Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Uma necessidade de última hora? Nunca é tarde ou pesado demais para a verdadeira substância do amor de Deus suprir! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: A Substância.

Rick Stewart, C.S., Dresden, Germany
Posted Monday, September 7th, 2015

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

“Bem-vindo às Lições Bíblicas da Ciência Cristã!

Deus é Tudo e Ele tem grande amor por toda Sua criação. Esse fato e nosso amor por Ele, por nosso próximo e por nós mesmos, constituem a essência das Lições bíblicas. Elas proporcionam um mergulho profundo nesse amor, e isso tem trazido cura, conforto, reforma e regeneração às pessoas há várias gerações.
Portanto, mergulhe profundamente você mesmo [no estudo] das Lições Bíblicas e no amor de Deus! À medida que o fizer e, especialmente, na proporção em que viver esse amor, dia após dia, até mesmo, momento a momento, você verá a cura e os benefícios que dela resultam, ajudando não só a você mesmo, mas a todos que cruzarem seu caminho.” (Livrete Trimestral da Ciência Cristã, p1)
O Acampamento dos Cedros preparou este Estudo Metafísico da LB para auxiliar na sua compreensão do estudo bíblico para o tema: Substância

“Uma necessidade de última hora? Nunca é tarde ou pesado demais
para a verdadeira substância do amor de Deus suprir!”
Este tema é estudado diariamente em 17 línguas, em todo o globo, 07 a 13 de setembro, 2015.
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Bíblia Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB.
_________________________________________
Gosto de saudar cada novo dia antes mesmo de sair da cama com o Salmo 118:24: “Este é o dia que o senhor fez; regozijemo-nos e alegremo-nos nele”. Tenho verificado que declarar firmemente essa verdade antes de qualquer outro pensamento, abre-nos a porta a todas as maravilhosas provisões de Deus a nós, individualmente, e ao mundo.
Assim, como de costume, comecei este dia com aquela afirmação. Era muito cedo e sabia que tinha bastante tempo para fazer meu estudo da Lição Bíblica antes de levar as crianças à escola. Nesta manhã decidi ouvir a leitura online da lição (aliás 2 vezes!) por Judy Olson e Norm Bleichman, Primeiro e Segundo Leitores dA Igreja Mãe.
Então, às 6:30h comecei a ronda para despertar as crianças, começando com Alma e Martha. Quando sussurrei ao ouvido “é hora de levantar”, Martha espreguiçou-se, sorriu e depois perguntou com certa excitação: “Papa, hoje é dia de macarrão?” Fiquei surpreso e não sabia o que responder, quando me lembrei: “Sim, Martha, hoje é dia de macarrão!” Ela vibrou. É que às segundas-feiras o almoço no jardim de infância tem algum tipo de massa. E isso é o que Martha mais gosta. Assim, seu dia começou com uma gostosa antecipação de comer macarrão no almoço. O que poderia ser melhor?
Meu pensamento seguinte dirigiu-se às famílias de refugiados que fogem em desespero da guerra, do perigo e da incerteza. Comecei a orar, pedindo ao Pai divino: “Por favor, faça-os despertar que iremos responder. Com a Tua ajuda faremos com que saibam que há esperança.” Eles merecem despertar com a mesma antecipação do bem substancial como minha Martha. Então, lembrei-me da maravilhosa lição bíblica sobre “A Substância” que nos aguarda esta semana. Sei que atenderá às necessidades individuais, bem como às necessidades de todo o mundo. Com a ajuda desta lição, nossa compreensão se aprofundará e nossa inspiração nos moverá a agir na comprovação de que há Amor de Deus suficiente para abençoar a todos nós e atender a toda necessidade humana.
Mary Baker Eddy escreve em Ciência e Saúde a respeito de “suficiente!”
“A Mente imensurável está expressa. A profundidade, a largura, a altura, a força, a majestade e a glória do amor infinito enchem todo o espaço. Isso é suficiente!” (CeS, p. 520:3-6).

Vamos pôr mãos à obra e prová-lo!

