Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Neste NATAL seja você uma testemunha ativa da Paz e da Cura. Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: Ciência Cristã.

Kathy Fitzer, St. Louis, MO & Park City, UT
Posted Monday, December 21st, 2015

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA
“Bem-vindo às Lições Bíblicas da Ciência Cristã!
"Deus é Tudo e Ele tem grande amor por toda Sua criação. Esse fato e nosso amor por Ele, por nosso próximo e por nós mesmos, constituem a essência das Lições Bíblicas. Elas proporcionam um mergulho profundo nesse amor, e isso tem trazido cura, conforto, reforma e regeneração às pessoas há várias gerações.
Portanto, mergulhe profundamente você mesmo [no estudo] das Lições Bíblicas e no amor de Deus! À medida que o fizer e, especialmente, na proporção em que viver esse amor, dia após dia, até mesmo, momento a momento, você verá a cura e os benefícios que dela resultam, ajudando não só a você mesmo, mas a todos que cruzarem seu caminho” (Livrete Trimestral da Ciência Cristã, p1).

Neste NATAL seja você uma testemunha ativa da Paz e da Cura

O Acampamento dos Cedros preparou este Estudo Metafísico da LB para auxiliar na sua compreensão do estudo bíblico para o tema: A Ciência Cristã.
Este tema é estudado diariamente em 18 línguas, agora também em chinês, em todo o globo, para a semana de 21 a 27 de dezembro de 2015.
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Bíblia Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB.
——————————————
Adorei acompanhar a lição desta semana sobre a Ciência cristã no contexto da celebração do Natal. Mary Baker Eddy escreve: “A Ciência Cristã e o Cristianismo são uma só e a mesma coisa” (CS, p. 372:20-21). A lição bíblica desta semana nos dá a oportunidade de ver a verdade dessa declaração. Podemos pensar na Ciência Cristã como o “conhecimento do Cristo”. Conhecer o Cristo significa reconhecer a luz que destrói as trevas do pecado, da doença e da morte. Significa compreender o Princípio universal do Amor que destrói o ódio e o medo. Significa aceitar a regra da cura como padrão de Deus—como demonstrável neste momento, como foi no tempo de Jesus.

Texto Áureo (Lucas 2:14): “Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem.”
Na região de Belém havia pastores. “E um anjo do Senhor desceu aonde eles estavam, e a glória do Senhor brilhou ao redor deles” dizendo: “Glória a Deus, nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem.” O Messias prometido havia chegado! Esse anúncio não era para ser perdido — era muito importante!!! O mundo nunca mais seria o mesmo. Chamou-me a atenção que a primeira glória (louvor) foi dirigida a Deus. A palavra “glória” também pode indicar o resplandecer da luz. Quanto mais me aprofundava na idéia de glória, tanto melhor compreendia a associação que Concordância em inglês Strong faz com a expressão “muito aparente” (visível). A vida e a obra de Jesus tornaram a essência de Deus mais visível ao mundo. Ele expressou plenamente o Cristo — a luz da Verdade — que revela (torna visível) a paz e a boa vontade inerentes à criação de Deus. Por meio do estudo da Ciência Cristã, vemos essa luz resplandecendo hoje de modo igualmente brilhante — e trazendo paz!

Leitura Alternada (Isaias 52:7-10; Romanos 15:4-6, 13): Paulo escreve aos Romanos que tudo o que fora escrito previamente nas Escrituras está disponível para oferecer consolo e orientação aos que vêm depois. E, Isaías assegura às pessoas de seu tempo que Deus proverá a salvação (libertação e saúde, de acordo com a tradução hebraica de Strong) da humanidade. Quer a mensagem pareça referir-se ao futuro ou ao passado, a promessa pode sempre ser aplicada à necessidade presente, porque a natureza de Deus é sempre-presente! A Bíblia A Mensagem coloca os primeiros versículos da LA desta forma. “Como são belos sobre os montes os pés do mensageiro que traz boas notícias. A informação de que está tudo bem; que anuncia as boas novas, proclama a salvação; que diz a Sião: ´Seu Deus reina´!” Certamente foi o que Cristo Jesus fez para o mundo, e que a Ciência Cristã continua fazendo.
Extraí ainda mais desse versículo, quando mergulhei mais profundamente no significado original hebraico de algumas palavras. “Pés”, pode significar “capaz de agüentar” (entre outras coisas). E, “salvação” significa “liberdade e saúde”. Bom, como em “boas novas”, não inclui apenas o que pensamos ser bom no geral, mas também pode ser “prosperidade, bem-estar e benefícios”. A salvação de Deus é total--de tudo o que se lhe opõe--e a luz do Cristo persiste em revelar a bondade de Deus. A oração de Paulo é uma oração que podemos ‘saber de cor’. “Tudo o que está nas Escrituras foi escrito para nos ensinar, a fim de que tenhamos esperança por meio da paciência e da coragem que as Escrituras nos dão. Que Deus, que é quem nos dá paciência e coragem, ajude vocês a viverem bem uns com os outros, seguindo o exemplo de Cristo Jesus! E isso para que vocês, todos juntos, como se fossem uma só pessoa, louvem ao Deus e Pai do nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 15:4-6,NTLH).
O Deus de paciência (alegre persistência) pode tornar a humanidade capaz de pensar de cada um como Jesus pensou--com amor e cura. Esta oração não se aplica só a cristãos. Traz à tona a natural bondade de todo gênero humano, e nos permite viver em paz, tendo respeito mútuo. Deus guia e cuida de todos.

