Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Deixe de lado a vida do tipo “faça-você-mesmo”, e viva intensamente a vida do Espírito! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: O Espírito.

Kerry Jenkins, C.S., House Springs, MO
Posted Sunday, July 31st, 2016


CIÊNCIA CRISTÃ
ESTUDO METAFÍSICO DA LIÇÃO BÍBLICA SEMANAL:
O ESPÍRITO
Deixe de lado a vida do tipo “faça-você-mesmo”, e viva intensamente a vida do Espírito!
(01 a 07 de agosto de 2016)
__________________________________________________
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Bíblia Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB
__________________________________________________
Aprofundando meu pensamento nesta bela lição sobre o Espírito deparei com as seguintes passagens no NTLH e A Mensagem. Uma pequena parte está incluída na citação B23. Assim, espero que me perdoem por incluir as duas traduções bíblicas: NTLH, Romanos 8: 12-17: “...meus irmãos, nós temos uma obrigação, que é a de não vivermos de acordo com nossa natureza humana. Porque, se vocês viverem de acordo com a natureza humana, vocês morrerão espiritualmente; mas, se pelo Espírito de Deus vocês matarem as suas ações pecaminosas, vocês viverão espiritualmente. Pois aqueles que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Porque o espírito que vocês receberam de Deus não torna vocês escravos e não faz com que tenham medo. Pelo contrário, o Espírito torna vocês filhos de Deus; e pelo poder do Espírito dizemos com fervor a Deus: ‘Pai, meu Pai!’ O Espírito de Deus se une com o nosso espírito para afirmarmos que somos filhos de Deus. Nós somos Seus filhos, e por isso receberemos as bênçãos que Ele guarda para seu povo. ... Porque, se tomamos parte nos sofrimentos de Cristo, também tomaremos parte na sua glória”
A Mensagem: “Não percebeis que não devem um só centavo a essa velha vida do tipo “Faça-você-mesmo”. Não há nada nela para nós; nada mesmo. A melhor coisa a fazer é sepultá-la condignamente e seguir com sua nova vida. O Espírito de Deus nos acena. Há coisas a fazer e lugares aonde ir! Essa vida de ressurreição que recebestes de Deus não é uma vida tímida voltada para o túmulo. É cheia de aventura e expectativa, saudando a Deus com uma infantil pergunta: ‘E agora, Papai?’ O Espírito de Deus toca nosso espírito e confirma quem realmente somos. Sabemos quem Ele é, e sabemos quem somos: Pai e filhos. E sabemos que receberemos o que nos pertence – uma herança incrível!”
Então, por que essa citação? Essa lição está repleta de inspiração (respiração) do Espírito, a riqueza e a satisfação do Espírito, o poder sustentador da saúde, o poder criador e a compreensão outorgada ao homem pelo Espírito. Assim, o viver intensamente a vida por meio da compreensão de Deus como Espírito está expresso de modo maravilhoso nesses versículos; eles nos preparam para o que está por vir. O Texto Áureo (Jó 33: 4: O Espírito de Deus me fez, e o sopro do Todo-Poderoso me dá vida”), uma “versão abreviada” desses versículos, nos dize que somos criados pelo Espírito; o Espírito é o que nos anima/aviva. A Leitura Alternada (Efésios 1:1-3, 15-17; e I Corintios 2: 1, 4, 5), de Paulo, nos encoraja a entender que o Espírito é o poder por trás de nossas demonstrações de cura e plena satisfação. Todo o bem que nos propomos realizar vem de Deus, o Espírito. O Espírito é a “vida” do homem (aquilo que nos faz ativos) e Paulo deixa claro que não se trata da sabedoria do homem, mas “... em demonstração do Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria humana, e sim no poder de Deus”. Isto é um grande lembrete de que é a cura cristã, a demonstração que embasa a nossa fé... tornando-a, afinal, menos fé e mais compreensão.

Seção 1: O Espírito é o Criador.
Somos ensinados na Ciência Cristã, entre as primeiras lições, que o homem é a “imagem e semelhança” de Deus (ver B3, Gênesis 1: 26, 27). Mas será que aceitamos isso como fato garantido? Se Deus é Espírito, o homem de Sua criação não pode ser matéria, ou material. A matéria não é o reflexo ou a imagem do Espírito (CS3, p. 335). E eis que constatamos que o Espírito é substância e não a matéria, como os sentidos físicos gostariam de nos convencer. O homem não se desenvolve/cresce como matéria e nem sai da matéria. Isso contraria o senso material, mas não o senso espiritual, com o qual discernimos e sentimos a presença de Deus/o Espírito. E sabem o que? A Bíblia de fato nos ajuda a discernir o Espírito de um modo significativo e demonstrável (por meio do senso espiritual), como está nessa seção! (B4, 2. Timóteo: 16, 17; e CS1, p. 319).

