Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Que Deus vos supra, proteja e cuide como vosso Pastor! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: Deus, o preservador do homem.

Rick Stewart, C.S., Dresden, Germany
Posted Monday, June 6th, 2016

Tema: Deus o preservador do homem
Lição Bíblica para 06-12 de junho de 2016
Que Deus vos supra, proteja e cuide como vosso Pastor!
Uma das minhas igrejas favoritas em Dresden é a igreja evangélica-luterana: a Igreja da Reconciliação. O avô de minha esposa, Ernst Kanig, foi pastor nessa igreja por 26 anos. Quando estou sentado no salão de cultos, gosto de olhar para enorme estátua do “Bom Pastor” atrás do altar que segura um cordeirinho nos ombros. Para mim é uma forte afirmação de que Deus gosta de pastorear Seus filhos e Sua criação.
———————————————————————————————————
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Bíblia Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB
———————————————————————————————-———————-
A estátua me faz lembrar de uma das primeiras canções que aprendi: “Mostra como andar”. Tenho cantado esse hino com letra de Mary Baker Eddy não só em igrejas da CC, mas também em igrejas episcopais e luteranas. A poderosa imagem e o amplexo de Deus como nosso Pastor transparecem naquele hino e são refletidos no verdadeiro senso de igreja.
Esse é exatamente o jeito que gosto de pensar em igreja, como uma presença orientadora em minha vida. Filiei-me À Igreja Mãe quando tinha 13 anos e à igreja local da CC em Ocala, Flórida, aos 17. Também com essa idade, colaborei na fundação de uma Organização Universitária da CC na Central Florida Community College. Depois que me transferi para Universidade da Flórida, afiliei-me à Organização Local. Essas filiações me têm acompanhado em muitos momentos de minha vida, e também em momentos difíceis de minha vida. Não imagino minha vida sem filiação ativa à igreja. Ela me fortaleceu, protegeu, inspirou desafiou-me a ser um cristão melhor e um cientista cristão melhor. A Igreja literalmente inspirou-me a um relacionamento com meu Pastor.
Assim, enquanto penso na Assembleia Anual dA Igreja Mãe, na 2ª. Feira dia 6 de junho, também aguardo para assistir a reunião online. Pronto a ser inspirado e pastoreado novamente em minha igreja.
Tenho certeza que muitos de vocês sabem que Mary Baker Eddy, a Descobridora e Fundadora da CC, no início não tencionava fundar uma igreja. Vocês sabem que ela havia experimentado uma maravilhosa cura vital e que, depois disso, por meio de muitas pesquisas na Bíblia, ela começou a compreender como tal cura havia ocorrido. Tal como o Mestre, Cristo Jesus, havia prometido, o sinal da cura física seria evidente nas vidas daqueles que acreditassem ou compreendessem suas obras. A Sra. Eddy descobriu os princípios que Jesus viveu e demonstrou, e então escreveu seu livro Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras para explicar essa ciência. Eddy esperava que outras igrejas abraçassem sua descoberta. Em vez disso, muitos líderes de outras igrejas passaram a atacá-la e à sua obra. Foi esse destrato à Sra. Eddy e sua descoberta que levou muitos de seus alunos a formarem com ela a Igreja, de Cristo, Cientista. Desde o começo, essa igreja tem protegido a descoberta da Sra. Eddy e a obra de sua vida.
Um dos aspectos mais importantes da Igreja da Ciência Cristã que tem orientado a descoberta de Eddy por várias gerações são as Lições Bíblicas semanais. A lição desta semana: “Deus, o preservador do Homem”, não é exceção; está repleta do poder de Deus como Pastor: protegendo, provendo, e preservando toda Sua criação.
O tema central, o Texto Áureo, nesta semana vem de Isaías 41:10:
“Não temas, porque sou contigo; não te assombres, porque sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento como minha destra fiel”.
