Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Demonstre com entusiasmo a totalidade da bondade e da onipresença do Espírito! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: O Espírito.

Kerry Jenkins, C.S., House Springs, MO
Posted Monday, February 1st, 2016

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA
“Bem-vindo às Lições Bíblicas da Ciência Cristã!
Deus é Tudo e Ele tem grande amor por toda Sua criação. Esse fato e nosso amor por Ele, por nosso próximo e por nós mesmos, constituem a essência das Lições Bíblicas. Elas proporcionam um mergulho profundo nesse amor, e isso tem trazido cura, conforto, reforma e regeneração às pessoas há várias gerações.
Portanto, mergulhe profundamente você mesmo [no estudo] das Lições Bíblicas e no amor de Deus! À medida que o fizer e, especialmente, na proporção em que viver esse amor, dia após dia, até mesmo, momento a momento, você verá a cura e os benefícios que dela resultam, ajudando não só a você mesmo, mas a todos que cruzarem seu caminho” (Livrete Trimestral da Ciência Cristã, p1).
O Acampamento dos Cedros preparou este Estudo Metafísico para auxiliar na sua compreensão do estudo da Lição Bíblica que é estudada diariamente em 18 línguas, incluindo agora o chinês, em todo o globo, cujo tema para a semana de 1º a 7 de fevereiro de 2016 é:
O ESPÍRITO
Demonstre com entusiasmo a totalidade da bondade e da onipresença do Espírito!
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH; Bíblia Mensagem - MSG;
Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB
__________________________________________________
O que este sinônimo revela sobre Deus? A coisa mais ampla e mais abrangente que diz sobre a identidade de Deus está contida no Texto Áureo: “[...] tu és o meu Deus; guia-me o teu bom Espírito [...]” (Salmos 143:10). O Espírito é todo o bem. Nele não há mal, nem trevas nem matéria. Isto soa simples, mas para pôr essa compreensão em ação ou demonstração é necessário progresso espiritual, elevação da consciência – mais uma coisa que o Espírito faz bem! Podemos ter isso como um fato; mas o que fazer quando somos confrontados pelo argumento oposto de que exista o bem e o mal, de que Deus/Espírito não seja, de fato, tudo? Esta lição bíblica nos ensina a compreender como o Espírito se comunica conosco, exatamente no ponto onde está nossa compreensão, para nos auxiliar a ser conscientes dessa bondade presente. “O Espírito, Deus, reúne em canais apropriados os pensamentos ainda não formados e desdobra esses pensamentos, assim como Ele faz abrir as pétalas de um propósito sagrado, para que esse propósito possa aparecer” (CS29, p.506). Essa é apenas uma das diversas declarações por meio das quais o Espírito informa sua presença à nossa consciência!
Como está o Espírito conectado ao homem? A Leitura Alternada se encarrega de responder: (João 4:24; 1:14,17,18,32-34; 3:31-35). Através do Espírito Santo, o Espírito nos transmite uma compreensão mais profunda de Deus e da bondade e do poder do Espírito. O Espírito Santo está ligado à compreensão, revelação, iluminação, reconhecimento. (Consultem no CeS as citações que incluem esses termos!) Esse relato da criação espiritual de João é uma boa maneira de conectar-se ao Espírito como fonte de todo verdadeiro existir. A compreensão do Espírito como fonte/origem de toda bondade emana sobre nós e purifica nosso senso do existir, do homem e de Deus, para trazer cura e progresso à humanidade.
Seção 1: Não conseguimos ver no escuro
Tudo bem, talvez um pouquinho… Mas falando sério, esta é uma das minhas passagens favoritas no relato da criação no Gênesis: a parte da luz. A terra estava “sem forma e vazia”. A matéria está sem forma e vazia porque sempre está no escuro. O escuro pode deixar as coisas confusas, obscuras, incompreensíveis, até assustadoras. (Não quer dizer que não haja beleza numa noite estrelada; estou falando metaforicamente!) Mas Deus cria a luz. A Luz revela. A Verdade, que é revelada pela luz, dá forma e formato aos objetos que antes eram invisíveis e sem forma. A bondade (excelência) se torna evidente. Na luz, não há esconderijo. O Espírito sabe tudo sobre Sua criação espiritual (B2, Salmo 139). Isso se deve ao fato de que fomos criados na luz da compreensão espiritual, não na confusão e escuridão da matéria, ou num útero material. A escuridão “obscurece” a luz (CS3, p. 504), o senso material nos confundiria, turvando as águas claras de nossa consciência. Obscurecer não é a mesma coisa que erradicar. O senso material às vezes fica confuso, mas isso é uma “suposição”, não a verdade, e a luz da verdade elimina a obscuridade das trevas.
