Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Siga o Caminho da Santidade e derrote todas as sugestões – antigas e novas – de negatividade! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: Denunciadas a necromancia antiga e a moderna, isto é, o mesmerismo e o hipnotismo.

Christie Hanzlik, C.S., Boulder, CO
Posted Monday, May 23rd, 2016

Tema: Denunciadas a necromancia antiga e a moderna, isto é, o mesmerismo e o hipnotismo
Lição Bíblica para 23 a 29 de maio de 2016
Siga o Caminho da Santidade e derrote todas as sugestões – antigas e novas – de negatividade!
Duvido que alguém goste de ser enganado ou feito de bobo. A lição desta semana nos lembra de como podemos seguir o caminho da santidade sem sermos enganados por qualquer tipo de negatividade. O título da lição parece recheado de grandes palavras; assim, por ora, estou pensando nelas como “vencidas a antiga e a nova trapaça, também conhecida como negatividade sugestiva”.
——————————————————————————
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Bíblia Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB
—————————————————————-———————-
Imaginemos estar saindo para uma aventura – o Caminho da Santidade. Queremos nos manter fieis ao nosso percurso ao longo do “Caminho”, sem esbarrar em dificuldades. Precisamos ficar atentos para não sermos enganados ou ludibriados em desviar do caminho. É exatamente sobre isso que trata a lição desta semana. Ensina como ficar numa trilha divertida e atrativa, cheia de aventura, alegria e cura, sem tropeçar nalguma turbulência problemática. E como a lição ensina como ficar alerta enquanto trilhamos o “Caminho”, ela se encaixa no tema do Acampamento dos Cedros para 2016: “o Caminho da Santidade”.
O Texto Áureo (Salmo 119: 107, 113) desta semana vem de uma parte do Salmo 119 que nos promete segurança enquanto andamos pelo “Caminho” das instruções de Deus:
“A tua palavra é lâmpada para guiar os meus passos e luz que ilumina o meu cami-nho…conserva-me vivo, como prometeste...
Os maus armaram uma armadilha para me pegar; mas eu não desobedeci aos teus mandamentos [instruções]. Aborreço a duplicidade, porém amo a tua lei” (Salmo 119: 105, 107, 110, 113; a parte sublinhada é da NTLH)
A Leitura Alternada (Tiago 3: 13-18; 4: 1, 7, 8; 2. Coríntios 10: 4, 5) explica que, quando escutamos sobre o caminho certo a seguir, temos como saber se as instruções são de Deus, pois elas são “pacíficas, indulgentes e cheias de misericórdia”. Elas são diretrizes de “luz verde”, que significam: “Vá”. Enquanto que ideias manchadas de “inveja amargurada e sentimento faccioso” não são de Deus. São sugestões de “luz vermelha” que significam que devemos “PARAR” e não ouvi-las. Em outras palavras, quando damos ouvidos a ideias de luz verde [Chegai-vos a Deus] estamos protegidos [Ele se chegará a vós outros] (Tiago 4: 8).
Vejamos o restante da lição para ver como ela nos provê um guia de progresso ao longo do Caminho da Santidade.
Seção 1: Nossa bússola espiritual aponta para o verdadeiro Norte
Quando nos aventuramos em caminhadas, acampamentos, escaladas, geralmente levamos uma bússola. Podemos também usar uma bússola na nossa aventura/caminhada espiritual. Com uma bússola real, uma extremidade da agulha da bússola aponta em direção ao Polo Norte magnético da Terra. Assim, não importa onde estejamos, ela apontará para o Norte. Se quisermos uma bússola precisa, temos que garantir que nenhum campo magnético interferira na nossa bússola. A primeira parte da lição nos lembra de ficarmos alertas para a sugestão negativa que tenta interferir na nossa bússola espiritual.
Muitas coisas podem tentar desviar a nossa bússola de apontar para o verdadeiro Norte - para uma verdadeira sensação de proteção do Amor. A atração magnética que pode tentar atrapalhar a nossa bússola inclui "os ídolos do lar [que] falam coisas vãs, e os adivinhos veem mentiras, contam sonhos enganadores e oferecem consolações vazias" (B1). As notícias diárias e os boletins meteorológicos de hoje muitas vezes são semelhantes aos videntes antigos, que prometiam fama mundana e assustavam as pessoas com relatos do fim do mundo. Todas as sugestões negativas tentam desviar a nossa bússola para longe do verdadeiro Norte, longe de um verdadeiro sentido da proteção do Amor.