Seção 1: O alvorecer do Cristo é sempre revelado aos pensadores atentos!
Um dos momentos mais tocantes para mim, numa recente visita a Israel, foi estar num campo de pastoreio de ovelhas e olhar sobre a cidade de Belém. O local era rochoso, com uma gruta para abrigar as ovelhas à noite. Em algumas épocas do ano, o pasto para as ovelhas é mais abundante. Os pastores confiantemente guiam seus rebanhos e vigiam sobre eles. Certamente, esta habilidade de vigilância, foi importante para que estivessem alertas para ver o anjo da glória do Senhor e seguirem para Belém. O mesmo se poderia dizer dos reis magos que também seguiram a estrela (B4, Mateus 2: 9). E o que dizer de José que estava muito alerta para ouvir o anjo que lhe falou em sonho para não romper seu compromisso de casamento com Maria, e ainda foi suficientemente humilde para seguir amando e cuidando da Maria, e seu filho recém nascido (B2, Mateus 1:21). A descrição de Eddy sobre os atentos pastores para verem e ouvir o anjo e os reis magos acompanhando a estrela para encontrarem Jesus na manjedoura, ela diz: “É chegada a hora dos pensadores” (CS2, p. vii). José, os pastores e os magos do oriente estavam interessados em expandir sua visão. Como resultado, a luz do Cristo alvoreceu na consciência deles. Eddy respondeu a essa luz em 1866, quando “descobriu a Ciência do Cristo ou leis divinas da Vida, da Verdade e do Amor, e denominou [sua] descoberta Ciência Cristã”. Deus apresentou essas leis a Eddy de um modo que pudesse compreender, com base em sua experiência prévia. Ela disse que Deus a vinha preparando graciosamente. E a ideia cresceu (como uma criança) enquanto era acalentada (CS4, p. 107; CS5, p. 109). Se nós estivermos dispostos a pensar — e perceber com atenção olhando para além do testemunho dos sentidos materiais — também nós veremos a luz do Cristo e todo o bem maravilhoso que essa luz revela! O Natal é uma ocasião para celebrar a esperança e a convicção de que a paz é possível, em todos os aspectos da vida — e é o presente maior de Deus! Sejamos pensadores atentos, para também nós podermos ver a plenitude do Cristo — hoje!

