Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Peça a Deus por sabedoria e descubra a inteligência que Deus lhe deu! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: A Mente.

Kathy Fitzer, Lake St. Louis, MO
Posted Monday, August 17th, 2015

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA
“Bem-vindo às Lições Bíblicas da Ciência Cristã!
Deus é Tudo e Ele tem grande amor por toda a Sua criação. Esse fato e nosso amor por Ele, por nosso próximo e por nós mesmos, constituem a essência das Lições bíblicas. Elas proporcionam um mergulho profundo nesse amor, e isso tem trazido cura, conforto, reforma e regeneração às pessoas há várias gerações.
Portanto, mergulhe profundamente você mesmo [no estudo] das Lições Bíblicas e no amor de Deus! À medida que o fizer e, especialmente, na proporção em que viver esse amor, dia após dia, até mesmo, momento a momento, você verá a cura e os benefícios que dela resultam, ajudando não só a você mesmo, mas a todos que cruzarem seu caminho.” (Livrete Trimestral da Ciência Cristã, p1)
O Acampamento dos Cedros preparou este Estudo Metafísico da LB para auxiliar na sua compreensão do estudo bíblico para o tema: A Mente

Peça a Deus por sabedoria e descubra a inteligência que Deus lhe deu!

Este tema é estudado diariamente em 17 línguas, em todo o globo, de 17 a 23 agosto de 2015.
Abreviações: Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB; Bíblias: King James – KJV;
J.F.Almeida Revista e Atual. – JFA; A Mensagem – MSG; Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;

Que momento oportuno e grandioso para esta lição sobre a Mente! Muitos já retornaram às escolas no hemisfério norte. Outros estão se preparando para um novo semestre. É uma oportunidade maravilhosa para todos nós (quer tenhamos ou não algo a ver com o cenário acadêmico) afirmarmos que a fonte de toda sabedoria e inteligência é Deus – a Mente onisciente. Como a Declaração Científica sobre o Existir diz: “Tudo é a Mente infinita e Sua manifestação infinita” (CeS, p.468). Isto significa TUDO – sem exceções. Então, vamos trabalhar nesta semana para compreender porque é absolutamente INVERÍDICO que algumas pessoas possam ser mais inteligentes do que outras, ou que algumas pessoas sempre estejam mentalmente por cima enquanto outras têm que labutar. Não é assim que Deus atua! Precisamos ficar alertas para conscientemente enfrentar a crença de que o cérebro seja o controle central do homem e que possa fraquejar ou sofrer danos. CADA UM DE NÓS é a plena expressão de uma Mente perfeita – que tudo sabe e tudo expressa. Reivindique isso para si mesmo e para os outros!

Texto Áureo – Provérbios 2: 6: “Porque o Senhor dá a sabedoria, e da sua boca vem a inteligência e o entendimento”.
Ao aceitarmos esse fato espiritual, capacitamos as pessoas a expressarem a inteligência necessária para realizar o que for preciso. TODOS têm a compreensão para descobrir a solução dos problemas que lhes cruzam o caminho e de fazerem as melhores escolhas para abençoar a todos. Vamos dar a Deus o crédito e não mais haverá os “que têm” e os “que não têm” quando se trata de ter conhecimento do que é necessário saber sempre que seja necessário saber. Todos podem ter êxito quando são envolvidos pela sabedoria de Deus!

Leitura Alternada – Provérbios 3: 13-19, 21, 22: 16: 1, 3.
Gosto da mensagem de que achar a sabedoria e adquirir entendimento nos faz felizes! O discernimento sadio e inteligente é uma “árvore da vida” – que conduz a bênçãos contínuas, assim como aquela árvore que dá frutos e nunca fenece ou morre. Essa sabedoria parece ser algo que cada um nós gostaria de ter! A última frase da LA nos diz como obter essa sabedoria e entendimento. Nossos pensamentos são “estabelecidos” (determinados a serem verdadeiros e certos) quando confiamos nossas obras (pensamentos e atividades) a Deus. Precisamos perguntar-nos se estamos buscando a opinião de outros para nossa orientação – ou vamos direto a Deus em oração? Todos nós temos acesso direto à fonte de toda sabedoria. “Deus é a Mente […]” e assim, como reflexo da Mente, temos toda a sabedoria e entendimento que precisamos ter ou demonstrar. Ao nos volvermos a Deus como a única fonte da inteligência (sabedoria e entendimento) saberemos sempre o que precisamos saber no momento em que nos for exigido.

