, 1939, publicado no CS Sentinel. Você pode encontrar ambos os artigos, em inglês, nos volumes encadernados do Christian Science Sentinel em uma Sala de Leitura da Ciência Cristã, ou através da internet em http:/jsh.christianscience.com/console.

Seção 3: O domínio dado ao homem é refletir, Amor, Mente
Durante vários anos, eu morei em uma cabana em uma fazenda na Flórida Central, EUA. Era distante cerca de dois quilômetros até a casa mais próxima. Mas eu tinha vizinhos que estavam muito mais perto. Havia animais nativos como veados, porcos e perus selvagens, jacarés, cobras, tatus, sapos e pássaros de todo o tipo. Também havia um grupo de nove cavalos que viviam na pastagem que cercava a cabana. Uma das minhas responsabilidades nessa fazenda era cuidar desses cavalos. Os proprietários me pediram para eu chamar um veterinário. Assim eu concordei em procurar ajuda de um veterinário quando houvesse alguma necessidade. Mas uma noite, a égua mais velha, chamada “Molly”, me despertou à meia-noite. Ela veio até a porta da cabana, estava tossindo alto, tendo dificuldade em respirar e deitou-se no chão. Eu sabia que eu não poderia encontrar um veterinário naquela hora da noite, então eu fui para o lado dela, sentei-me com ela, e comecei a orar. Eddy explica em Ciência e Saúde que: "O homem é ideia, a imagem, do Amor; ele não é físico. Ele é a ideia de Deus, ideia composta que inclui todas as ideias corretas" (CS, p.475). Enquanto eu me sentei e afaguei “Molly” me lembrei dessas palavras. E lembrei-me que um dos meus professores da Escola Dominical tinha usado essa frase para orar pelos animais. Ele explicou uma vez que "o homem é a ideia composta de Deus, incluindo todas as ideias corretas de Deus". Isso significava que eu podia orar para curar animais e outras ideias menores da criação a partir da perspectiva "da inclusão" deles em meu pensamento perfeito. Esse professor explicou para os seus alunos, que ele gostava de orar para os animais com esta definição de homem em CS. Para ele, esse era o verdadeiro sentido de domínio que Deus dera ao homem, não dominação!
Então orei com essas palavras para “Molly” e depois de cerca de uma hora de estarmos juntos ali, sob as estrelas e no meio do universo de ideias da Mente divina, ela parou de tossir e se levantou novamente. Ela estava respirando normalmente e foi juntar-se aos outros cavalos. Mas observei uma coisa interessante. Nos próximos dois ou três dias, sempre que eu fui até a pastagem para observar os cavalos, “Molly” sempre chegava para me cumprimentar. Era como se ela estivesse dizendo: "Obrigada por me ajudar, Obrigado pela cura!"
As ideias a seguir são de citações nesta seção da LB:
“Ó Senhor, Senhor nosso, quão magnífico em toda a terra é o teu nome! Que é o homem, que dele te lembres? Deste-lhe domínio sobre as obras da tua mão e sob seus pés tudo lhe puseste” (B10, Salmos 8:1,4,6).
“Ao homem, criado por Deus, foi dado o domínio sobre toda a terra. A noção de ser material o universo é inteiramente contrária à teoria de que o homem tenha evoluído da Mente. Tais erros fundamentais introduzem falsidades em todas as doutrinas e conclusões humanas e não atribuem infinidade à divindade (CS11, p.545:10-17).