Conseguem sentir o estímulo do profeta Isaías quando Deus clama pelos séculos: “Não temas, porque sou contigo; não te assombres por sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com minha destra fiel”.
A Leitura Alternada (Salmo 23:1-6) que é uma introdução à Lição, é o maravilhoso Salmo 23: “O Senhor é meu Pastor”. Desta vez quando estudei o Salmo percebi que foi escrito da perspectiva de que somos as ovelhas – as ovelhas do Senhor. Que Amor que traz a nossas vidas quando percebemos que somos realmente ovelhas de Deus, os cordeirinhos cuidados, vigiados e protegidos. Só precisamos ouvir Sua voz.
Então vamos começar!
Seção 1: Seguros com Deus como nosso Pastor
É bastante significativo saber que é impossível estarmos fora da ajuda e do alcance de Deus como nosso Pastor. O Salmista escreveu: “Esquadrinhas o meu andar e o deitar e conheces todos os meus caminhos” (B2, Salmo 139:3). Ou como diz a NTLH: “Tu vês quando estou trabalhando e quando estou descansando; tu sabes tudo o que eu faço”.
Há alguns anos, meus irmãos e eu aprendemos mais uma vez que nunca estamos fora do cuidado e do alcance do Pastor; o que precisamos fazer é estar atentos a Sua voz e orientação. Tínhamos ancorado nosso barco não muito longe das rochas na bacia St. Augustine na Flórida.
Ali, os rios fluem para o Oceano Atlântico e, muitas vezes, são locais de correntes e grandes ondas, já que as correntes e as marés encontram as swells (ondulações) do oceano. Com as ondas fortes balançando nosso barco, percebemos que a âncora não mais o segurava e estávamos sendo empurrados perigosamente na direção das rochas litorâneas. Fui logo ligar o motor do barco para sair dali. O motor não pegou. Tentei várias vezes, e nada. Meu irmão Gary começou a balançar uma almofada tentando atrair a atenção de um barco distante uns 500m. Enquanto tentava fazer o motor pegar, minhas orações começaram a agir. Voltei-me a Deus quase como um cordeirinho que busca seu pastor quando em perigo. Enquanto escutava por orientação, logo me ocorreu uma ideia e eu gritei para meu outro irmão: “Scott dá uma olhada nos cabos da bateria”. Rápido como um raio, meu irmão foi até a bateria e manipulou os cabos e a bateria logo soltou faíscas, o motor pegou e rapidamente saímos do perigo. Estava tudo bem. Não sei quantas vezes meu irmão Scott já relembrou do incidente ao longo dos anos. Em nosso pensamento intuitivo de checar nossas conexões divinas – “Tua voz escutarei”– está o imediato salvamento de qualquer perigo.
Duas citações de Ciência e Saúde nesta seção expandem essa promessa: “O Amor divino sempre satisfez e sempre satisfará a toda necessidade humana” (CS 6: p. 494:10-11); e “Passo a passo, os que confiam nEle hão de constatar que ‘Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações’.” (CS 7; p. 444: 11).
Seção 2: O poder protetor individualizado do Amor. Davi e Golias.
O tema do poder protetor de Deus para preservar a todos continua:
"Guarda-me, ó Deus, porque em ti me refugio" (B5, Salmos 16:1).
"O que habita no esconderijo do Altíssimo e descansa à sombra do Onipotente diz ao Senhor: Meu refúgio e meu baluarte, Deus meu, em quem confio. Cobrir-te-á com as suas penas, e, sob suas asas, estarás seguro; a sua verdade é pavês e escudo. Não te assustarás do terror noturno, nem da seta que voa de dia" (B6, Salmos 91:1, 2, 4, 5).
A ideia que me ocorreu a partir destes versos, esta semana, é a de um indivíduo, uma pessoa, fazendo a escolha de ouvir a Deus e voltar-se à Sua proteção. E esta escolha é um exemplo para todos nós.