Seção 2: O Espírito é a fonte de nossa identidade, e nos fornece o que precisamos
Se temos a certeza de que o Espírito nos fez, não deveríamos desejar passar nossa vida querendo conhecer o Espírito, a criação espiritual e o reino do Espírito? Esta é a essência desta segunda seção. As citações B8 e CS11 nos encorajam a descobrir o reino espiritual e, através dele, o reinado do Espírito, de uma maneira real e visível. "Todas as tuas obras te renderão graças, Senhor" (B6); "O Espírito dá nomes a tudo e a todos abençoa" (CS6). "Homem é o nome da família para todas as ideias - os filhos e filhas de Deus" (CS7). Cada vez que a palavra "todos" é usada, somos lembrados da declaração no Texto Áureo sobre a bondade do Espírito. Sua bondade é abrangente, não há trevas, não há matéria envolvida. O Espírito é a fonte da nossa identidade, supre cada necessidade, vale a pena procurar e compreender o Espírito.
Secção 3: O Espírito é a única e verdadeira consciência (e se algo não é bom, não vem do Espírito)
Quem entre nós já não se sentiu muito triste, irritado, solitário, magoado, etc. em algum momento? Talvez esta seja uma maneira útil de pensarmos sobre a história em B11. Este homem estava mentalmente doente. A Bíblia se refere a ele como tendo o "espírito de um demônio imundo (ou espírito)". Não precisamos estar completamente fora do controle mental para entender como este homem se sentia. O entendimento de que há um Espírito eterno, que não há outras consciências que têm controle sobre nós, é uma poderosa verdade que cura quando cedemos a ela. Este homem não queria ceder imediatamente não é? Ele "[...] bradou em alta voz, dizendo: Que temos nós contigo Jesus Nazareno?" Talvez, às vezes, nos sintamos da mesma forma e com os nossos sentimentos negativos mais poderosos, nós literalmente tentamos afastar o poder de cura do Espírito que vivifica e chafurdamos na lama de um falso poder qualquer cuja pressão pareça estar no controle de nossas emoções. Analisamos o trecho de Ciência e Saúde desta seção e vemos que: "As forças da mente humana erram e só podem produzir o mal, seja qual for o nome ou pretexto com que forem empregadas; pois o Espírito e a matéria, o bem e o mal, a luz e as trevas, não se podem misturar" (CS15). E o mal tenta nos dizer que tem uma identidade real que é mais poderosa do que o bem.
O Espírito, a única consciência que é real e poderosa, também é bom. Ele traz harmonia, paz, alegria profunda. Ciência e Saúde nos diz que devemos expulsar a crença nos "maus espíritos" em qualquer disfarce, quer se apresentem com sintomas de depressão, ódio, raiva, frustração, inveja - qualquer forma de doença mental, a crença de que algo diferente do que o bem governa o homem (CS 16).
Seção 4: O progresso espiritual purifica o coração, ajudando-nos a “[…] triunfar sobre o corpo”
Quem não gostaria de fazer isso?! Nós realmente não conseguimos ver ou compreender o Espírito olhando para a matéria ou o corpo. Esta foi a necessidade que Jesus percebeu em Nicodemos, o qual parecia ter algum tipo de reconhecimento de que Jesus era uma pessoa importante, mas não entendia muito bem a profundidade do papel do Messias. Jesus esclareceu a Nicodemos que sempre que começamos a partir da matéria estamos limitados em nosso sentido de direção. Temos de "nascer de novo, [...] da água e do Espírito". A matéria não "entra no reino de Deus". Não podemos carregar conosco conceitos materiais e um senso vago do homem e de Deus, se esperamos progredir e avançar espiritualmente. Passo a passo, temos de "aprofundar a experiência humana". É especialmente interessante nesta seção a conexão entre as citações CS21 e CS22. Ao negar as “alegações da matéria", a cada dia, você "Emerge suavemente da matéria para o Espírito". Temos que dar um passo de cada vez. Purificar o pensamento a medida que ele chega. Esta é a verdadeira demonstração. Isso é progresso.