Seção 2: Mude de pensamento! Aceite a cura como presente de Deus – a evidência da lei de Deus em operação em sua consciência.
Que melhor presente de Natal do que testemunhar o poder de cura do Cristo?! A cura é o dom de Deus que é dado livremente a todos – a cada momento de cada dia. A cura é a consequência natural da operação da lei de Deus – a atividade do "Princípio divino". O pecado e a doença não podem mais coexistir com esta lei cada vez mais ativa, assim como a escuridão não pode coexistir com a luz, ou o erro com a verdade. Este Princípio (a Verdade inabalável), não só cura a doença, mas impede-a de se desenvolver (CS8 e CS9). Cristo Jesus demonstrou naturalmente esse poder de cura porque encarnou completamente a coincidência (o acordo ou a concordância) "entre Deus e o homem à Sua imagem". O evangelho de João descreve a aparição de Jesus à consciência humana como "a Palavra ... que se fez carne". Acho que é útil pensar na Palavra como a Expressão Divina (Strong). Jesus incorporou completamente esta expressão divina (Palavra ou Princípio), por isso, lhe era possível curar tão naturalmente. Nós também coincidimos com Deus como Sua semelhança. E, nós nunca devemos esquecer disso!!
Pense em como naturalmente a escuridão se dissipa quando alguém anda através dela levando uma lanterna brilhante. Na presença da luz do Cristo - a luz da Verdade - que Jesus plenamente expressou (e é também a nossa natureza), as crenças de doença e do pecado se dissipam naturalmente. É importante considerar a mensagem muito importante que Cristo Jesus pregou e que a Ciência Cristã mais tarde explicou com mais detalhes: "Arrependei-vos e crede no evangelho"(B8). Lembre-se de que arrepender-se significa simplesmente "reconsiderar" ou "pensar de forma diferente." Ao considerarmos a boa notícia da mensagem de Jesus de que o "reino de Deus está próximo" (pois acreditamos no evangelho) a plenitude da presença de Deus é vista. Ao nos arrependermos, reconhecemos que realmente residimos no reino de Deus - não em um corpo mortal influenciado por circunstâncias mortais. Assim, aprendemos a parar de olhar para as imagens retratadas na escuridão da crença mortal. Olhamos através da escuridão para perceber a criação de Deus como revelada pela luz do Dia. A Ciência Cristã explica que a cura acontece quando "o pecado e a doença deixam de ter realidade na consciência humana e desaparecem tão natural e tão necessariamente como a escuridão dá lugar à luz, e o pecado cede à reforma” (CS9). Nosso trabalho é arrepender-nos - sair da escuridão para a luz e aceitar que a Palavra (a Expressão Divina) continua a "habitar em nós", revelando a presença do Reino do Céu aqui e agora.

Seção 3: A luz do Cristo destrói as sombras do pecado - e busca salvar a todos.
Eu amo a parábola do pastor que busca a ovelha perd ida e a alegria com que ele a levanta suavemente sobre seus ombros e a leva para casa (B12). Não é isso que o Amor faz com todo aquele que aparentemente se desviou do reino da harmonia? Para mim, o pecado é -- a crença de que o homem se afastou da presença de Deus; a crença da separação do bem. Reconectar-se com Deus é a forma de enfrentar o pecado. Esta conexão nos tira da escuridão para a luz, onde todas as coisas boas são novamente visíveis. Paulo escreveu para o povo de Corinto: "Porque Deus, que disse: das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo” (B13). Deus resplandece a luz da Verdade em nossa consciência (ou na nossa compreensão) para nos permitir sentir Sua presença e ver a nossa unidade com o Bem. Nós lemos sobre Jesus sair – ser amigo -- com os chamados pecadores e a desaprovação dos fariseus. Mas, em sua função de pastor, Jesus viu isso como sua missão de levar aqueles que estavam perdidos de volta à segurança. Jesus, é claro, também curou os que estavam doentes. Mas, como Eddy escreveu: "a missão da Ciência Cristã, hoje, como na época de sua demonstração anterior, não tem na cura física seu aspecto mais importante” (agora como no no tempo de Jesus). A maior missão do poder-Cristo [é] “tirar os pecados do mundo" (CS13). Para mim, o que faz a Ciência Cristã ser única é o entendimento que ela proporciona da conexão entre o mental e o físico. esperamos que o físico mude à medida que ocorrem as mudanças de pensamento. Então, quando o pecado é curado (equívocos mudaram e a crença da separação foi destruída) segue o funcionamento harmonioso do corpo. A lei de Deus (de que a graça salvadora vem a nós e nos leva para casa) liberta naturalmente toda a humanidade do pecado e da doença. Mas, temos que começar vendo a destruição do pecado conforme a vida de cada um vão sendo elevadas para fora de suas falsas concepções e elevando-as acima de "seus pobres modelos de pensamentos" para a luz e a liberdade do reino do céu na terra (CS10).