Muitos de nós ouvimos a história de Davi e Golias desde criança (B7). É um belo exemplo de como é crucial que, ao menos uma pessoa devote seu pensamento para conhecer e ouvir a voz de seu Pastor, Deus. Davi, quando garoto e, depois, quando adulto, passava muitas horas pastoreando. Ele compreendia o que significava cuidar das ovelhas e a importância de ser um bom pastor. E, é claro, a Leitura Alternada, em Salmo 23, é atribuída a Davi. Mas às vezes achamos que isso aconteceu há milhares de anos e que praticamente se passa em um reino de super-heróis. Bem, o líder do time de tradutores do alemão, Manfred Soellinger, enviou-me algumas experiências bem interessantes para o Estudo Metafísico desta semana.
Nos anos 60, Manfred assistiu a uma reunião nA Igreja Mãe para Cientistas Cristãos universitários, conhecida como "A Bienal". Os alunos conversaram bastante com os representantes dA Igreja Mãe e em uma dessas conversas, um membro do Conselho de Diretores da Ciência Cristã mencionou que em 1945, na semana do famoso Dia "D" da invasão, o tema da Lição Bíblica da Ciência Cristã era "Deus, o preservador do homem".
Manfred também compartilhou um exemplo sobre a importância de ater-se à Verdade, neste caso, um Cientista Cristão. Esta experiência foi compartilhada em uma conversa por um Professor e Praticista da Ciência Cristã, Wolfgang Klein no Encontro Anual de Jovens chamado Pfingstreffen em 1983.
"Este Cientista Cristão era o General Holland do exército inglês. Enquanto preparava seu exército para invadir o continente europeu para libertá-lo do governo de Hitler, ele orava diariamente para a recuperação da paz. Ele começava suas orações com Deus. De acordo com um amigo inglês do General Holland, ele orava assim: "O homem de Deus não tem nenhum conflito consigo nem com os outros. Este Pai-Mãe, a Mente única ou consciência única não tem dentro de si nenhum homem em conflito. Como uma ideia na Mente, eu não me encontro em uma guerra. Não conheço nenhum inimigo; só conheço irmãos e irmãs do nosso Pai-Mãe Deus. O Amor é a atmosfera que está presente aqui, uma atmosfera de respeito, confiança e justiça. Minha guerra acontece na minha consciência. Eu derroto a alegação ímpia de que o homem é material, limitado, covarde, arrogante, ameaçado ou ameaçador – e a guerra é aqui derrotada. O conflito é com o conceito de o homem material nunca encontrar a paz interior ou com os outros. Nesta guerra, sempre serei bem sucedido. Então, ao expandir minha compreensão de paz, viverei no Reino de Deus, o reino da paz."
Ao amanhecer, quando o General Holland e seu exército desembarcaram na costa da França, não havia nenhuma resistência alemã à espera. Não houve perdas de lado nenhum nesta zona de desembarque específica. Mais tarde, assistindo a um documentário, descobri que o General Comandante alemão celebrara seu aniversário com todas as suas tropas na noite anterior à invasão. O comandante alemão estava tão bêbado que quando um dos bunkers no Atlântico relatou o desembarque de embarcações britânicas na praia, ele desligou o telefone com o comentário: "Não tenho tempo para contos de fadas." Nenhum tiro foi disparado de lado algum e os soldados britânicos desembarcaram na praia, não havia ninguém da resistência alemã esperando por eles."
Da mesma forma que Davi enfrentou Golias, e o General Holland enfrentou uma invasão, a oração, o trabalho, começa em uma consciência individual. Como a sra. Eddy coloca:
"A luta hipotética entre a verdade e o erro é apenas o conflito mental entre a evidência dos sentidos espirituais e o testemunho dos sentidos materiais, e essa luta entre o Espírito e a carne resolverá todas as questões por meio da fé no Amor divino e da compreensão desse Amor."
Seção 3: Deus preserva o homem e os animais.
Esta seção explora o carinho do Pastor que cuida do homem e toda a criação.