Seção 2: Olhando para o "profeta" interior, discernimos o bem presente.
Talvez não pensemos em nós mesmos como profetas, mas provavelmente deveríamos pensar! Quando examinamos a definição de "profeta" na citação CS10, vemos que isso é algo que deve ser demonstrado individualmente. A mulher nesta história clamou para o profeta Eliseu. Mas há um "Eliseu" dentro de cada um de nós para nos ajudar a ver os "fatos conscientes da Verdade espiritual", do bem sempre presente de Deus. Eliseu perguntou para a mulher “o que tens em casa". O que da bondade do Espírito ela já tem consciência de possuir? Bem, ela tem um pouco de óleo ... “ - Óleo. Consagração; caridade; benignidade; oração; inspiração celestial” CS7. Agora, ela deve pedir vasilhas vazias, ela deve edificar em sua pequena inspiração e amor (CS7), vendo a multiplicação dessas qualidades como vindas inteiramente de Deus, o Espírito. Há inúmeros exemplos na Bíblia sobre o suprimento do Espírito neutralizando as leis típicas da matéria. Os pães e os peixes que Jesus compartilhou com as multidões, a água jorrando da rocha que Moisés compartilhou com os Filhos de Israel, juntamente com o maná, e claro, a comida que Deus deixou para Elias duas vezes no deserto, enquanto ele dormia, a viúva e o pouco de óleo e farinha, durante a seca - e há muitos mais. A Bíblia nos encoraja a olhar além da matéria para ver o que o Espírito fez e está fazendo agora para o homem. Meu marido tem duas pequenas empresas. A maioria de seus rendimentos atualmente vem da exploração madeireira. Ele compra as árvores, as corta, desgalha, as corta ao comprimento, as trata e vende para várias empresas madeireiras diferentes. No ano passado, enfrentamos uma quantidade devastadora de chuva. Começou no inverno, mesmo antes, no outono e não parou. A chuva impacta muito a exploração madeireira. Quando está enlameado simplesmente não se pode retirar os troncos da floresta para vender. Nós sempre pensávamos que iria parar, especialmente no verão, mas simplesmente não parou. Embora isso nos tenha causado incorrer em dívidas, continuamos orando e regozijando-nos na infinitude do Espírito. Nossa renda foi muito reduzida, mas de alguma forma conseguimos pagar as contas, embora com um mês atrasado (às vezes mais). Nada foi perdido, ninguém passou fome. No final da primavera, quando as coisas estavam terríveis, eu comentei com ele que simplesmente não parecia humanamente possível sermos capazes de continuar a comprar mantimentos e pagar as contas habituais. A renda parecia não se enquadrar com as despesas. Nos regozijamos pois apesar de algumas contas serem deixadas de lado, estávamos pre-senciando o cuidado suave e constante do Espírito, por nossa família. Hoje, temos planos simples que estão em ação para pagar gradualmente a dívida. Pode não soar como uma grande demonstração. Não recebemos cheques inesperados pelo correio, nem presentes surpresa em dinheiro. Mas cada dia tem sido de alegria e gratidão. Essas vasilhas de óleo continuam a ser preenchidas, as nossas necessidades satisfeitas, e acima de tudo, temos mantido uma profunda sensação de paz. Embora a experiência dessa mulher tenha sido mais surpreendente, muitos de nós certamente podemos atestar o fato de que um permanente sentido de paz, enquanto lutamos financeiramente, também é muito significativo, e devemos ser muito gratos por isso! Ter um senso espiritual da realidade nos mantém estáveis e em paz à medida que progredimos através das sugestões materiais de desejo e necessidade.

Seção 3: A vida espiritual é repleta de inspiração, alegria e santidade, nunca é comum.
Esta seção expõe o tema do Cedros para este verão: “encontrar nossa plenitude ao seguir ‘o caminho da santidade’". Ela salienta a história de Jesus transformando água em vinho nas bodas de Caná. Para entender o significado espiritual, mais uma vez precisamos da visão espiritual da Bíblia que Eddy realmente nos ajuda a obter. Jesus traz "inspiração; compreensão" a este casamento simples (CS14). Ele transforma as vasilhas comuns de água, em vinho extraordinário. Uma maneira de pensar isso é ver a trajetória do matrimônio desse casal e pensar não em termos de paixão e alegria de recém-casados, mas sim uma expansão e aprofundamento de amor e compreensão que o casamento produz (guardando o melhor "vinho" para o fim). Isso não precisa se aplicar apenas a um casamento. Pode significar um crescente sentimento de paixão e entusiasmo à medida que prosseguimos com a vida. "Esta vida de ressurreição que você recebeu de Deus não é uma vida tímida, tendendo à sepultura. É venturosa, expectante, saudando a Deus como uma criança "O que vem depois, Papai?” Lembram da passagem de Romanos na Mensagem, no início do estudo? Isso não demonstra que o caminho do Espírito é expansivo e cheio de alegria? Nós descobrimos nossa verdadeira individualidade quando vemos que o homem é feito do Espírito, completo, "O Ser de Deus é a infinidade, a liberdade, a harmonia e a felicidade ilimitada” (CS18).

