Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Busque as dádivas do Amor: “a força, a imortalidade e o bem”! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: O Amor.

Kerry Jenkins, C.S., House Springs, MO
Posted Monday, January 26th, 2015

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

“Bem-vindo às Lições Bíblicas da Ciência Cristã!

Deus é Tudo e Ele tem grande amor por toda a sua criação.  Esse fato e nosso amor por Ele, por nosso próximo e por nós mesmos, constituem a essência das Lições bíblicas.  Elas proporcionam um mergulho profundo nesse amor, e isso tem trazido cura, conforto, reforma e regeneração às pessoas há várias gerações.

Portanto, mergulhe profundamente você mesmo [no estudo] das Lições Bíblicas e no amor de Deus! À medida que o fizer e, especialmente, na proporção em que viver esse amor, dia após dia, até mesmo, momento a momento, você verá a cura e os benefícios que dela resultam, ajudando não só a você mesmo, mas a todos que cruzarem seu caminho.” (Livrete Trimestral da Ciência Cristã, p1)
O Acampamento dos Cedros preparou este Estudo Metafísico da LB para auxiliar na sua compreensão do estudo bíblico para o tema: O Amor

Busque as dádivas do Amor: “a força, a imortalidade e o bem”!

(Este tema é estudado diariamente em 17 línguas, em todo o globo, de 26 de janeiro a 1º de fevereiro de 2015.)
Abreviações:  Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB; Bíblias: King James – KJV;
 J.F.Almeida Revista e Atual. – JFA; A Mensagem – MSG; Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;  


“…o Amor transmite a mais clara ideia da Deidade” (CS, 517:13). À medida que estudamos um sinônimo após outro, vamos  ganhando uma compreensão mais clara de Deus e podemos ter a certeza de que este tema sempre nos traz maior clareza. É rara a pessoa que nunca tenha vislumbrado ou sentido a presença do Amor, quer o chamem assim ou não. A presença do Amor ou Deus é, na maioria das vezes, sentida pelas expressões de Amor, a gentileza de um amigo, o terno cuidado de uma mãe ou um pai, o encorajamento de um professor ou conselheiro de acampamento. Essas expressões são de Deus. Texto Áureo: “[…] o amor procede de Deus” (1 João 4:7). 
Na Leitura Alternada (Ezequiel 34:1, 12, 15, 16, 22, 26, 31; 1 João 4:16), essa ternura é claramente ilustrada pelas imagens de um pastor cuidando de seu rebanho. Nessa citação, repare nas diversas maneiras em como o Amor está cuidando de seu rebanho; ele não só mantém os olhos abertos sobre o rebanho, como procura a perdida ou desgarrada e a traz de volta; “Ele cura a quebrantada” ou enferma e a fortalece. Uau! Que lista!

Seção 1: "[…] o amor é de Deus", e o homem é do Amor!
Você já se sentiu como se fosse um dentre bilhões, sem importância ou que não fosse especial? E que Deus sequer soubesse de sua existência? Esta seção realmente cobre esse pensamento! Cada passagem da Bíblia indica o terno cuidado e o amor que há em toda a criação. Você é amado pelo Amor e conhecido em todos os detalhes. Na citação B4, lemos "[…] chamando-as todas pelo seu nome" quando é falado das estrelas. Aqueles que vivem nas grandes cidades, onde há muita iluminação, esses conseguem ver apenas uma pequena fração do número de estrelas que teriam sido claramente visíveis nos tempos Bíblicos. Há áreas do globo terrestre em que ainda hoje se pode ver um céu com muitas estrelas. Esta é uma imagem que significou muito para as pessoas que viveram antes da eletricidade. Você acha que Deus saberia os nomes de todas as estrelas mas não de cada ideia que Ele criou? Certamente, Ele não só conhece as nossas identidades individuais (o significado bíblico de "nome"), como também ama cada ideia que Ele criou. Será que isso significa que Ele ama o assassino, o ladrão e outras pessoas "más"? Não. Deus, não ama as qualidades más, pois essas qualidades não são verdadeiramente uma parte da criação de Deus, portanto, não são uma parte da verdadeira identidade do ser humano, assim como elas não são parte de Deus, o Amor. Como expressão da Sua própria essência, Deus deu a cada um de nós  dádivas/presentes. Veja na citação CS4: “O Amor dá à menor das ideias espirituais a força, a imortalidade e o bem, que brilham através de tudo, assim como no botão se entrevê a flor.” Procure por essas dádivas do Amor (poder, imortalidade e bondade) no restante dessa Lição Bíblica!