Mas não precisamos ter medo do falso magnetismo! Quando mantemos nosso foco em Deus, o bem, a nossa bússola, permanece naturalmente apontada para o Norte verdadeiro, não importa onde estivermos. Em Isaías, Deus nos lembra de buscarmos nEle o nosso senso de direção para que não nos percamos ou sejamos enganados: "Olhai para mim e sedes salvos, vós, todos os limites da terra; porque eu sou Deus, e não há outro" (B3).
Quando ouvimos com todo o nosso coração a vontade divina, não a vontade humana, sentimos a proteção e poder do Amor infinito. Experimentamos o reinado do bem infinito. Como Mary Baker Eddy declara: "A compreensão divina reina, é tudo, e não há outra consciência." (CS31).
Independente de estarmos saindo para um dia de caminhada ou tomando decisões importantes da vida, as ideias da lição desta semana, prometem manter-nos no caminho do progresso tranquilo. Todos nós podemos nos esforçar para amar o Senhor, Deus, com todo o nosso coração, mente e alma e, assim, manter a nossa bússola apontando para o Norte verdadeiro, conforme vamos seguindo o caminho da santidade.
Quando Deus pediu a Moisés para tirar os filhos de Israel da escravidão, deu-lhe instruções. Ele disse a Moisés para manter o foco no verdadeiro Deus, pois assim ele não perderia o Caminho (B4, B5).
Em Ciência e Saúde, somos instruídos em como tornar a jornada de Moisés relevante para as nossas próprias vidas. Mary Baker Eddy nos faz o mesmo questionamento bíblico que Moisés fez aos filhos de Israel: "Amas o Senhor teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento?” (CS1). Em outras palavras, sua bússola espiritual está apontando para o Norte verdadeiro?
Fazer-nos esta pergunta e constantemente nos esforçarmos para responder "sim" é a nossa proteção contra o "terrível engano", que parece causar uma atração magnética falsa sobre a nossa bússola. O falso magnetismo parece ser “o mal, o ocultismo, a necromancia, o mesmerismo, o magnetismo animal, o hipnotismo” (CS4). No entanto, não perderemos o Caminho se mantivermos nossa bússola apontada para o verdadeiro Norte através do esforço diário para permanecer fiel ao fato de que amamos o Senhor Deus com todo nosso coração, toda a nossa alma e toda a nossa força.
Seção 2: Como permanecer fiel ao Caminho da Santidade
Agora que temos a nossa bússola treinada na direção certa, a segunda seção nos lembra para ficarmos alertas para as coisas que tentam desviar-nos do curso, ou distrair-nos do Caminho da Santidade. Ela começa enfatizando as ideias do Texto Áureo em Salmos 119 - o guia do viajante: (107) “Estou aflitíssimo; vivifica-me, Senhor, segundo a tua palavra. (110) Armam ciladas contra mim os ímpios; contudo, não me desvio dos teus preceitos. (133) Firma os meus passos na tua palavra, e não me domine iniquidade alguma” (B6).
Fomos alertados para não nos tornarmos servos de falsos deuses. Quando servimos a falsos deuses, tornamo-nos servos da morte e da destruição, mas quando somos obedientes a Deus, encontramos a justiça e a vida (B7). Para determinar se algo é do Deus verdadeiro ou de um deus falso, podemos observar para saber se isso é ou produz "amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança" (B9). Integridade e honestidade são os nossos guias a seguir (B10). Podemos seguir estes atributos de Deus para saber se estamos nos movendo na direção certa. Estes atributos positivos são uma "luz para o nosso caminho."
"O mal" é o oposto desses atributos. E "Temos de aprender que o mal é a terrível impostura e irrealidade da existência” (CS7). Sugestões do mal vêm na forma de desonestidade e astúcia e tentam desviar a nossa bússola, levando-nos na direção errada e arruinando a nossa caminhada/aventura (CS8). Como é que saberemos se uma ideia é verdadeira ou falsa, boa ou má? Ideias verdadeiras e boas são "espirituais, harmoniosas e eternas" elas nos "sustentam." (CS10, CS11).