Seção 1: Vá à fonte e peça a Deus por sabedoria.
Salomão entendeu duas coisas que o tornaram um grande governante. Ele necessitava de sabedoria mais do que qualquer outra coisa se quisesse ter sucesso em seu projeto de governo; e, em segundo lugar, precisava reconhecer que Deus tinha todas as respostas. Salomão foi humilde para pedir a Deus a sabedoria que precisaria para ser um líder honesto e eficaz (B2). A Bíblia se refere a Deus como a fonte de toda a sabedoria, e Mary Baker Eddy entendeu que isso significa que Deus é a própria Mente – a origem única de todo o pensamento verdadeiro. Ela coloca em itálico para mostrar que esse é um ponto muito importante: “Deus é a Mente e Deus é infinito; portanto, tudo é a Mente” (CS1). Outro lugar em que ela usa itálico é no Glossário, na definição da Mente: “[…] não aquilo que está NO homem, mas no Princípio divino, Deus, de quem o homem é a plena e perfeita expressão” (CS2). Salomão demonstrou o que MBEddy entendeu ser verdadeiro para todos nós. “[…] As capacidades humanas se aperfeiçoam na proporção em que a humanidade alcança o verdadeiro conceito a respeito do homem e de Deus” (CS6). Quando você precisar saber como levar avante algum projeto, peça a Deus com confiança e espere ouvir dEle uma resposta.

Seção 2: A inteligência não se origina no cérebro.
Quando a Bíblia foi escrita, não havia nenhuma menção sobre ser o cérebro o centro da inteligência. Ao contrário, a Bíblia fala sobre a sabedoria não estar na terra ou no mar e, no entanto, aceitamos outra teoria falsa de que o cérebro é a sede da inteligência e que o corpo tem sensação. A Ciência Cristã transforma esta visão errada com uma pergunta: “Como pode a inteligência residir na matéria, se a matéria não tem inteligência e os lóbulos do cérebro não podem pensar?” (CS10). Eu concordo!!! Quando eu era criança, vi um cérebro dentro de um frasco de vidro, conservado em formol. Ver aquilo deixou-me uma impressão permanente. Não fazia sentido para mim que aquele pedaço de matéria pudesse ser a fonte da inteligência. Então, de onde vem a inteligência? Da Mente infinita fora da matéria – e que é refletida pelo homem – cada um de nós. A Mente é Deus e, assim, a Mente é o bem onipotente, onipresente e onisciente! Aceitar este fato liberta-nos da crença de que a inteligência se origina no cérebro ou possa ser boa e má, forte ou fraca. O tamanho ou as condições do cérebro nada tem a ver com a inteligência. À medida que compreendermos este fato – e resistirmos à tentação de medir o QI (ou Quociente de Inteligência), ou de acreditar que a mente possa ser perdida ou perturbada, veremos mais claramente a evidência de Deus – a Mente – governando TUDO! Eddy reconhece que o senso corpóreo sugere que haja mente na matéria – separada de Deus – suscetível à limitação e ao mal. Desta forma, ela deu a essa sugestão o nome de “mente mortal” (CS11). Para mim, o ponto crucial dessa citação é que a Ciência Cristã – o conhecimento da Verdade – utiliza a expressão mente mortal “para designar aquilo que não tem existência real”. Temos de lidar com a mente mortal (a suposição de que haja mente na matéria e mal na mente), assim como lidamos com as trevas – conhecendo a mente mortal apenas como uma suposição contrária do que é real (da Mente e da luz). Não precisamos temê-la e ela não pode ser medida. Assim silenciaremos o falso testemunho e veremos o que a Mente divina está revelando!