Seção 2 – Todo o bem vem de Deus, podemos confiar nisso e nunca temer.
Aqui, na história de Abrão dando a Ló a escolha para as melhores terras para seus rebanhos (B6), vemos uma bela ilustração das dádivas que mencionamos na Seção anterior. Claramente Abrão está expressando o maravilhoso "bem", dando a Ló a oportunidade da escolha. E, então, Deus diz a Abrão que, em recompensa por sua fé e confiança na provisão de Deus Ele lhe dará "[…] toda essa terra que vês, eu tá darei a ti e à tua descendência, para sempre”. Este é o "poder" (ter uma propriedade praticamente significava poder naqueles dias, assim como agora), e "imortalidade", referindo-se tanto a descendência de Abraão para as gerações vindouras, quanto ao Cristo imortal, espírito do Amor que Abraão claramente possuía. Vemos isso enfatizado na citação CS7 onde diz: “Tudo o que mantém o pensamento em linha com o amor despojado de ego recebe diretamente o poder divino.” 
Culminando com a interpretação espiritual de Mary Baker Eddy do Salmo 23, podemos ver nesta seção que, mesmo quando as coisas parecem muito difíceis ou desesperadoras (passar pelo vale da sombra da morte; porei mesa farta para ti, mesmo na presença do inimigo), o Amor divino está sempre lá, antes de nós, dando-nos tudo o que precisamos para enfrentar o desafio. Na verdade, o "cálice" a que se refere este Salmo, Eddy define como "a cruz" (CS,p.35:27). Isso pode significar que a experiência angustiante ou horrível que nós não gostaríamos de passar é referida no Salmo como superação que ocorre com óleo: "Consagração; caridade; brandura;  oração;  inspiração celeste" (CS, p 592). Assim, para cada experiência difícil a enfrentar há um transbordamento, (e não apenas a adequação!), da consagração, da caridade e assim por diante. Verdadeiramente, não “temos noção” para a abundância que o Amor infinito pode e vai nos proporcionar!