O Salmista escreve: “Ó Senhor Deus, tu cuidas das pessoas e dos animais. Como é precioso o teu amor! Na sombra das tuas asas, encontramos proteção. Ficamos satisfeitos com a comida que nos dás com fartura; tu nos deixas beber do rio da tua bondade. Tu és a fonte da vida, e, por causa da tua luz, nós vemos a luz.” (B12, Salmos 36:6-9).
Você sabe que não importa em que situação ou condição de saúde que nós mesmos ou um ente querido estejamos, ou um querido animal de estimação ou um animal selvagem, Deus sabe exatamente o que é necessário. Exatamente. Aqui está um exemplo absolutamente maravilhoso dos comentários de Cobbey Crisler sobre o Salmo 36: 6, o qual Warren compartilhou comigo.
[“Não vamos deixar de fora a medicina veterinária no que concerne a Deus, porque a declaração é feita aqui, "Você preserva tanto os homens como os animais." Talvez alguns de vocês já ouviram falar desta história. Ela é muito comovente. Foi relatada a mim por alguém que hoje está na plateia. É sobre um exemplo do amor e cuidado de Deus para quem chamaríamos de um animal ou de uma besta. Neste caso, era uma cabra. A cabra estava tendo dificuldade em dar à luz ao seu filhote. A dor era tão óbvia, que a proprietária da fazenda em que a cabra estava acomodada, sentiu-se tão profundamente afetada com o que estava acontecendo, que achou que ia emocionalmente sucumbir em pedaços. Ela cancelou todos os seus compromissos, exceto aqueles muito prioritários e permaneceu no estábulo junto da cabra. Os gritos lamentosos e os recursos para ajudar só pareciam quebrar o mecanismo de defesa do hospedeiro, como chamamos em uma condição de vírus. Finalmente, nesse tipo de desespero, em que sempre há alguma esperança para o homem por ter desistido de todas as outras opções tentativas, ela disse: "querido Pai, por favor, mostre uma das suas ideias menores de uma forma que eles possam compreender o Teu amor e o Teu cuidado". Isso trouxe uma sensação de paz, de modo que a inquietação e a preocupação não eram mais tão importantes. No momento que ela se sentou, a porta do celeiro, que estava ligeiramente aberta, estalou e apareceu um coelho. O coelho não estava nem um pouco preocupado com a presença de um humano, passou pela direita dela no celeiro em direção à cabra e começou a lamber o seu rosto e se manteve lam-bendo amorosamente, lambendo e dando carinho. Em seguida, após o coelho ter cumprido sua missão – foi uma missão divina – pois o coelho apareceu por meio de oração – ele partiu e a cabra parou seus gritos, ficou em pé, sentiu-se bem e pariu seu filhote sem qualquer efeito posterior. Isso é como um tipo de música em nossos corações respondendo-nos diretamente: "tu conservas os homens e os animais." Como poderíamos utilizar esses pensamentos! Isso não foi apresentado pelos Salmos, mas foi baseado em um fato revelado que veio de um coração alegre. O coelho respondeu. Assim como o peixe respondeu quando Jesus precisava de dinheiro para pagar suas taxas (Mateus 17:27). Estes são os remédios do ambulatório de Deus.” (de “Leaves of the Tree: Prescriptions from Psalms" - “As Folhas da Árvore: Prescrições dos Salmos”-, de B. Cobbey Crisler) Transcrição completa, disponível através do email janetcrisler7@gmail.com]
Seção 4: Nossa disposição de ouvir e seguir o chamado do Pastor.
Jeremias compartilha esse encorajamento: “Estarei com vocês para salvá-los. […] eu lhes darei saúde novamente e curarei as suas feridas. Eu, o Senhor, estou falando. Eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus.” (B14, Jeremias 30:11, 17, 22)
Marcos registra: “Jesus desceu do barco, viu a multidão e teve pena daquela gente porque pareciam ovelhas sem pastor.” (B15, Marcos 6:34).