Seção 3: Único Ego – a Mente.
O rei Nabucodonosor teve de aprender uma grande lição sobre a natureza errônea da sua arrogância. Sob o reinado dele, a Babilônia tornou-se a mais poderosa cidade-estado da região. O problema era que ele queria ficar com todos os méritos! Tendo sido extremamente arrogante, acabou por ser afastado de seu reino até que reconhecesse que “o Deus Altíssimo domina todos os reinos do mundo e coloca como rei quem ele quer” (B10). Nabucodonosor sofreu de insanidade por 7 anos e viveu entre bestas selvagens fora da cidade. Mas quando voltou-se à Deus, dando à Ele o mérito por todo o bem que havia realizado, tudo lhe foi restaurado. Não importa o que aconteça, todos nós temos de aprender que “o Ego é a Mente, e de que existe só uma Mente ou inteligência” (CS14).
Ficamos em apuros quando começamos a pensar que nossa habilidade, nossos talentos, e nossa inteligência são os responsáveis pelo sucesso que experimentamos. Assim como está ilustrado na história bíblica, se pensarmos que as habilidades, talentos e inteligência são pessoais, então estes também poderão ser perdidos. Ainda assim, eu amo o fato de que esta história inclui cura! Compreender que o único Ego é a Mente “começa de imediato a destruir os erros do senso mortal e a proporcionar a verdade do senso imortal”. Então, quando paramos de pensar no cérebro como sendo o centro de controle do homem, e “os nervos, os ossos, o cérebro, etc.” passam a ser reconhecidos como “servos em vez de senhores,” a saúde é restaurada (CS14). Nunca é tarde demais para a saúde plena ser restaurada!
Se reconhecemos um cérebro material como sendo a fonte do raciocínio, então, este pode ser perdido, resultando na crença de insanidade, demência ou numa variedade de outros “problemas mentais”. Fiquei impressionada com o fato de que o ódio está incluído nesta lista de erros (CS16). Podemos recusar-nos a ficar impressionados por qualquer que seja a parte do corpo que queira alegar estar doente. O tratamento é o mesmo se o problema se lhe pareça mental ou físico. A chave é “abandonar a delusão de que exista mais de uma Mente, mais do que um Deus”. E, então, “o homem à semelhança de Deus aparecerá, e esse homem eterno não incluirá, nessa semelhança, nenhum elemento material” (CS17). Nunca é tarde demais para abandonar a falsa visão de um ego pessoal e reconhecer a Mente divina como o centro controlador de todas as coisas. Deus é o responsável por todo o bem que já se deu! À medida que isso for reconhecido, nossa condição muda e estamos livres para sermos a janela de Deus para o bem!

Seção 4: Entender o controle da Mente divina sobre o corpo leva à cura.
Esta seção inclui a história de um homem que traz o filho a Jesus para ser curado de uma doença que o atormentava desde a infância. O menino foi descrito como estando (B13, NTLH) "dominado por um espírito mau e não pode falar”. Jesus repreendeu os discípulos por sua falta de fé que os tornara incapazes de curar o menino. Os sintomas pareciam ser bastante dramáticos. Os discípulos provavelmente ficaram alarmados pelos sintomas e não puderam ver além deste quadro de imperfeição. Mas Jesus foi sensível e compassivo, o que lhe permitiu ver o filho de Deus, livre de perturbações. Ele falou com autoridade “Espírito surdo-mudo, saia desse menino e nunca mais entre nele" (NTLH).
Fiquei impressionada com algumas coisas. Uma delas foi o amor que Jesus manifestou – livre da dúvida ou do medo, apenas amor. Em segundo lugar, a autoridade com que Jesus falou, verdadeiramente reconhecendo que o problema não estava fixado ao menino. Ele entendeu que, como o "espírito" não era de Deus, não tinha nenhum princípio ou lei para apoiá-lo. Assim, ele não tinha poder para resistir à ordem de Jesus. Como Mary Baker Eddy descobriu (e demonstrou): "A doença não é uma inteligência que possa disputar o império da Mente ou destronar a Mente e tomar o governo nas suas próprias mãos" (CS19). A Bíblia nos assegura que "temos a mente de Cristo" (B14). Isso significa que temos a mente da Verdade, ou a Mente que é Deus. Jesus entendeu que ele não curou por meio de algum poder pessoal, e não precisou destruir uma doença real. Ele entendeu que a doença e o pecado são erros que Cristo, a Verdade, naturalmente destrói (CS20). A fim de curar como Jesus curou, temos uma decisão consciente a tomar.
São a doença e a morte que governam o corpo ou é a Mente divina? Entender que é a Mente divina que governa "todas as funções do homem real" leva a mente humana a desistir de sua crença na necessidade de doença, de pecado e de morte (CS20 e 21). A disposição para reconhecer que o nosso corpo é regido pela Mente nos coloca no caminho para a cura. Que alívio saber que "o sangue, o coração, os pulmões, o cérebro, etc. nada têm a ver com a vida, Deus" (CS21). Então, nós não temos que nos preocupar com a condição de discórdia do corpo mortal e nem ter medo dela, mas podemos dar toda a nossa atenção para o estado de harmonia e em como funciona a ideia da Mente eternamente!