Seção 4: Josué e o dia em que o sol se deteve, milagre?
Esta é a época do ano, aqui nesta parte da Alemanha, quando acordar às 4 da manhã não é em si difícil, por quê? Porque os nossos dias são tão longos e começam tão cedo, os pássaros estão cantando, está claro no lado de fora, e quando se tem coisas para fazer você "canta com os pássaros quando o sol começa a brilhar!" E anoitece tarde aqui no meio do verão. E então na semana passada, fomos ainda mais ao norte, no Mar Báltico. As noites tinham uma luz maravilhosa até depois das 22h! Como é maravilhoso! Bem, até você tentar convencer uma criança de dois anos de idade, que é hora de ir para cama quando ainda está  claro lá fora. Minha filha argumentava: "Mas papai, não é hora de dormir, é hora de brincar, olhe, ainda está claro!" Nessa região também, quando o céu se cobre de nuvens escurece logo. Há apenas alguns dias, tivemos um dia completamente nublado. E me lembro de nosso filho Noah observando à mesa do jantar: "Parece muito tarde." As nuvens escureceram tudo e o dia parecia mais curto. Mas às vezes o que ocorre em dias como esse é que, assim como o sol está se pondo, ele chega a um ponto na linha do horizonte, logo abaixo da extensa camada de nuvens. E nesse momento seus raios dourados maravilhosamente incríveis de pôr-do-sol, por uns poucos minutos, banham a paisagem. É um tipo de luz que é tão especial, tão dourada!
Nós lemos a história da Bíblia de quando Josué e os exércitos de Israel se defenderam e aos gibeonitas contra o ataque dos amorreus. No meio da batalha Josué orou para o "sol ficar parado". E lemos que o sol parou durante várias horas e a batalha foi ganha.
"E o sol se deteve, e a lua parou, até que o povo se vingou de seus inimigos. Não está isto escrito no Livro dos Justos? O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro" (B12, Josué 10:6,8,9,12, 13).
Se você pesquisar este evento em comentários bíblicos, há muitas tentativas de explicar a sua ocorrência. A questão de como o "sol se deteve" parece ser uma pedra de tropeço para aqueles que não acreditam nas histórias da Bíblia e também para aqueles que tentam explicar os acontecimentos na Bíblia  pois não acreditam.
Estudar as citações de Ciência e Saúde (CS14 a CS17) é um bom caminho para a "compreensão" do evento anterior. Esses tipos de eventos exigem muito de alguém que acredita somente na matéria e a chamada explicação "materialmente científica" dos acontecimentos. Mas é interessante começar a aceitar a Mente, Deus como a fonte infinita do universo. Coisas que parecem impossíveis materialmente ou milagrosas para a consciência mortal podem tornar-se uma parte da vida diária.
Por exemplo, relato aqui a cura do meu pai que mostra o poder de Deus presente ainda agora para curar. Quando minha mãe e meu pai estavam casados há apenas alguns anos, meu pai obteve uma cura pela Ciência Cristã. Foi sua primeira ou uma de suas primeiras curas. Mamãe foi cientista cristã ao longo de toda sua vida. Meu pai fora criado na "First Christian Church" (Discípulos de Cristo) em Lakeland, Florida, EUA. Pouco antes do almoço, um dia, o meu pai caiu na varanda de uma pequena casa de madeira e quebrou a perna. Um colega de trabalho ajudou ele a chegar em casa. Quando o pai chegou, a mãe perguntou se ela deveria ligar para uma praticista da CC para orar por ele. Ele concordou. Em seguida, mamãe serviu-lhe o almoço. Meu pai depois de almoçar deitou-se para uma soneca. Ele acordou às 14h e anunciou que ia voltar para o trabalho. E ele o fez. Ele trabalhou toda a tarde fora e voltou para casa à noite. Quando chegou em casa, ele comentou: "Eu acho que a minha perna não estava quebrada. Afinal de contas, você não quebra a sua perna na parte da manhã e, em seguida, volta a trabalhar no período da tarde. Isso não é possível."
Bem, alguns anos depois meu pai ofereceu-se voluntariamente para servir no Exército dos EUA. Ele foi submetido a um exame físico completo, incluindo raios-x. Depois disso, o médico que deu ao meu pai os resultados dos exames e informando-o de sua perfeita saúde,  comentou: "Pela chapa do Raio X eu vejo que você teve uma fratura numa perna. Mas ela está perfeitamente curada e, provavelmente, mais forte do que a outra. Você está apto para servir.” Meu pai percebeu que tinha sido curado de uma perna quebrada em duas horas. E essa é uma das razões pelas quais ele leu todo o livro Ciência e Saúde enquanto viajava em um navio de tropas para as Filipinas durante a II Guerra Mundial.
Lemos no livro Ciência e Saúde: “Há autoridade divina para crer na superioridade do poder espiritual sobre a resistência material. Um milagre cumpre a lei de Deus, mas não viola essa lei. Esse fato parece atualmente mais misterioso do que o próprio milagre. O Salmista cantou: “Que tens, ó mar, que assim foges? E tu, Jordão, para tornares atrás? Montes, por que saltais como carneiros? E vós colinas, como cordeiros do rebanho? Estremece, ó terra, na presença do Senhor, na presença do Deus de Jacó. O milagre não introduz desordem alguma, mas revela a ordem primitiva, estabelecendo a Ciência da lei imutável de Deus. Só a evolução espiritual é digna do exercício do poder divino” (CS17, p. 34:28-9).