O Texto Áureo nos indica a importância de dar a Deus o que Lhe é devido. A seguir, damos a versão de João Ferreira de Almeida e algumas versões a mais. Também é útil pensar em Dízimo como Eddy apresenta no Glossário de CeS.
Texto Áureo: Malaquias 3: 10: “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida.”
MSG: “Tragam o dízimo completo para o tesouro do templo, para que haja ampla provisão na minha casa. Ponham-me à prova e vejam se não vou abrir o próprio céu para vocês e derramar bênçãos além dos seus sonhos mais improváveis”.
NTLH – “Eu, o Senhor Todo-Poderoso, ordeno que tragam todos os seus dízimos aos depósitos do Templo, para que haja bastante comida na minha casa. Ponham-me à prova e verão que eu abrirei as janelas do céu e farei cair sobre vocês as mais ricas bênçãos.”
A ideia de dar a Deus o que Lhe é devido e de mostrar isso em doações a outros é introduzida pela LA.
Leitura Alternada (2. Coríntios 8:1, 2, 7, 9, 12-15)
A versão da NTLH apresenta a abertura da LA da seguinte maneira: “Irmãos, queremos que vocês saibam o que a graça de Deus tem feito nas igrejas da província de Macedônia. Os irmãos dali têm sido muito provados pelas aflições por que têm passado. Mas a alegria deles foi tanta que, embora sendo muito pobres, eles deram ofertas com grande generosidade. Vocês mostram que, em tudo, são mais ricos do que os outros: na fé, na palavra, no conhecimento, na vontade de ajudar os outros e no vosso amor por nós. E nesse novo serviço de amor queremos também que façam mais do que os outros. Porque vocês já conhecem o grande amor do nosso Senhor Jesus Cristo: ele era rico, mas por amor a vocês, ele se tornou pobre a fim de que vocês se tornassem ricos por meio da pobreza dele. Porque se alguém quer dar, Deus aceita a oferta conforme o que a pessoa tem. Deus não pede o que a pessoa não tem. Não estou querendo aliviar os outros e pôr um peso sobre vocês. Já que agora vocês têm bastante, é justo que ajudem os que estão necessitados. Em alguma outra ocasião, se vocês precisarem, e eles tiverem bastante, aí eles poderão ajudá-los. Assim todos são tratados com igualdade. Como dizem a Escrituras Sagradas: ‘Ao que muito pegou, nada sobrou; ao que pouco pegou, nada faltou’.”
A versão tradicional (JFA: Soc. Bíblica) diz o seguinte no encerramento da LA (Lucas 6: 38): “Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com tiverdes medido vos medirão também”.