Seção 3: O Caminho [é] o Lar
Estar numa aventura é divertido; no entanto, podemos sentir uma necessidade simultânea de estar em casa. Felizmente para nós, quando estabelecemos a nossa verdadeira sensação de lar, podemos nos sentir verdadeiramente em casa onde quer que estejamos. Podemos ativamente seguir o Caminho da Santidade e estar perfeitamente à vontade e em paz. Seguir o Caminho é estar casa/no lar. Lar não é uma edificação onde estão nossas coisas materiais. Lar é "a consciência do bem" (Hino 443).
Na terceira seção, lemos sobre Neemias, que estava trabalhando para um rei em uma terra estrangeira. Ele estava triste porque sua cidade natal, Jerusalém, fora destruída. Com coragem espiritual, Neemias falou ao rei sobre seus problemas. O rei respeitou-o e permitiu-lhe que fosse para casa, em Jerusalém, para reconstruir o muro de sua cidade.
A história torna-se mais inspiradora com as definições de "Jerusalém" e "Céu" oferecidos em Ciência e Saúde. Mary Baker Eddy define Jerusalém como “O lar, o céu” (CS12). E ela define céu como "Harmonia; o reino do Espírito; o governo do Princípio divino; espiritualidade". (CS13).
Quando Neemias saiu para proteger e reconstruir seu senso de "casa, o céu", os opositores tentaram seduzi-lo a abandonar seus ideais. Mas ele não quis ouvir. Era como se percebesse essas vozes como a "personificação do mal" (CS8), que não se encaixam na harmonia da lar/casa.
Neemias não poderia ser desencorajado. Ele estava "atento, sóbrio, e vigilante" em seu entendimento sobre casa/lar (CS15). Ele não entregou seu pensamento “a qualquer tipo de despotismo mental ou prática mental errônea”, e viu os esforços maus como sendo "errôneos e sem poder" (CS16). Como Neemias disse aos opositores: "vós, todavia, não tendes parte, nem direito, nem memorial em Jerusalém, no [lar, o céu]" (B13).
O exemplo de Neemias mostra-nos como nos manter no caminho certo, mesmo quando os opositores tentam nos desencorajar. À medida que mantemos o curso, somos capacitados porque não há "nenhum poder oposto a Deus", e falsas sugestões são uma mera "imitação da força". Nossas ações corretas e nossa forte bússola espiritual dão-nos força. Como Eddy declara: "O bem que fazes e incorporas te dá o único poder que se pode conseguir" (CS18).
Seção 4: Seguir as instruções de Deus é proteção no Caminho da Santidade.
O relato da história de Neemias continua na quarta seção, quando seus inimigos tentam sabotar seu esforço para reconstruir a muralha da cidade. Eles tentam enganá-lo. Mas Neemias estava alerta e ficou abrigado sob as instruções de Deus. Neemias foi bem sucedido na reconstrução da muralha em poucos dias e os seus inimigos falharam em suas sabotagens (B15).
As citações em Ciência e Saúde evidenciam talvez a maior inspiração desta história. Recordemos: "Não existe poder a não ser o de Deus. A onipotência tem todo o poder, e reconhecer qualquer outro poder é desonrar a Deus” (CS19). “Toda tentativa do mal para destruir o bem é um fracasso e só contribui para castigar decisivamente o malfeitor” (CS20). A Bíblia diz que os inimigos de Neemias “decaíram” depois de suas tentativas de levá-lo a falhar (B15).
Neemias estava alerta e permaneceu fiel às instruções de Deus. Ele seguiu o caminho que Deus definiu para ele. E assim, provou que, "Os maus pensamentos, a cobiça e os propósitos malévolos [como os inimigos de Neemias tinham] não podem ir, como o pólen errante, de uma mente humana para outra e ali encontrar alojamento sem serem percebidos, se a virtude e a verdade formam forte defesa" (CS21).