Seção 4: A regra (padrão) de cura é confiável e demonstrável.
Jesus consistentemente demonstrou a suprema bondade de Deus, libertando as pessoas de limitações físicas e de doenças (CS14). Jesus percebeu uma mulher que “andava encurvada, sem de modo algum poder endireitar-se”(B16, Lucas13:10-13). Ficara ela incapacitada por 18 anos. Ele a chamou e a tocou. E ela foi curada imediatamente. Poucos naquela época entenderam como esse tipo de cura era possível. Através de sua descoberta da Ciência Cristã, Mary Baker Eddy nos permitiu ver que a cura é o resultado natural da mente humana (consciência ou percepção) cedendo à Mente divina. A Ciência Cristã é a Ciência - ou o conhecimento do Cristo (a Verdade). Acho que é proveitoso pensar no Cristo como a essência da natureza de Deus, ou a expressão dessa natureza divina. É claro que nada dessemelhante a Deus pode existir onde a natureza de Deus existe. A escuridão não pode existir na presença da luz solar. Tendo isso em mente, esta declaração pode ser um incentivo: "A Ciência Cristã traz ao corpo a luz solar da Verdade, que revigora e purifica". Nesse mesmo parágrafo, lemos que “a Ciência Cristã age como um alterante” (CS16). Um alterante provoca alteração e tem o poder de restaurar as funções saudáveis ​​do corpo (Webster, 1828). Uma lista longa segue esta declaração sobre as maneiras em que esta Ciência (o conhecimento de Cristo ou Verdade) afeta positivamente o corpo. O que é que está realmente sendo tocado pelo Cristo? É a consciência humana. A mensagem de Deus para o homem que é Sua idéia altera a percepção. Analisando o exemplo da Bíblia (B16) a mulher que Jesus curou pensou sobre si mesma daquela maneira por 18 anos. O toque de Jesus foi a expressão exterior da luz do Cristo que tocou a consciência desta mulher e mudou sua perspectiva. Este toque iluminou seu pensamento, revelando a criação eterna do seu Deus - para sempre na posição vertical perfeita e completa. O corpo não precisava mudar - apenas a percepção da mulher. Você já viu algo magnífico e quer compartilhar sua percepção com outra pessoa? Muitas vezes, a outra pessoa apenas não está olhando para o lugar certo. Às vezes, é útil virar fisicamente os ombros ou a cabeça da outra pessoa e apontar seus olhos para o local até que a imagem se torna aparente para ela. Nada mudou, exceto a percepção. "O efeito da Ciência [Cristã] consiste em sacudir a mente humana, levando-a a uma mudança de base, sobre a qual possa ceder à harmonia da Mente divina” (CS16). Para mim, é como o efeito de tomar o amigo pelos ombros e dirigir a sua atenção para o que ele ainda não tenha visto. Em ambos os casos, o pensamento se volta para o que não havia sido visto ou experimentado. A cura é uma regra a ser demonstrada - algo a ser "posto em prática" (CS16 e 17). Ajudou-me a olhar mais profundamente para o significado da palavra “governar”: autoridade suprema; o que é estabelecido como um princípio ou padrão (Webster, 1828). Isso é muito diferente do que um conjunto de regras que devem ser seguidas humanamente. Aprendemos que é "o Espírito Santo e Cristo, que permite [a nós] demonstrar, com certeza científica, a regra da cura". "Mantém perpetuamente o pensamento – de que é a ideia espiritual, o Espírito Santo e o Cristo, que te habilita a demonstrar, com certeza científica, a regra da cura baseada em seu Princípio divino, o Amor, que está por baixo, por cima e em volta de todo o verdadeiro existir” (CS17). Deus ama todos os Seus filhos. Ninguém está fora ou além do toque gentil da presença de Deus (o Espírito Santo e Cristo) dirigindo a consciência para ver a sempre presente força e totalidade que é a expressão do Princípio divino, o Amor - o templo do Deus vivo. Isso é o que todos somos!