Seção 1: Deus é a fonte de toda a verdadeira substância.
Esta primeira parte da lição nos leva para longe da matéria e das fontes habituais de provisão (comida, bebida, roupas, moradia), e nos encoraja a nos inspirarmos na provisão de Deus que supre todas as nossas necessidades, mesmo no deserto.
Na citação B3 lemos a história em Êxodo 16 sobre os filhos de Israel no deserto e como toda a congregação estava "murmurando" contra seus líderes. As pessoas estavam muito assustadas ao vislumbrarem as condições desérticas que estavam diante delas. É compreensível que tenham olhado para trás, para o Egito, onde foram escravas, com saudade, pois pelo menos tinham o suficiente para comer. ("quando estávamos sentados junto às panelas de carne, quando comíamos pão até fartar”). Elas se perguntavam por que tinham sido levadas ao deserto, para morrerem de fome?
Mas Deus fez uma promessa a Moisés: "Eis que vos farei chover do céu pão"; E Deus fez. A cada manhã, os Filhos de Israel despertavam com a presença de uma substância parecida com geada sobre a terra. Eles conseguiram fazer disso seu pão. Isso supriu suas necessidades, quando parecia não haver nenhuma fonte de suprimento. Eles o chamaram de "maná", literalmente "o que é isso", ou "o que é que," a partir do hebraico, o man hu. https://en.wikipedia.org/wiki/Manna
No Evangelho de Mateus, Jesus nos ensina: "buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça” a fim de serem supridas todas as necessidades da vida” (B4, Mateus 6:33).
As citações de Ciência e Saúde aprofundam nossa compreensão da verdadeira substância e de como isso pode ser usado na prática. Ao adquirirmos uma compreensão mais clara de Deus e Sua provisão, veremos o que poderia ser completamente invisível a um pensamento com uma preocupação apavorante.
A Citação CS3 afirma: "Na Ciência divina, o homem é sustentado por Deus, o Princípio divino do existir. A terra, por ordem de Deus, produz o alimento para uso do homem. Sabendo disso, Jesus certa vez disse: "Não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber," Jesus disse isso, não assumindo a prerrogativa de seu Criador, mas reconhecendo que Deus, Pai e Mãe de todos, é capaz de alimentar e vestir o homem, assim como alimenta e veste os lírios " (530:5).
Para quem está habituado a encontrar comida e bebida em supermercados, o deserto pode parecer muito vazio! A orientação espiritual e a inspiração podem elevar o pensamento da pessoa para o reconhecimento de que Deus pode prover, como na história do maná. Mas também o conhecimento prático pode desbloquear uma deliciosa provisão onde aqueles que olham mentalmente para o "supermercado" ou a “panela da carne”que está longe, e nada veem.
Na Flórida Central, onde eu cresci, pode-se ver uma cena de deserto e ansiar por prateleiras de supermercados, ou ainda descobrir o que já existe para a colheita. Por exemplo, a taboa, ou rabos de gato, plantas que estão em torno da maioria das extensões de água, são ainda, às vezes, chamados de supermercado selvagem. Pode-se fazer o pão do amido que se encontra nas raízes e que é delicioso. Pode-se comer as tenras partes brancas na base dos brotos e pode-se comer a cabeça da semente. A árvore símbolo do estado da Flórida, a palma, é a fonte do delicioso palmito. A Flórida está cheia de pinheiros. Quase todas as árvores verdes são uma fonte de alimentos nutritivos, encontrados na casca interna, eu acho que é chamado de câmbio. Gosto muito dele frito. A camada cambriana de todas as árvores de folhas transitórias é comestível, algumas, francamente, deliciosas. E muitos de nós já assistimos vídeos dos povos indígenas do Deserto de Kalahari que são capazes de encontrar água em raízes enterradas. Há comida e bebida, armazenada nas prateleiras da natureza.
Há uma história maravilhosa, que tem a ver com outra forma de provisão que é clara e simplesmente é a resposta a uma oração. Lembro-me de ouvir essa história, quando menino, de um dos colegas de trabalho do meu pai. O Sr. Cumby nos contou que cresceu em uma família muito grande. Seu pai era Pastor da Igreja batista. E, durante a Grande Depressão (década de 30), sua família era muito pobre. Certo dia, não havia absolutamente nada para comer. Seu pai estava orando e esperava uma resposta. Enquanto orava uma trovoada com uma chuva muito forte, veio e no meio da tempestade uma espécie de peixe de mais ou menos quatro quilos apareceu à porta da frente da família. Dispensável dizer que foi um servo muito grato a Deus!