Seção 5: Peça a Deus sabedoria. Não há nada demasiado difícil para a Mente divina!
É sempre uma boa oportunidade para se aprender mais. A Bíblia nos diz: "adquire a sabedoria, adquire o entendimento. […] sim, com tudo o que possuis adquire o entendimento. [Ame a sabedoria, e ela o tornará importante; abrace-a e você será respeitado (NTLH)]. Retém a instrução e não a largues; guarda-a, porque ela é a tua vida” (B16). E nos diz ainda: “Se porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida” (B17). A Mente se expressa naturalmente na inteligência de cada uma das suas ideias! A chave aqui é reconhecer Deus como a fonte, e saber que a Mente é refletida pelas ideias repletas de sabedoria. Nunca devemos aceitar a mentira de que alguns são "mais inteligentes" do que outros! Nunca devemos aceitar a limitação para nós mesmos ou para outros. Deus não faz isso. Nem o QI, nem o nível de educação ou a condição do cérebro determinam o que somos capazes de fazer.
"Só a Mente possui todas as faculdades (habilidades), toda a percepção (recepção de conhecimento) e compreensão (entendimento)” (CS24). Assim como os raios do sol não fornecem individualmente mais luz e calor um do que o outro, a Mente divina não dá a qualquer uma de suas ideias mais inteligência. A Mente infinita não pode jamais ser reduzida a um estado de mortalidade. A expressão completa da Mente não tem nada a ver com a "organização material e a matéria não inteligente", ou seja, o cérebro (CS25). Portanto, não podemos cair na armadilha de pensar que alguns "são brilhantes" e outros não! Todos nós somos capazes de fazer tudo o que precisamos fazer e entender tudo o que precisamos entender, porque não o fazemos por meio de uma habilidade pessoal, mas pela nossa habilidade de espelhar. Um objeto localizado no meio de uma sala cheia de espelhos será refletido igualmente por todos os espelhos. A imagem pode ser ligeiramente diferente (várias facetas do mesmo objeto trazidas à luz em cada imagem), mas cada uma será uma representação completa das qualidades do original! Assim é com a nossa expressão individual da Mente divina! Podemos entender esta lei da Mente divina que governa "o universo, inclusive o homem". Ela foi-nos mostrada para aumentar a capacidade e expandir as habilidades de cada um.
A pessoa que reconhece Deus como Mente faz com que o pensamento se torne "mais elástico", capaz de maior resistência, "desprendendo-se um tanto de si mesma" (o que, para mim, significa que romper limites que, por vezes, colocamos em nós mesmos) e acaba por requerer menos repouso (CS28). Essas são as coisas boas que temos de alcançar simplesmente começando com Deus como Mente em vez de um senso mortal da mente em um cérebro. Ainda precisamos estudar e ir para a escola? Sim, temos muito para aprender!!! Na verdade, não devemos jamais parar de aprender, porque é assim que expressamos mais e mais da infinitude da Mente divina! Eddy fala que: "A instrução acadêmica adequada é indispensável. A observação, a invenção, o estudo e a originalidade de pensamento tendem a se expandir e deveriam levar a mente mortal a sair de si mesma, para fora de tudo o que é mortal” (CS27). Quando surgem os desafios devemos pedir a Deus sabedoria e esperar com fé, para receber tudo o que precisamos e muito mais!