Só porque Mary Baker Eddy escolheu tomar esse tipo de declaração bíblica de forma prática é que permitiu estarmos compartilhando isso neste exato momento. O poder de cura de Deus despertou na vida de nossa Líder e ela simplesmente não pôde mantê-lo apenas para si mesma. Ela orou, estudou, lutou para compartilhar o que estava vislumbrando sobre o poder curativo de Cristo. Ela tinha ouvido o chamado do Pastor nesta era e fez com que outros também estivessem certos disso. Um cuidado prático. Um cuidado sanador.
Por exemplo, na lição desta semana, na citação B16, lemos sobre a história de uma mulher curada de uma hemorragia grave que a acompanhava por 12 anos sem dar trégua. E, apesar de proibida pelas leis sanitárias e religiosas da época, esta mulher não permaneceu em casa sofrendo, quando soube que Jesus estava na redondeza. Foi muita coragem da parte dela sair em público. Isso era proibido. Mas ela escutou e agiu.
Em uma palestra que Warren compartilhou comigo, intitulada "Lucas, o pesquisador," Cobbey Crisler diz o seguinte sobre essa cura:
"À medida que a semente da Palavra vem a nós diariamente, ela cai em poucos lugares dispersos e de forma indiscriminada sobre a terra. Ela cai muito mais sobre bosques mentalmente preparados à semente, que é a Palavra. Então, ela crescerá em nossas vidas. Podemos incorporar mais e mais da Palavra. Porque a Palavra é simplesmente o que nós respiramos, é o fruto que exalamos. A finalidade da Palavra é a prática. Profundos rascunhos da Palavra. A Palavra (o Verbo) se fez carne.
"Olha o que ele (Jesus) fez com isso. Neste caso, temos algo que poderia se parecer um problema. Duas pessoas que precisam de atenção ao mesmo tempo. O que você faria? Você os faria esperar em fila? Estaríamos entrando no céu igual a uma fila de consumidores de um hipermercado em que o “primeiro a chegar é o primeiro a ser servido”? ”
"O que é que Deus pode cuidar? O que ele cuida? O que Ele já respondeu? A resposta existe nos dias de hoje?
"Será que tanto esta filha de doze anos de idade e também esta mulher que havia sido escrava de uma doença durante doze anos, teriam direto garantido, espontâneo, e em igualdade de acesso a Deus?
"Veja como Jesus lida com a situação. Ele é o primeiro convocado por um chefe da sinagoga, com uma grande dose de prioridade humana. Jairo tem a uma posição de respeito e pergunta em primeiro lugar. Ele tem uma necessidade mais urgente. Sua filha está à beira da morte, como registrado em Lucas 8:41. Mas Jesus não pôde nem mesmo chegar ao local onde estava a menina por causa da multidão nas ruas estreitas das aldeias palestinas. A palavra grega para "apertava" é muitas vezes usada para descrever o quão perto esses grupos mantinham-se entre si. Jesus estava quase sufocado pela multidão.
"Mais tarde os discípulos repreenderam Jesus, como se lê no versículo 45, por haver perguntado "Quem me tocou?" Para eles isso era ridículo. Todos o estavam tocando. A palavra grega que é usada é um verbo que significa o que acontece com os núcleos do grão entre duas pedras de moagem. Eles estavam realmente colados uns aos outros. As pessoas estavam amontoadas. "O que acontece? A mulher não quer atrasar a missão de Jesus, mas ela está absolutamente desesperada no último fio de esperança. Aqui encontramos receptividade. Bem-aventurados aqueles que estão neste estado. Felizes são eles, porque o estado de espírito pode ser alterado." (de "Luke, the Researcher" (ou Lucas, o Pesquisador) por B. Cobbey Crisler) Transcrição completa, disponível através de janetcrisler7@gmail.com]
Seção 5: Protegido do acidente, Paulo e Êutico.