Seção 2: A única coisa necessária… o desejo de justiça é recompensado.
A versão NTLH da citação B5 coloca desta forma "Deus novamente terá prazer em fazê-los prosperar” (Deuteronômio 30:9). Na citação B7 (Lucas 10), lemos sobre Jesus se dirigindo para a casa de Maria e Marta para visitá-las. (As irmãs de Lázaro que foi mais tarde ressuscitado dos mortos.) Parece que Marta estava muito chateada, pois estava ocupada servindo seus convidados, enquanto sua irmã Maria estava apenas ouvindo os ensinamentos do Mestre. Jesus falou a Marta e disse que Maria havia escolhido a única coisa que era realmente necessária, o que poderíamos chamar a fome de justiça, ou compreensão espiritual.
Como a NTLH coloca a citação B7 "Jesus e os seus discípulos continuaram a sua viagem e chegaram a um povoado. Ali uma mulher chamada Marta o recebeu na casa dela. Maria, a sua irmã, sentou-se aos pés do Senhor e ficou ouvindo o que ele ensinava. Marta estava ocupada com todo o trabalho da casa. Então chegou perto de Jesus e perguntou: - O senhor não se importa que a minha irmã me deixe sozinha com todo este trabalho? Mande que ela venha me ajudar. Aí o Senhor respondeu: - Marta, Marta, você está agitada e preocupada com muitas coisas, mas apenas uma é necessária! Maria escolheu a melhor de todas, e esta ninguém vai tomar dela" (Lucas 10: 38-42).
Como a Bíblia Mensagem coloca citação B8 "Abençoados são vocês que têem fome de Deus. Ele é comida e bebida – alimento incomparável"(Mateus 5: 6). Outras traduções lançam luz diferente sobre a citação B8:"Felizes as pessoas humildes, pois receberão o que Deus tem prometido" (NTLH). "Felizes são as pessoas que estão com fome e sede de justiça, porque eles serão alimentados até que estejam satisfeitos" (CEB). "Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos" (NVI).
Assim que eu li esse relato e as citações de Ciência e Saúde desta seção, não pude deixar de pensar no que aconteceu mais tarde na vida de Maria e Marta. Seu irmão Lázaro estava doente e morreu. O Mestre foi chamado e depois de quatro dias Jesus chegou ao local e levantou seu irmão da sepultura. Fiquei pensando: o que teria sido a maior ajuda para demonstrar o poder de Cristo: um delicioso bolo ou uma compreensão mais profunda de Deus? Como na Citação CS11 "Se nossas esperanças e afetos são espirituais, é de cima que eles vêm, não de baixo, e trazem, como outrora, os frutos do Espírito" (451:16). Isso realmente é um fruto da Árvore da Vida!

Seção 3: Trabalho e remuneração suficientes, o pleno emprego para todos!
A expressão "na última hora" pode ter verdadeiramente sua origem da parábola nesta seção. (B10, Mateus 20:1-4). Diversas pessoas têm debatido muito sobre essa parábola. Seria justo que alguém que trabalhe durante o dia todo sobre o calor receba o mesmo salário que alguém que seja contratado na última hora (por volta de 17:00)?
Lembre-se que isso era uma parábola. Ela tinha por objetivo ensinar lições espirituais. Importantes lições espirituais. E quando espiritualizamos estas lições abrimos nosso olhar às descobertas.
Um amigo meu, Jim Graham, foi curado de uma ameaçadora e debilitante doença através da Ciência Cristã. Ele ficou tão agradecido que, depois de sua cura, ávida e rapidamente inscreveu-se para o Curso Primário da Ciência Cristã. Logo em seguida, tornou-se um membro ativo de uma igreja filial, trabalhando no Conselho Executivo da igreja. Ele era um participante ávido, grato e disposto. Tudo tinha acontecido muito rápido. E, como um jovem praticista iniciante na prática pública, Lembro-me de como fiquei surpreso ao ver que membros da igreja pensavam que este jovem se tornara ativo demais, rápido demais. Acho que você poderia dizer que eles achavam que ele tinha que pagar suas dívidas (um tempo maior sendo cientista cristão). Sempre senti que ele de fato estava pagando suas dívidas, porque sabia de todo coração que era uma dívida para com Deus que o tinha feito sobreviver e viver com saúde.
Quando Jim estavava no consultório médico ele ouviu o diagnóstico, e ouviu uma frase no pensamento, "parece um carrossel". Após sua consulta, veio à nossa casa para visitar minha mãe, uma praticista da Ciência Cristã. Eles conversaram por horas sobre a verdade de Deus e a Sua relação com o homem. Jim, então, compartilhou algumas das coisas que tinha acabado de ouvir, bem como as perspectivas da sua vida. Minha mãe disse simplesmente: "Parece que você está em um carrossel". Jim me disse, em determinado ponto, quando ouviu isso, que ele sabia que tudo o que tinha acabado de ouvir sobre Deus e o homem era a verdade verdadeira. Você pode procurar no JSH (Journal, Sentinel e Arauto, online) da Igreja Mãe para ver e ouvir sobre o que Jim teve que compreender sobre a cura que mudou sua vida.
“Saindo do carrossel”, por Jim Graham, Winter Garden, Flórida, 5 de agosto de 2015. A gravação do áudio está disponível no JSH Online. Se você não tem recursos de áudio em computador para ouvir esta cura, apenas me telefone e eu lhe retorno a ligação, de modo que você possa ouvir pelo telefone!!
http://sentinel.
A pequenez de pensamento que tentaria excluir ou disponibilizaria a verdade apenas em pequenas porções ou depois de anos de trabalho, provavelmente encontraria pouca aprovação do nosso Mestre. Todos nós temos direito de ser perfeitos. Somos todos amados: imparcialmente, universalmente, sem exceção. Estamos preparados para reconhecer e sermos gratos? Nossas portas mentais estão abertas para cada recém-chegado, sempre ansioso em recebê-los? Estamos servindo-os com colheres de chá ou com baldes de Amor? Não merecem todos o melhor do Amor de Deus? Sabemos de todo o coração que as bênçãos do Amor infinito que os outros recebem não arrancam nenhum minúsculo pedacinho de nós, porque isso é Amor infinito, substância infinita.
Eddy escreve “Não é bom imaginar que Jesus tenha demonstrado o poder divino de curar somente para um número seleto de pessoas ou para um período de tempo limitado, pois para toda a humanidade e a todo momento o Amor divino propicia todo o bem. O milagre da graça não é milagre para o Amor” (CS16, 494:11-15).