Seção 6: Seja guiado pela Mente divina – Ela direciona nosso caminho!
Estamos constantemente tomando decisões sobre nosso próximo passo. A decisão pode ser simplesmente sobre o que vestir, o que comer ou o que fazer em determinado momento. Ou, pode parecer ser algo monumental e que vai mudar a nossa vida. Não importa. Quando nos volvermos a Deus com consistência para que Ele nos guie nas "pequenas coisas", nos sentiremos confiantes para que a Mente, Deus, nos guie nas "grandes coisas” também. Sempre nos sentiremos abençoados quando nos lembrarmos de seguir Provérbios 3:5,6. Esta versão (NRSV – Nova Versão em Inglês Standard Revisada) me traz um novo entendimento: "Confie no Senhor de todo o coração e não se apoie na sua própria inteligência [ou percepção]. Lembre-se de Deus em tudo o que fizer, e ele lhe mostrará o caminho certo." Vamos analisar algumas definições. Inteligência ou percepção = uma compreensão profunda e intuitiva de uma pessoa ou coisa. O problema é que nossas percepções são geralmente baseadas na opinião mortal em vez de na realidade espiritual. Devemos gastar menos tempo pesando os prós e os contras antes de tomar algumas decisões e começar a trabalhar para compreender mais a respeito de Deus como sendo nosso Pai/Mãe, a Mente, onisciente e todo amor, que sabe o que é melhor para cada um de Seus filhos e filhas, e prepara a todos nós para o sucesso. E, finalmente, confiar em Deus para que Ele lhe mostre o “caminho certo", nos assegura que mesmo que pareça que tenhamos cometido erros no passado, a Mente onipotente corrige, governa e endireita as estradas tortuosas para que nossa caminhada conduza sempre a bênçãos (B18).
Podemos ter certeza de que qualquer decisão que tomarmos por termos ouvido a orientação de Deus (dando o nosso melhor no momento) pode abençoar a nós e a outros. Talvez não percebamos esta bênção no início, principalmente se estivermos presos na visão mortal. Mas a chave está em aceitar a verdade desta declaração: "Tudo o que realmente existe é a Mente divina e sua ideia, e se constata que, nessa Mente, o inteiro existir é harmonioso e eterno" (CS31). E depois, seguir estes três passos: (1) "ver e reconhecer esse fato", (2) "ceder a esse poder", (3) e "seguir as diretrizes da verdade". Se aceitarmos que de fato habitamos como ideias na Mente e desejamos de todo coração ceder à harmonia desta Mente (deixando de lado o ego, o orgulho, a vontade própria) descobriremos a possibilidade do mesmo tipo de ordem que existe no princípio de números e notas musicais. Nunca é tarde para descobrir o "caminho reto" que nos leva ao progresso e às bênçãos. Este caminho pode nem sempre parecer fácil, mas o Amor sempre nos manterá em segurança, quando aprendermos a ouvir a orientação da Mente em TUDO o que pensamos e fazemos.
____________________________________________
Este estudo metafísico foi preparado por Kathy Fitzer, CS 314-323-4083 EUA - e-mail: kathyfitzer@gmail.com
A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini, com a leitura final por Orlando Trentini, CSB.
Visite o saite www.trentinicsb.com. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB. Os Cedros são um complemento para a LB.
O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 3ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.
________________________________

“Filhos escutem. Prestem atenção
e compreenderão as coisas. O que eu ensino é bom.”
“É o Senhor quem dá a sabedoria.
A sabedoria e o entendimento vem dEle.
Ele dá ajuda e proteção a quem é direito e honesto.
Deus protege os que tratam os outros com justiça.”
(Provérbios 4:1,2; 2:6-8, NTLH.)

Metaphysical

True Freedom Comes from Spirit! - Everyone wants to feel true joy, love, wisdom, energy. We...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page