Seção 4: Labutar na matéria é um exercício vão (não serve para nada!)
Os discípulos de Jesus aprenderam, em mais de uma ocasião, a veracidade da afirmação acima. Depois de seguirem Jesus, e verem todas as curas que fez e de terem eles mesmos realizado curas, voltaram ao seu trabalho após a crucificação dele. Nesta seção, Jesus toma o barco de Simão para pregar às multidões postadas na praia. Ao terminar diz a Pedro par fazer-se ao largo e lançar a rede novamente, após uma noite de pesca fracassada. A Bíblia afirma: “Faze-te ao largo, e lançai as redes para pescar” (B17, Lucas 5: 1-10). Não vos parece que às vezes deveríamos ir mais “ao largo - ir mais fundo” com nossas “redes” espirituais, mesmo depois de um “duro trabalho noturno”? Nossa “labuta”, se quiserdes, é frutífera quando é aprofundada pela inspiração do Espírito—pela compreensão que obtemos quando desejamos no íntimo a mensagem de Deus e não apenas o ganho material de uma cura, ou como na história, uma rede cheia de peixes. Notem que ele diz a Pedro para novamente sair e pescar depois de sua pregação. Em outras palavras, Pedro havia ouvido a mensagem do Espírito e agora está pescando com visão mais profunda e inspiração espiritual. É com essa nova inspiração que Pedro se lança a curar e abençoar a seu modo, como veremos na próxima seção.

Seção 5: Vendo o corpo como espiritual, o templo de Deus.
Ficamos livres das limitações da matéria e do corpo na medida em que reconhecemos o reino dos céus internamente. O Espírito formou o homem de substância espiritual e a matéria não tem absolutamente nada a ver com o Espírito. Esse fato não nos deixa "implorando fora do templo", presos em um corpo coxo ou doente. Somos convidados a "olhar para" a verdade do Cristo (B21). Somos chamados a "Agarra-te firmemente à verdade do existir, em contraposição ao erro de que a vida, a substância e a inteligência possam estar na matéria" (CS29). A substância espiritual é algo que podemos discernir e o Espírito nos abençoa com essa capacidade. A inspiração do Espírito eleva os pensamentos para ver as coisas, até mesmo as materiais, de uma forma mais espiritual, de um modo espiritualmente mais elevado (CS26). As coisas ao nosso redor, muitas vezes sugerem uma realidade mais espiritualmente verdadeira. Podemos cultivar em nós o entusiasmo espiritual que ganhamos em lugares onde a espiritualidade é constante. Observe o que vem de "[despojar] o pensamento daquilo em que erradamente confia e das evidências materiais, para que os fatos espirituais do existir possam aparecer - esse é o grande triunfo por meio do qual expulsaremos o falso e daremos lugar ao verdadeiro. Assim, poderemos alicerçar na verdade o santuário, ou seja, o corpo, do qual ‘Deus é o arquiteto e edificador’"(CS30). Façamos isso um pouco de cada vez, ao longo do tempo e eternamente. Isso produz uma profunda satisfação, alegria constante, oração inspirada e demonstração.

Seção 6: Compreenda a totalidade do Espírito.
O Espírito não está competindo com a matéria. Deus deu a cada um de nós uma compreensão dEle. Não há exclusão de alguns, ou alguns muito ruins, ou muito burros, ou muito qualquer coisa, para receber as mensagens do Espírito. Isso porque tudo o que existe (ou que existiu) é o Espírito e a criação do Espírito. Somos uma daquelas criações. Temos a "mente de Cristo": Unidade do Bem p.33: 10 "... a matéria testifica sobre si mesma:" Eu sou a matéria; "mas a menos que a matéria seja mente, ela não pode falar ou testemunhar; e se é mente, certamente não é a Mente de Cristo, e não é a Mente que é idêntica à Verdade ". A matéria parece lutar por sua própria existência, separação e identidade. Mas o Espírito é poder; é o único poder. Nós podemos ceder a esse fato e “aprender [mos] o caminho na Ciência Cristã" (CS31). Na semana passada aprendemos o quanto Deus ama Sua criação. Podemos aceitar que esse Amor se comunica por meio do Espírito, com Seu próprio filho amado, exatamente na maneira em que esse filho possa entender e demonstrar.
__________________________________________________
Este estudo metafísico foi preparado por by Kerry Jenkins, CS, House Springs, MO (314) 406-0041 kerry.helen.jenkins@gmail.com. A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini. Visite o site www.trentinicsb.com. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB.
O estudo dos Cedros é um complemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 4ª feira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical .

Metaphysical

Christ Jesus shows how to overcome all challenges! - It’s difficult to imagine another...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page