Seção 4: Nunca é tarde demais quando o Cristo chega
Eu gosto muito da cura em Atos dos Apóstolos que está incluída nesta seção. Lemos sobre o encontro de Pedro e João com um mendigo “à porta do templo chamada formosa". O homem era “coxo de nascença”. Ele estava pedindo dinheiro, mas estava, evidentemente, aberto a algo de muito mais valor, a substância de uma cura espiritual.
Na citação B13 se lê: “Eles olharam firmemente para ele, e Pedro disse: - Olhe para nós! O homem olhou para eles, esperando receber alguma coisa. Então Pedro disse: - Não tenho nenhum dinheiro, mas o que tenho eu lhe dou: pelo poder do nome de Jesus Cristo, de Nazaré, levante-se e ande. Em seguida Pedro pegou a mão direita do homem e o ajudou a se levantar. No mesmo instante os pés e os tornozelos dele ficaram firmes. Então ele deu um pulo, ficou de pé e começou a andar. Depois entrou no pátio do Templo com eles, andando, pulando e agradecendo a Deus”(Atos 3:4-8, NTLH).
Mary Baker Eddy descobriu que esse poder de cura, manifestado na vida de Jesus e também na vida dos discípulos e apóstolos, não havia diminuído. Ele não está limitado de forma alguma por elementos de tempo, tais como tarde demais ou cedo demais. Não é limitado pela situação ou circunstância material, como muito grande ou muito pequena. Na verdade, a vinda do Cristo, a Verdade ao pensamento, revela a insubstancialidade das reivindicações morais da matéria e a realidade eterna da substancialidade do Espírito.
A citação CS21 afirma “Ao aplicar as regras da Ciência, na prática, a autora restabeleceu a saúde nos casos mais graves de doenças, tanto agudas como crônicas. Secreções foram mudadas, a estrutura foi renovada, membros curtos foram alongados, juntas ancilosadas se tornaram flexíveis, e ossos doentes foram restaurados ao estado sadio” (CS 162:16-22).
Anos atrás, minha mãe recebeu um telefonema de uma mãe bastante desesperada. Seu filho tinha acabado de se consultar com o médico da família e ele havia dito que o polegar do garoto precisava ser amputado imediatamente. Havia temores de infecção, gangrena e complicações, se a cirurgia não fosse feita. Parecia que o menino tinha sido mordido enquanto brincava com o macaco de estimação de um amigo. A única pessoa que conhecia a Ciência Cristã era o melhor amigo do garoto e que uma vez havia assistido a Escola Dominical na cidade de Ocala/Flórida, quando tinha sido convidado por um dos nossos alunos regulares. Eles questionaram: "Será que minha mãe rezaria para o menino." A resposta dela foi: "Sim."
A família não conhecia nada da Ciência Cristã. Depois de uma breve visita a minha mãe e de algumas ideias simples sobre a verdadeira substância do homem como espiritual, não material, bem como da garantia de que nenhuma condição material poderia destruir a vida do homem como filho de Deus, a família retornou ao consultório do médico. A infecção já não era evidente e o médico surpreso disse que tudo estava bem.
Aquela família viera até a casa de minha mãe “esperando receber alguma coisa”. E conseguiram a cura do menino.
Minha mãe disse que tinha trabalhado/orado simplesmente com a declaração científica sobre o existir da página 468 de Ciência e Saúde. Ela sabia, com certeza, que esta declaração nos diz claramente que não há substância na matéria, portanto, nenhuma substância material para inflamar e temer. E, é claro, a família ficou imensamente grata pela cura de seu filho.