Seção 5: O Espírito comunica Suas bençãos a toda criação
Novamente aqui temos um vislumbre do batismo espiritual como visto na Leitura Alternada. Temos também, na última seção, um sentido da mesma pureza que Jesus exortava. O dia de Pentecostes foi essa experiência incrível, onde muitos estavam reunidos e cheios do Espírito Santo. Lembra que o Espírito Santo está relacionado com compreensão e revelação? Como é maravilhoso a ilustração desse entendimento, de que os homens ao compreenderem o Espírito podem vir a falar em novas línguas, independentemente da cultura ou língua falada num país. Pedro reafirma aqui que a promessa deste dom de compreender o Espírito, Deus, é para "todos os que estão longe", bem como para os que estão presentes. O senso espiritual é como entendemos e percebemos o Espírito. Todos nós temos isso. As citações CS25 e CS26 ajudam-nos a destilar essa ideia ao definir o senso espiritual como "[...]o discernimento do bem espiritual [e] a capacidade consciente e constante de compreender a Deus". Ambas são manifestações realizáveis. Todos nós podemos discernir o bem espiritual em uma infinidade de maneiras e somos capazes de manter um espaço mental no qual podemos conscientemente compreender algo de Deus, exatamente onde estamos. É desta maneira que ouvimos o Espírito comunicando Sua bondade para conosco, porque estamos exercendo nossa capacidade de, passo a passo, realmente ir mais fundo e de reconhecer o bem ao nosso redor e corretamente atribuí-lo ao Espírito.
Seção 6: A matéria é cega e surda ao progresso espiritual
Já percebeu que mesmo tendo obtido algum progresso espiritual, seus pensamentos podem tentar fazê-lo acreditar que você não compreende de fato a Ciência Cristã nem Deus? Mesmo quando já teve várias curas. Você poderia estar tentado a achar que não terá mais nenhuma ou que aconteceu apenas em uma situação específica. A matéria não pode ajudá-lo a seguir em frente. O progresso é espiritual e se origina do senso espiritual, portanto, não fique tentado a dar ouvidos a pensamentos desencorajadores. "[...]segui sempre o bem, uns para com os outros, e para com todos. Regozijai-vos sempre. [...]Não extingais o Espírito. [...] mas ponde tudo à prova. Retende o que é bom” (B20). Este é realmente um ótimo conselho, deveríamos segui-lo! A cada etapa vencida, quando resistimos à tentação de dar ouvidos às falsas sugestões, regozijamos na bondade do Espírito, acabamos por descobrir um sentimento mais profundo de alegria, mais harmonia e cura.
Quando eu estava trabalhando para ter meu nome publicado no Christian Science Journal como praticista da Ciência Cristã, eu mantinha um registro de todo o trabalho de cura de que eu participava. Isso aconteceu há mais ou menos um ano e lembro-me de falar aflita ao meu marido que, embora houvesse bastante trabalho, não havia exemplos suficientes de cura física para me qualificar para a publicação do meu nome no Journal, naquela época. Ele gentilmente sugeriu que eu verificasse meus registros. Fiquei surpresa quando vi que havia literalmente dezenas de bons exemplos ali. Por que eu acreditava que não eram suficientes? Esta é a natureza do senso material/sugestão mesmérica. Ele obscurece e denigre o que não consegue compreender ou apreciar. Eu enviei na hora minha solicitação ao Journal com vários ótimos exemplos de curas como referência, e minha inscrição foi feita, rapidamente.
Não dê ouvidos ao senso material. Desobstrua seu senso espiritual concedido por Deus para ver todo o bem que o Espírito proporciona a você e a toda a humanidade!
____________________________
Este estudo metafísico foi preparado por Kerry Jenkins, CS, House Springs, MO, EUA, e-email: kerry.helen.jenkins@gmail.com Telefone: (314) 406-0041
A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini, com a leitura final por Orlando Trentini, CSB. Visite o site www.trentinicsb.com. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB. Os Cedros são um complemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 3ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical

Metaphysical

True Freedom Comes from Spirit! - Everyone wants to feel true joy, love, wisdom, energy. We...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page