Na citação bíblica B19, lemos a história de Paulo compartilhando com seus discípulos um longo sermão que se "prolongou até a meia-noite." Ufa! Pense em um teste de resistência espiritual. E para o jovem ouvinte, provou ser um pouco demais. Este jovem, Êutico, adormeceu e caiu tragicamente do "terceiro andar".
O teólogo americano, Albert Barnes (1º de dezembro de 1798 - 24 de dezembro de 1870) [comenta a respeito:
"Como as venezianas da janela não estavam fechadas, não havia nada para evitar a queda de Êutico. O terceiro andar – o terceiro piso.
E foi levantado morto – alguns devem ter achado que ele estava apenas atordoado da queda e que ainda estava vivo. Mas o significado óbvio é que ele realmente morrera com a queda e foi milagrosamente trazido de volta à vida. Este é um exemplo de adormecer em adoração pública que tem desculpa. Era tarde da noite e as longas pregações eram a desculpa. Porém, embora seja algo frequente agora, mesmo assim, é raro adormecer em uma igreja com uma boa desculpa para isso. Nenhuma prática é mais vergonhosa, desrespeitosa e abominável do que ser comum adormecer na casa de Deus.” http://biblehub.com/commentaries/acts/20-9.htm
Ainda bem que o apóstolo Paulo parece ter abraçado o jovem Êutico com um pouco mais de compaixão e amor do que o zeloso teólogo Barnes! Aprendemos que "Paulo inclinou-se sobre ele e, abraçando-o, disse: Não vos perturbeis, que a vida nele está. […] Então, conduziram vivo o rapaz e sentiram-se grandemente confortados."
Paulo não lidou devotadamente com os elementos que precisavam de cura? A resposta compassiva, a resposta do Amor de Deus que remove o mesmo e toda a condenação!
Na citação CS27, a sra. Eddy escreve “A prática científica cristã começa com a nota tônica da harmonia, apresentada por Cristo: ´Não temais!´”
E somos também lembrados a lidar com a crença do acidente: "Quando acontece um acidente, pensas ou exclamas: ´Estou ferido!´ Teu pensamento é mais poderoso do que tuas palavras, mais poderoso do que o próprio acidente, para tornar real o ferimento. Agora inverte o processo. Declara que não estás ferido e compreende o porquê; verás que os bons efeitos que daí resultam estarão em exata proporção ao quanto deixas de crer nas leis físicas e és fiel à metafísica divina, em proporção à tua confiança em que Deus é Tudo, como as Escrituras declaram que Ele é" (CS28, 397:12–22).
Achei muito importante esta questão de lidar com a crença do acidente em que nossa Líder diz para desviarmos a atenção do acidente – e também não condenarmos a nós nem a ninguém. Declarar que não temos medo e que não há nenhuma condenação é muito poderoso.
Um amigo meu, Steve Zatko, da Pensilvânia compartilhou o seguinte testemunho algumas semanas atrás:
"Eu participava de um clube de rifles e pistolas que ficava a aproximadamente uma hora de casa. Numa manhã de sábado, fui testar novas munições. Acabei de atirar e fui conferir o alvo, quando meu pé encontrou um buraco fundo. Pisei no buraco e caí de lado, mas meu pé ficou preso e eu não conseguia me mexer. Ouvi um "crec". Eu estava sozinho e não havia ninguém para me ajudar. Eu não consegui me levantar, mas finalmente dei um jeito e tirei meu pé do buraco e fui pulando em um pé só até o carro. A dor intensa é tudo o que consigo me lembrar, mas de alguma maneira, dei um jeito de entrar no carro e largar minhas coisas nele e dirigi por uma hora, orando, até chegar em casa. Quando cheguei em casa, meu tornozelo estava uma bola e manchado. Liguei para um praticista da Ciência Cristã e falamos por apenas uns minutos, e ele disse que oraria por mim. Lembro-me de dizer a ele que eu precisava estar caminhando na segunda-feira e lembro dele dizendo que eu estaria.