Seção 5: Praticando e provando a continuidade ininterrupta do Bem.
No início de agosto, passamos alguns dias das férias com toda nossa família e com a família da irmã da minha esposa, no estado alemão de Brandenburg. Era o período final da colheita dos grãos. Imensas máquinas cortavam o grão dourado e enchiam os tanques até a borda, para levá-los aos armazéns. O tempo estava perfeito para a colheita, quente e seco, e isso garantiria que o grão não estragasse no armazém. Esse grão seria, então, usado para fazer o pão que os alemães tanto amam. Essa seção lembrou-me dessa época bem corrida da colheita. A ceifa do que fora plantado. E a promessa de fazer bom uso desses cereais.
A citação B16 inclui este conselho "Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros e transbordarão de vinho os teus largares. Não te furtes a fazer o bem a quem de direito, estando na tua mão o poder de fazê-lo" (Provérbios 3:9, 10, 27).
A chamada “undécima hora”, o fim do dia do trabalho, traz também uma oportunidade maravilhosa. Quando há uma grande necessidade, e essa necessidade é iminente, imediata, ela cria uma abertura de pensamento, uma receptividade para ver o Bem que Deus está pronto para conceder.
Em um dos primeiros verões que me foi possível trabalhar no Acampamento do Cedros como Praticista da Ciência Cristã, residente, tive o privilégio de conhecer Ruth Huff, a fundadora do Acampamento dos Cedros. Que alegria era fazer um passeio com ela no final do dia. Ela compartilhava sua visão, sua sabedoria e seu amor pelo trabalho no Acampamento.
Certa tarde, durante um passeio, Ruth disse: "Oh, Rick, você vai amar esta história. Um ano estava bem próximo do início do acampamento. Eu tinha uma cozinheira muito boa, pronta para trabalhar e recebi uma ligação dizendo que ela não poderia vir. Recordo-me de pensar: ´Oh, Pai, mal posso esperar para ver como você vai lidar com isso. A necessidade era aparente e imediata. Pouco depois eu tive de ir de carro até a cidade para resolver algumas coisas. Ao passar por uma casa na estrada de cascalho, percebi alguém pendurando algumas roupas no varal. Reduzi a velocidade para não levantar poeira e ocorreu-me que deveria parar e cumprimentá-la. Era uma vizinha que eu não conhecia. Enquanto falávamos, perguntei-lhe no que trabalhava. Ela explicou que tinha sido cozinheira escolar por anos. De repente, vi o plano de Deus em ação e perguntei-lhe: ´Você gostaria de trabalhar como nossa cozinheira neste verão?´ Ela aceitou imediatamente e foi nossa cozinheira nos sete anos seguintes." Há épocas em que a necessidade é imediata. Épocas em que a necessidade é grande. Épocas em que nós estamos no meio dessa necessidade e ela pode parecer opressora, mas estas são também as épocas em que Deus está mais próximo.
Muitos de nós sabemos como essas épocas são desafiadoras para milhões de pessoas, quando enfrentam guerras que as consomem: o perigo, as ameaças, a fome e o aparente desamparo. Como suas orações são importantes neste momento!!! Sim, a necessidade é aparente, mas também é grande a oportunidade de dar, amar, orar e realizar.
Paulo escreveu aos Coríntios, contando alguns de seus desafios. Isso não tem a ver com a situação atual? 2 Coríntios 18-11, JB. Phillips New Testament.