Seção 5: Reconheça sua unidade com Deus e receba de braços abertos o Consolador prometido.
Jesus nunca disse que tinha poderes especiais. Nem sugeriu que ficaria para sempre na terra. Ele tinha certeza, entretanto, de sua unidade com seu Pai divino. Jesus prometeu que aquele que “cresse” nele, também creria em Deus - não em um Jesus humano - e receberia, assim, a luz do Cristo e nunca viveria na escuridão (B17). Confiar em Deus livra-nos da escuridão do medo, ou de qualquer estado de guerra ou conflito (físico ou mental). A palavra grega para “crer” pode ser traduzida como “comprometer-se a confiar o bem-estar espiritual de alguém a outro alguém”. A unidade de Deus e Seu Cristo é apresentada em João 14:23. O trabalho do homem é amar o Cristo (a Verdade) e seguir os ensinamentos de Jesus. Em troca, o amor de Deus será visível. E, Jesus acrescenta: “viremos para ele e faremos nele morada”. O fato de sermos “nós” me saltou aos olhos. Deus e Seu Cristo - a presença tangível de Deus (Vida e Amor) chegando à consciência humana - como Princípio e a atividade desse Princípio. Jesus prometeu que Deus enviaria seu Consolador (ou Espirito Santo) em “seu nome”. Esse Confortador permanente, comunicando eternamente ao mundo a mesma mensagem que Jesus comunicou. Essa mensagem é de paz. E é o tipo de paz que não depende das circunstâncias humanas. É um estado de paz duradoura que não pode ser perturbada. Esta paz remove o medo e traz a cura (B18). Podemos reagir e curar qualquer coisa que nos aterrorize, seja qual for o nome ou a natureza dessa coisa. O livro-texto da CIência Cristã identifica esse Consolador como a Ciência DIvina. As citações nessa seção contêm referências à Ciência Cristã e à Ciência Divina. Sendo assim, achei que seria útil mencionar essa declaração da p. 127 de Ciência e Saúde: "Os termos Ciência Divina, Ciência Espiritual, Ciência do Cristo ou Ciência Cristã, ou apenas Ciência, a autora emprega de forma intercambiável, segundo as exigências do contexto.” Essa Ciência é “o sistema científico de cura divina”. Quando nos doamos por completo a Deus, conseguimos demonstrar o poder do “sempre atuante Princípio divino” para curar, como Jesus fazia. Estamos conscientes da presença do Consolador sanador. Devemos sacrificar todo o senso pessoal, a responsabilidade pessoal e o ego pessoal e “o que tem de terrenal no altar da Ciência Divina”. Assim, podemos esperar encontrar paz verdadeira para nós mesmos e para o mundo (CS19 e 20).

Seção 6: O consolo da Verdade inclui a todos – e a glória de Deus está revelada.
Parece que ainda estamos esperando o cumprimento da promessa de Isaías de que a "morada" do Senhor será estabelecida e as nações se voltarão a Deus para resolver suas disputas e que Ele será o juiz. Assim, não haveria mais guerras e as armas seriam transformadas em ferramentas úteis (B20). Um tal estado do existir parece ser impossível de alcançar. Mas não vamos aceitar essa premissa! Em um esforço para incentivar aos Coríntios para não desanimarem, Paulo escreveu: ”Procurem ser corretos em tudo. Escutem bem o que eu digo. Tenham todos o mesmo modo de pensar e vivam em paz. E o Deus de amor e de paz estará com vocês” (B21, NTLH). Grande conselho! Nosso livro-texto também oferece palavras de encorajamento. Esses são os princípios enunciados pela Ciência Cristã e nos quais podemos confiar e seguir:
(1) Deus é Todo-poderoso – a própria fonte do amor e da paz (CS21).
(2) Todos os homens tem em realidade “um só Deus e Pai, uma Vida, Verdade, e Amor”. À medida que compreendermos e praticarmos isso, vivendo em harmonia com nosso Pai, assim como fez Jesus, teremos a Mente que havia em Cristo Jesus e seremos capazes de ver através da névoa da mortalidade até a realidade da unidade (CS22).
(3) Recuse-se a perder a esperança! Confie que a Vida, a Verdade e o Amor, como forças reais e tangíveis, estão abraçando a consciência humana e alinhando os pensamentos com a bondade universal, permitindo que as promessas de Isaías sejam cumpridas! (CS 23 e 24).
Como cientistas cristãos, temos uma responsabilidade especial para com o próximo e com nosso mundo, de elevar nosso senso de Natal: Celebrar, como Eddy explica, “O acolhimento na compreensão humana do Cristo concebido do Espírito, de Deus, e não de uma mulher - como o nascimento da Verdade, a aurora do Amor divino rompendo sobre a escuridão da matéria e do mal com a glória de ser infinito" (Escritos Diversos p. 262:13). A presença curativa do Espírito Santo está ativa hoje. Não ficamos gratos por saber disso? Nada está distante da ajuda e da esperança. Nada é difícil demais para Deus. Nada é incurável! Passo-a-passo podemos ver isso demonstrado em nossa vida – e no mundo.
—————————————
Este estudo metafísico foi preparado por by Kathy Fitzer, CS, 314-323-4083 kathyfitzer@gmail.com
A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini, com a leitura final por Orlando Trentini, CSB. Visite o site www.trentinicsb.com. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB.
Os Cedros são um complemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 3ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical

Metaphysical

Wake Up from the Dream to Reality! - Are you a prophet? A spiritual seer? A prophet is someone...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page