Seção 5: O desdobramento contínuo da Luz no universo da Mente
O desdobramento da Luz que brilha por toda a Bíblia é algo que vem inspirando gerações. A Bíblia João Ferreira de Almeida e as várias traduções das citações bíblicas B15 à B18 mostram a continuidade dessa Luz, principalmente na citação B17, Salmo 105, que relata vários exemplos de pessoas que viveram nesse desdobramento da Luz divina – Abraão, Jacó, Moisés, Arão, José.
“Então Deus disse: — Que haja luz! E a luz começou a existir” (B15, Gênesis 1:3, NTLH).
“E a terra ficará cheia do conhecimento da glória do Senhor, assim como as águas enchem o mar” (B16, Habacuque 2:14, NTLH).
(B17, Salmos 105, NTLH) – 3 Tenham orgulho daquilo que o Santo Deus tem feito. 7 Ele é o Senhor, nosso Deus; os seus mandamentos são para o mundo inteiro. 8 Ele sempre lembrará da sua aliança e, por milhares de gerações, cumprirá as suas promessas. 9 Ele será fiel à aliança feita com Abraão e à promessa que fez com juramento a Isaque.10 Deus fez uma aliança com Jacó para sempre, fez com ele uma aliança eterna. 12 Eles eram muito poucos, eram estrangeiros na Terra Prometida. 17 Então mandou na frente deles um homem chamado José, que havia sido vendido como escravo. 20 Aí o rei do Egito mandou soltá-lo; o rei de muitas nações o pôs em liberdade; 23 Depois Jacó foi para o Egito e ficou morando naquela terra. 26 Então Deus enviou o seu servo Moisés e também Arão, a quem havia escolhido. 27 Eles fizeram milagres de Deus no Egito e ali realizaram coisas maravilhosas. 43 Assim Deus tirou do Egito o seu povo escolhido, e eles saíram de lá cantando e gritando de alegria.
O fato a seguir foi tirado da My Bible Lesson produzida pelA Igreja Mãe, christianscience.com/bible-lessons/mybiblelesson. “A “terra de Cam” era outro nome dado ao Egito, pois acreditava-se que os egípcios eram descendentes de Cam, nome do filho de Noé.”
“O Senhor é Deus; ele é a nossa luz” (B18, Salmos 118:27, NTLH).
“A verdade eterna está transformando o universo. À medida que os mortais se desfazem das fraldas mentais, o pensamento se expande em expressão. "Haja luz", é a exigência perpétua da Verdade e do Amor, que transforma o caos em ordem, e a discórdia em música das esferas. As teorias míticas humanas da criação, antigamente classificadas como crítica superior, provieram de eruditos ilustres de Roma e da Grécia, porém não proporcionaram base alguma para a apreciação exata da criação feita pela Mente divina” (CS19, 255:1).
“O cristianismo do Cristo é o encadeamento do ser científico que reaparece em todas as épocas, mantendo sua óbvia concordância com as Escrituras e unindo todos os períodos no desígnio de Deus” (CS21, 271:1–5).