Não foi a vontade humana de Neemias que lhe permitiu construir a muralha. Foi o fato de que ele seguiu as instruções de Deus no Caminho da Santidade e o fato dele estar alerta para rejeitar “qualquer grau sutil do mal, que engana e é enganado" (CS22). Ele prosperou porque seguiu as instruções de Deus no Caminho da Santidade e esteve alerta para rejeitar “qualquer grau sutil do mal, que engana e é enganado" (CS22). A história de Neemias demonstra, mais uma vez, que "O bem que fazes e incorporas te dá o único poder que se pode conseguir” (CS18).
Seção 5: Não podemos ser enganados no Caminho da Santidade.
Cristo Jesus não podia ser enganado para ver os outros sem que fossem perfeitos. Ele não podia ser ludibriado e não ser amoroso. Ele não podia ser desviado do Caminho da Santidade.
Certa dia, quando Jesus caminhava com seus discípulos, um homem demente saltou sobre o grupo vindo das tumbas. A Bíblia descreve que o homem gritava e se feria com pedras. Mas Jesus não aceitou essa insanidade como verdadeira a respeito desse homem. Ele viu que o “espírito imundo” não fazia parte desse homem; era separado dele. E Jesus demonstrou a separação da insanidade expulsando-a do homem, dizendo em essência: “Isso não faz parte de ti!” Logicamente, quando Jesus viu o homem corretamente e fez a separação, a insanidade deixou o homem, e ele voltou ao “juízo perfeito” (B17, Marcos 5: 15).
Nós todos podemos seguir o exemplo de Jesus. Também podemos permanecer imperturbados quando as falsas imagens de desarmonia tentarem invadir nossa experiência. Assim como Jesus não permitiu que o demente perturbasse seu senso de perfeição, também nós podemos permanecer alertas para ver o verdadeiro quadro espiritual onde quer que andemos. Hoje, como no tempo de Jesus, o Cristo – nossa consciência de Deus – é a inspiração que sara toda necessidade. “Daí o fato de que hoje, como outrora, o Cristo expulsa os males e cura os doentes” (CS25, p. 142).
Em Ciência e Saúde, Mary Baker Eddy dá um exemplo de um homem que achou a cura de uma doença ameaçadora quando compreendeu o Caminho da Santidade, que ele descreveu como o “glorioso Princípio” que ela ensinava. O homem explicou: “O mal não era físico, e sim mental, e fui curado quando achei meu caminho na Ciência Cristã” (CS 26, p. 382).
Tal como esse homem, todos nós podemos ficar alertas e manter a guarda do nosso pensamento, enquanto nos esforçamos a seguir o Caminho da Santidade demonstrado por Cristo Jesus (CS28, p. 392).
Seção 6: O amor nunca nos engana no Caminho da Santidade
Deus, o Amor, nunca nos engana nem tenta ludibriar. O Amor nunca nos deixa confusos. Deus nos guia e ilumina nosso caminho. Seus pensamentos são claros e compreensíveis. Como diz em Jeremias: “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais [um futuro e esperança]” (B20, Jeremias 29: 11).
Quando escutamos de todo o coração à vontade divina, sentimos a proteção e o poder do Amor infinito. Sentimos o reino do bem infinito. Como diz Mary Baker Eddy: “A compreensão divina reina, é tudo, e não há outra consciência” (CS 31, p. 536).
Quer estejamos iniciando a jornada do dia, quer tomando decisões importantes para nossa vida, as ideias na lição desta semana prometem manter-nos no caminho do progresso pacífico. Todos nós podemos esforçar-nos a amar o Senhor, Deus, de todo nosso coração, mente e alma e, assim, manter nossa bússola orientada para o Norte enquanto andamos no Caminho da Santidade.
___________________________________________________________________
Este estudo metafísico foi preparado por: Christie Hanzlik, C.S., Boulder, Colorado, EUA - ccern@mac.com / 720.331.9356
A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Dulcinéa Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini, com a leitura final por Orlando Trentini, CSB. Visite o site www.trentinicsb.com. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB. Os Cedros são um complemento para a LB.
O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 3ª feira. Busque e leia o texto em inglês, e noutras línguas, no link abaixo http://www.cedarscamps.org/metaphysical

Metaphysical

True Freedom Comes from Spirit! - Everyone wants to feel true joy, love, wisdom, energy. We...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page