A extrema necessidade do homem é a oportunidade de Deus.
“Gostaríamos que vocês, nossos irmãos, soubessem de algo que aconteceu conosco quando viajávamos pela Ásia. Naquela época, estávamos completamente sobrecarregados; o fardo era maior do que podíamos suportar, na verdade, dizíamos a nós mesmos que aquele era o fim. Hoje, acreditamos que passamos por esta experiência de chegarmos ao nosso limite para que pudéssemos aprender a confiar, não em nós mesmos, mas no Deus que pode ressuscitar os mortos. Foi Deus quem nos preservou da morte iminente e é Ele quem ainda nos preserva. Além disso, confiamos nEle para nos manter seguros no futuro e aqui, você pode se unir a nós e orar por nós, para que o bem que é feito a nós, em resposta às muitas orações, significarão que muitos agradecerão a Deus pela nossa preservação."
Milhares de pessoas aqui na Alemanha estão orando e procurando por maneiras de ajudar a aliviar o sofrimento daqueles que estão fugindo e buscando por segurança e moradia. As orações de apoio são vitais e necessárias. As respostas e os meios práticos para ajudar virão ao pensamento. É um imperativo que acompanha a Ciência do Amor, que nosso Mestre ensinava e esperava que praticássemos. A citação conclusiva de nossa Lição mostra a fé de M. B. Eddt naquilo que seus seguidores fariam. “Os ricos em espírito ajudam os pobres em uma grande fraternidade, na qual todos têm o mesmo Princípio, o mesmo Pai; e abençoado é aquele homem que vê a necessidade de seu irmão e a satisfaz, buscando o seu próprio bem no bem que proporciona a outrem. O Amor dá à menor das ideias espirituais a força, a imortalidade e o bem, que brilham através de tudo, assim, como no botão se entrevê a flor. Todas as diversas expressões de Deus refletem saúde, santidade, imortalidade - a Vida, a Verdade, o Amor, infinitos" (CS28, 518:15).
Trabalhando hoje pela manhã, pensei nos seguintes incentivos poderosos sobre a oportunidade que existe para nós neste exato momento.
Uma conferência de James M. McGrew, CSB: "Our Unlimited Opportunities (Nossas oportunidades ilimitadas). http://www.cslectures.org/McGrew/Our%20Unlimited%20Opportunities-McGrew.htm
Um artigo: "Uninterrupted Continuity of Good" (A continuidade ininterrupta do Bem) de Anna Herzog http://sentinel.christianscience.com/shared/view/1gk77may0mq?s=e (O JSH-Online é o website oficial do Journal, do Sentinel e do Arauto da Ciência Cristã.)
E, acima de tudo, esta maravilhosa e compassiva Lição Bíblica da Ciência Cristã: "A Substância".
Mal posso esperar para ver os resultados se desdobrando!
_____________________________________
Este estudo metafísico foi preparado por Rick Stewart, C.S., Dresden, Germany
+49 351 312 4736 rickstewartcs@aol.com
A equipe de tradução para o português é composta por Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini, com a leitura final por Orlando Trentini, CSB.
Visite o saite www.trentinicsb.com. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB. Os Cedros são um complemento para a LB.
O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 3ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.

Metaphysical

Thrive in God’s kingdom where you’ve been firmly planted! - To me, this week’s Lesson...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page