Seção 6: Jesus cura e demonstra que o Universo, inclusive o homem, é espiritual
Muito antes da era dos telefones, telégrafos, fax, e-mails, mensagens de texto, tuítes, telefones celulares ou satélites de comunicação, Jesus curou o filho de um nobre que estava doente em Cafarnaum. Havia mais de 30 km entre eles. Mas a distância não era obstáculo. A citação B21 (João 4:46-54), relata essa cura feita por Jesus. Aqui está a versão na Nova Versão Internacional (NVI):
46 Mais uma vez ele visitou Caná da Galileia, onde tinha transformado água em vinho. E havia ali um oficial do rei, cujo filho estava doente em Cafarnaum. 47 Quando ele ouviu falar que Jesus tinha chegado à Galileia, vindo da Judeia, procurou-o e suplicou-lhe que fosse curar seu filho, que estava à beira da morte. 48 Disse-lhe Jesus: “Se vocês não virem sinais e maravilhas, nunca crerão”. 49 O oficial do rei disse: “Senhor, vem, antes que o meu filho morra!” 50 Jesus respondeu: “Pode ir. O seu filho continuará vivo”. O homem confiou na palavra de Jesus e partiu. 51 Estando ele ainda a caminho, seus servos vieram ao seu encontro com notícias de que o menino estava vivo. 52 Quando perguntou a que horas o seu filho tinha melhorado, eles lhe disseram: “A febre o deixou ontem, à uma hora da tarde”. 53 Então o pai constatou que aquela fora exatamente a hora em que Jesus lhe dissera: “O seu filho continuará vivo”. Assim, creram ele e todos os de sua casa. 54 Esse foi o segundo sinal milagroso que Jesus realizou, depois que veio da Judéia para a Galileia.
O nobre (um oficial do governo) caminhou 30 km para ver Jesus e, embora fosse um oficial do rei, dirigiu-se a Jesus como “Senhor”. Ele tinha fé de que Jesus poderia fazer algo pelo filho. Em vez de ficar à cabeira da cama do filho com medo, aflito e angustiado, ele viajou para pedir ajuda a Jesus. E, quando Jesus pediu ao homem que fizesse algo, ele o fez. Embora o filho do homem estivesse a quilômetros de distância, quando Jesus disse-lhe as palavras, o garoto foi curado. A distância não é barreira para o poder do Cristo, o poder da Mente divina.
A precisão da Mente que governa o universo está firmemente estabelecida nesse relato. A distância não era barreira e a cura ocorreu no momento exato em que o pai falava com Jesus. Como resultado do testemunho do homem, todos seus familiares acreditaram. Sua fé foi fortalecida e o evento é uma grande afirmação do poder de Jesus. Nós – você e eu - também, deveríamos contar aos outros as coisas que o Cristo realiza em nossas vidas.

Seção 7: A matéria, a invasora, deve ceder à Mente divina, o Criador!
Essa tradução da citação B22 (Isaías 60:1, 19–21) vem da NTLH: 1 “Levante-se, Jerusalém! Que o seu rosto brilhe de alegria, pois já chegou a sua luz! A glória do Senhor está brilhando sobre você. 19 Nunca mais o sol a iluminará de dia, nem a lua, de noite; pois eu, o Senhor, serei para sempre a sua luz, e a minha glória brilhará sobre você. 20 Eu serei o seu sol e a sua lua, um sol que nunca se põe, uma lua que não para de brilhar. A minha luz brilhará sobre você para sempre, e os seus dias de luto chegarão ao fim. 21 O seu povo fará o que é direito…”
A mitologia, as crenças que exaltaram a matéria como a causa e a criadora da existência, deve ser vencida. Como os Filhos de Israel aprenderam a fazer, devemos reconhecer e louvar o Senhor Deus, em majestade e força, E, em todos os nossos desdobramentos, progressos e provas diárias, a realidade da onipotência, do poder e da glória da Mente será manifestada. Quando pensamos nisso, percebemos que não é difícil reconhecer o que sempre foi a realidade. Quem melhor para resumir esses fatos do que a mulher de quem Einstein falou, “… e pensar que uma mulher sabia tudo isso há 80 anos.”
“A Mente, suprema sobre todas as suas formações, e governando-as todas, é o sol central de seus próprios sistemas de ideias, a vida e a luz de toda a sua própria vasta criação; e o homem é tributário da Mente divina. Nem a filosofia, nem o ceticismo podem impedir a marcha da Ciência, que revela a supremacia da Mente” (CS26, 209:5–8, 11–13).
“Assim como a mitologia da Roma pagã cedeu a uma ideia mais espiritual da Divindade, assim também nossas teorias materiais cederão a ideias espirituais, até que o finito ceda lugar ao infinito, a doença à saúde, o pecado à santidade, e o reino de Deus venha "assim na terra como no céu” (CS27, 339:20–25).
“Regozijemo-nos por estarmos sujeitos às divinas 'autoridades que existem” (CS28, 249:8–9).
_____________________________________
Este estudo metafísico foi preparado por Rick Stewart, CS, rickstewartcs@aol.com,  +49 351 312 4736041
A equipe de tradução para o português é composta por Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini, com a leitura final por Orlando Trentini, CSB.
Visite o saite www.trentinicsb.com. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB. Os Cedros são um complemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 3ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.

Metaphysical

Recognize Mind, God, as the source of all good and all understanding! - Whenever — for...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page