Seção 3: O que a visão espiritual tem a ver com o Amor? Tudo!
Esta seção inclui a história de Eliseu dizendo ao rei de Israel, antes de ocorrer, como evitar ser emboscado pelos exércitos do inimigo. Se você acompanha a política mundial em tudo, esta seção tem algumas ideias interessantes. Eliseu era um profeta, ele percebia  os fatos espiritualmente e essa visão espiritual das coisas, não só livrou o rei de Israel e o país do exército inimigo, mas também acabou com as invasões naquela época. Ele viu toda a humanidade como sendo do Amor.  Isto incluiu o exército invasor, tanto que os apresentou ao rei de Israel indefesos e necessitados e insistindo que o rei os alimentasse e os enviasse para casa – livres – em vez de matá-los. Ter essa compreensão do único Pai-Mãe nos ajuda a ver que "uma humanidade mais elevada unirá todos os interesses na natureza divina, que é una e única" (CS14). Uma profunda mensagem tão necessária para os desafios enfrentados por pessoas e países nos dias de hoje. A citação CS11 inicia com: "Porventura são os meios materiais o único refúgio contra as possibilidades fatais?" Esta declaração ainda é rica em significado para mim por causa das ideias espirituais que me trouxe, há vários anos, quando eu vi isso em uma Lição Bíblica, certa manhã. Ela apareceu como que iluminada e eu tomei isso como uma indicação de que eu precisava parar e dar-lhe maior atenção. Orei durante bastante tempo pensando sobre essa mensagem. O pensamento que bateu na porta da minha consciência, por incrível que pareça, foi a ideia de que a vida parece  estar sujeita a estatísticas, de que tendo um número maior de crianças nascendo  "as chances são de que algo desagradável poderia acontecer a uma delas".  Ok, eu sei que é um pensamento mórbido, mas é o que me veio ao pensamento e eu trabalhei – orei – por algum tempo para refutar a sugestão do acaso ou chamadas leis de estatísticas. Depois de orar, eu me senti calma e fui capaz de seguir adiante com a leitura da Lição Bíblica. 
No final do dia, minha filha mais velha, que estava em casa vinda da faculdade, perguntou se eu gostaria de dar uma caminhada com ela, com o que eu concordei. Nós já tínhamos jantado e os meninos (três deles) estavam no sofá com Holly sua outra irmã, assistindo a um filme. Avisei-a que daríamos um passeio a pé. Nosso caminho é de mais ou menos um quilômetro e meio e nós atravessamos uma estrada de duas pistas onde os carros trafegam em alta velocidade. Fizemos uma volta pela vizinhança e retornamos. Charlie, nosso cachorro, então com dois anos, decidiu caminhar também e veio atrás de nós. Holly telefonou para mim após cerca de 20 minutos de caminhada, perguntando se Charlie estava comigo. Ele não estava. Então sugeri que ela o procurasse lá fora.  Eu desliguei o telefone e fiz uma breve pausa para oração, telefonei logo para ela e disse: "Ele nos seguiu, mas depois tomou outro rumo. Sugiro que você entre no carro e dirija pela rua e me ligue quando você o encontrar".  Ela me ligou de volta em poucos minutos e disse que ela o havia encontrado, e nós seguimos a nossa caminhada.  Por estar alerta e em constante oração, não senti medo, apesar de o nosso vizinho ter recentemente relatado que seu sobrinho de 7 anos havia sido morto naquela estrada muitos anos antes, um pensamento horrível que poderia ter dominado a minha própria consciência, se não estivesse naquele momento em profunda introspecção espiritual do Amor que eu recebi no início do dia, durante o meu estudo da LB. Ao chegar em casa quis saber os detalhes sobre onde haviam encontrado o Charlie. O cachorro tinha feito todo o caminho, atravessou a estrada e estava parado do outro lado tentando atravessar de volta para a nossa direção, foi aí que Holly o encontrou e ajudou a atravessar a autopista em segurança. Nunca, nem por um momento, eu pensei que nós tivemos "sorte".  A visão espiritual ou intuição  tem tudo a ver com o Amor! Todos nós temos acesso a essa visão porque todos nós somos do Amor.

Seção 4: O amor inspira a compaixão ativa.
A citação B12 é geralmente usada na LB como um tipo de introdução ou conexão com uma história de Jesus curando uma ou mais pessoas. Mas percebi, desta vez, que Jesus não se sentia sobrecarregado pelas "multidões" de pessoas necessitadas. Provavelmente, as necessidades delas eram óbvias, geralmente deformidades e doenças debilitantes. E, mesmo assim, ele não era movido pela pressão de curar todas estas pessoas, nem pelo aspecto físico que devia ser visível. Mas sim, "compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não têm pastor" (B12). Não é assim que ficamos compadecidos quando vemos um morador de rua, um sem teto? Ou quando somos confrontados por alguém que se comporta de maneira rude ou grosseira? Você se sente oprimido pela compaixão e pelo amor, em vez de pelo horror, ou por aflições pessoais? Jesus cura dois cegos nesta seção, que se sobressaíram nas "multidões" devido ao seu reconhecimento de Jesus como o Messias. Eles se referiam a ele como o "filho de Davi", que era um termo reservado na cultura judaica para o salvador, cuja vinda estava prevista pelo Profeta Isaías. Tendo este tipo de reconhecimento da presença e poder do Cristo faz valer este poder em nossa própria experiência. Esta atividade do Amor nos cerca em todos os tempos. A compaixão e o poder que vem com Jesus ainda está aqui hoje, trazendo a cura a cada ideia.