"Patti e eu tínhamos um jantar de noivado naquela noite e eu me lembro de precisar usar uma bengala e chinelo naquele pé (Rick, não me lembro mais qual era o pé). Não foi uma noite boa e eu estava cheio de dor.
No domingo pela manhã, o inchaço cedera e eu conseguia caminhar, mas estava sensível e eu mancava um pouco, mas não tinha dor. Na segunda de manhã, fui trabalhar com sapatos normais, sem dor e sem dificuldades para caminhar. A mancha permaneceu por uma semana e desapareceu, eu estava completamente curada! E pelo poder de Deus!" Obrigado, Steve!!
Seção 6: Nunca estamos fora do bando, nunca estamos separados do Pastor.
Talvez todos nós conheçamos o sentimento de sentir-se perdidos, separados, vagando por nossa conta. O rosto tomado pelas lágrimas de uma criança perdida em uma grande loja procurando pelos pais? Perdido em uma floresta escura tentando voltar para a trilha? Que terna oração podemos sussurrar no pensamento humano cheio de medo e confusão: "Não tenha medo, seu Pastor está ao seu lado a cada etapa do caminho!"
Estes foram alguns dos pensamentos enquanto eu orava para um garotinho perdido nas montanhas do Japão na semana passada. E lembrei-me das promessas em romanos 8 que estão na lição desta semana.
"Pois sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano. Diante de tudo isso, o que mais podemos dizer? Se Deus está do nosso lado, quem poderá nos vencer? Ninguém! Então quem pode nos separar do amor de Cristo? Serão os sofrimentos, as dificuldades, a perseguição, a fome, a pobreza, o perigo ou a morte? Em todas essas situações temos a vitória completa por meio daquele que nos amou. Pois eu tenho a certeza de que nada pode nos separar do amor de Deus: nem a morte, nem a vida; nem os anjos, nem outras autoridades ou poderes celestiais; nem o presente, nem o futuro; nem o mundo lá de cima, nem o mundo lá de baixo. Em todo o Universo não há nada que possa nos separar do amor de Deus, que é nosso por meio de Cristo Jesus, o nosso Senhor. (B21, Romanos 8:28, 31 If, 35, 37–39)
Mary Baker Eddy ecoa a certeza de Paulo na última citação de nossa lição: "O homem espiritual é a imagem, a ideia de Deus, ideia que não pode se perder nem se separar de seu Princípio divino. Quando a evidência que estava diante dos sentidos materiais cedeu ao senso espiritual, o Apóstolo declarou que nada podia separá-lo de Deus, do doce senso e da doce presença da Vida e da Verdade. A ignorância e a crença errônea, baseadas em um senso material das coisas, é o que oculta a beleza e o bem espirituais. Compreendendo isso, Paulo disse: “Nem a morte, nem a vida... nem as coisas do presente, nem do porvir... nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus”. (CS31, 303:28–9)
O título marginal para este parágrafo em Ciência e Saúde é simplesmente "O homem é inseparável do Amor".
Lembre-se de qualquer coisa, qualquer pessoa, qualquer condição que sugira que você esteja separado de seu Pastor, que o Amor divino é um mentiroso. Porque você nunca poderia deixá-lo seguir sozinho. Como minha mãe certa vez me disse: "Você nunca está sozinho; você é ´um com Deus´."
___________________________
Este estudo metafísico foi preparado por: Rick Stewart, C.S., Dresden, Alemanha
A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Dulcinéa Torres, Eli-sabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini. Visite o site www.trentinicsb.com. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB. Os Cedros são um complemento para a LB.
O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 3ª feira. Busque e leia o texto em inglês, e noutras línguas, no link abaixo http://www.cedarscamps.org/metaphysical

Metaphysical

Win without a fight as the unreality of evil is prayerfully exposed to defeat itself - Whether...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page