Seção 5: Há um só Pai, somos todos Seus filhos
Hoje em dia, e ao longo de toda história, o homem luta para compreender e aceitar esse fato – há um só Pai.  Nós mesmos lutamos de algum modo com isso quando pensamos sobre nossos desafios em nos entender com os que têm crenças diferentes das nossas. Não confunda tolerância com amor. Eliseu não “tolerava” o exército inimigo.  É fácil pensar em dar enfoque gentil e humanístico as coisas, mas a parábola que Jesus emprega para ilustrar como podemos obter a “vida eterna” (lembram-se do presente de Amor – ver Seção 2) não mexe com sentimentos humanos amáveis. Jesus escolheu propositadamente a ilustração de um judeu sendo maltratado e dois outros judeus, de certa posição social, passando de largo, enquanto o homem machucado foi resgatado por um samaritano, alguém considerado, pelos judeus, como indivíduo de “menor importância”. Essas pessoas estavam separadas por simples variações nas crenças religiosas (soa familiar?). Mas a animosidade era conhecida e Jesus apontou para isso de modo muito claro. Não é de admirar que a elite religiosa se sentisse ameaçada  pelos ensinamentos de Jesus!  Se pensamos que há um longo caminho pela frente para realmente amar os que tem opiniões e crenças diferentes, ou convicções religiosas e políticas, diferentes da nossa, podemos tomar alento na citação CS21 (p. 205:35), vendo que Eddy nos tranquiliza com o conhecimento de que: “Quando compreendemos plenamente nossa relação com Deus, não podemos ter nenhuma outra Mente senão a dEle—nenhum outro Amor, sabedoria ou Verdade[…]” Podemos concentrar nossos esforços não tanto em tentar sermos mais amáveis, mas em compreender melhor nossa própria relação com Deus, o Amor. Compreendendo isto para nós mesmos, essa compreensão se expande para nosso exterior. Ficamos menos julgadores, menos críticos e mais compassivos, tornando-nos, assim, melhores sanadores.

Seção 6: A "suprema necessidade da existência" e o "todo do homem".
A última seção, geralmente, nos dá um tipo de resumo de toda a lição.  Aqui, vejo um chamado a cada um de nós para expandir nossa compreensão de onde vem nosso amor pelo homem por praticarmos a ação do viver espiritual.  Ganhar um senso adequado "do que é que constitui o reino dos céus no homem" (CS27) é um esforço distintamente pessoal. Eddy não diz "nos homens", mas sim, "no homem". Podemos obter esta percepção divinamente espiritual que dá a segurança a nós mesmos, até mesmo a todas as nações; podemos aprofundar nossa compaixão por aqueles com necessidades ao ponto de não mais sentirmos uma separação com base nas distinções humanas – tudo isso através do esforço de obter um senso mais claro de Deus como Amor. Este é um trabalho contínuo; duvido que estejamos sempre "lá". Mas nossa totalidade como ser do Amor, uno no Amor, só pode ser descoberta e compreendida através de nossa vivência espiritual, nosso crescimento pessoal na compreensão do Amor e de nós mesmos como expressão do Amor. 
Busque as dádivas do Amor: “a força, a imortalidade e o bem”!
____________________________________________
Este estudo metafísico foi preparado por Kerry Jenkins, CS, House Springs, MO, EUA, (314) 406-0041    kerry.helen.jenkins@gmail.com
A equipe de tradução para o português é composta por Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini, com a leitura final por Orlando Trentini, CSB.
Visite o saite www.trentinicsb.com. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB. 
Os Cedros são um complemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 3ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.

Metaphysical

True Freedom Comes from Spirit! - Everyone wants to feel true joy, love, wisdom, energy. We...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page