Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Tome o livrinho da verdade, e devore-o! Seja um pensador! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: A Verdade.

Kathy Fitzer, St. Louis, MO & Park City, UT
Posted Monday, January 16th, 2017

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA
Tome o livrinho da verdade, e devore-o! Seja um pensador!
16 a 22 de janeiro de 2017

A VERDADE
__________________________________________________
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Bíblia Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB
__________________________________________________
Texto Áureo (Provérbios 8:1, 6,7) Aqui é a própria sabedoria que fala, prometendo revelar a verdade de Deus a todos os que ouvem. Esta sabedoria é a Palavra de Deus revelada na Bíblia, plenamente demonstrada por Jesus e tornada prática nos ensinamentos da Ciência Cristã por meio de seu livro-texto, Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras.
Leitura Alternada (Daniel 10:19,21; Isaías 29:11,12,17-19,24; 43:9): O livro de Daniel registra a vinda do anjo Gabriel para encorajar o povo de Deus, dizendo-lhes para serem fortes frente à perseguição. Ele promete revelar-lhes o conteúdo do “livro da verdade”. A mensagem de Isaías também era de libertação. O pensamento estava vedado para não enxergar a plenitude da Palavra de Deus. Aparentemente não ouviam mais a Palavra e não liam os livros (pergaminhos). A Palavra ficava oculta e o progresso reprimido. Mas a promessa era de que o povo de Deus novamente se multiplicaria e prosperaria, índoles seriam transformadas e Deus seria novamente compreendido. Até mesmo os que agora se queixam aceitarão a instrução de Deus como lei. Que bela promessa; todos terão a oportunidade de conhecer e compreender a verdade de Deus e Sua relação com a Sua criação. Há momentos em que temos a impressão de não compreender o que pensávamos saber sobre Deus – ou não compreender o suficiente. Às vezes, as palavras parecem não fazer sentido — ou parecem vazias, e então surgem as dúvidas e as queixas. As promessas de Isaías e Daniel se aplicam a NÓS tanto quanto se aplicavam aos antigos. Deus abre nossos olhos e ouvidos para realmente compreendermos Sua Palavra; e as coisas ficam claras quando simplesmente reconhecemos essa divina influência. Cada um de nós pode esperar receber as mensagens de que necessita do jeito que pode entendê-las. As promessas de Deus são perenes! Assim, continuem buscando e Deus Se mostrará e fará Sua palavra ser compreendida!

Seção 1: Tome o livro e devore-o. Seja um pensador.
Ao longo de toda a Bíblia, há referências a palavras, livros, registros, profecias, etc. Através dessas referências, Deus Se revela à consciência humana. O método de registrar a palavra de Deus mudou – de tábuas de pedra a textos eletrônicos. Mas o propósito da mensagem gravada permanece o mesmo: comunicar a verdade. A referência de Isaías de buscar e ler o livro do Senhor era para dizer ao povo que a profecia que estavam ouvindo era verdadeira (B2, Salmos 111:7). Quando João recebeu a revelação de Jesus Cristo, a ele dada por Deus, ela veio na forma de um livro aberto! João “devorou” o que estava no livro, sorveu a mensagem que ele continha. Então, lhe foi dito que profetizasse (falasse sob inspiração – do grego) o que aprendera com a leitura (B4, Ecles.12:10, e B5, Apoc. 1:1,2). A verdade veio a João e a verdade veio a Mary Baker Eddy. Ambos persistiram em transmitir a mensagem recebida assim como a receberam. Nas palavras da Sra. Eddy, ela “deu direta e honestamente o texto da Verdade” no livro-texto da CC, Ciência e Saúde (CS4, p. x). Em assim fazendo, ela resistiu ao sistema do pensamento humano comum, como João o fez, e como nós devemos fazer! “É chegada a hora dos pensadores” (CS8, p. vii). Aceitamos o desafio de sermos pensadores? Como tais, recebemos as ferramentas para cavar profundamente no reino do real. Somos instados: “Tomai a Ciência divina. Lede este livro do começo ao fim. Estudai-o, ponderai-o” (CS7, p.559). Desafio cada leitor a fazer exatamente isso. Sei de muitas pessoas que decidiram ler continuamente o CeS de capa a capa. Para mim era um desafio, pois acabava deixando-me distrair e desanimar, e por fim abandonar. No entanto, comecei novamente e dessa vez confiante de chegar ao fim, porque estou descobrindo muito a respeito da continuidade da mensagem dessa Ciência. Aprecio a mensagem de iluminação que veio a Sra. Eddy quando estudava a Bíblia. Estou vendo que a razão e a revelação, como foi mostrado a ela, estão sendo reconciliadas e estou vendo “a verdade da CC [sendo] demonstrada” (CS5, p. 110). Deus revelou Sua mensagem a Eddy e ela agiu como “escriba sob ordens”. Que belo presente recebemos. Imaginem a influência que poderíamos ter sobre o mundo se todos concordássemos em: “tomai a Ciência divina. Lede este livro do começo ao fim. Estudai-o. Ponderai-o” (CS7, p. 559). E deliciarmo-nos na demonstração do que estamos aprendendo. Como lemos na lição da semana passada: “[…] temos de começar pelas demonstrações mais simples de controle e, quanto mais cedo começarmos, melhor será” (CS 429:4-6). Uma dessas demonstrações de controle é ter a disciplina de realmente estudar nosso livro-texto. Grande proveito teremos em aceitar esse desafio — eu garanto! É um chamamento a todos os pensadores (CS8, p. vii). Unamos nossas forças!

Seção 2: O fermento da Verdade está mudando o universo
Nos tempos bíblicos, do Antigo e do Novo Testamento, o fermento usado para fazer a massa de pão crescer era um pedaço de massa já fermentado de uma fornada anterior. Era dissolvido em água antes de agregar à massa fresca, ou então era agregado (escondido) à massa e amassado no conjunto. O fermento dos fariseus e saduceus contra o qual Jesus alertou seus discípulos era seu ensinamento (ou doutrina humana, como a Sra. Eddy se refere) (B9, Mateus 16:6; e CS9, p.117). Na tradição judaica, o fermento tinha geralmente a conotação de corrupção. Como Jesus usou na parábola, o significado de fermento era “a ação silenciosa e penetrante do fermento na massa” (Dicionário Bíblico Hastings). Podia significar, também, o fato de que “a realidade do reino está escondida por ora aos líderes religiosos e ao público em geral, mas será revelada mais tarde” (New Interpreter’s Bible).
E, certamente, a CC revelou esse reino de um modo que possa ser compreendido e praticado. MBEddy lança uma nova luz sobre a parábola ao usá-la para ilustrar o efeito da Verdade — ou o Cristo — sobre a visão da humanidade a respeito da Ciência, da Teologia e da Medicina. Há uma visão geral sobre ciência, teologia e medicina enraizada na matéria como origem e tema central de todas as coisas. O pensamento mortal se firma a partir de crenças enraizadas na aparência exterior e em conjetura humana. Jesus introduziu um modo totalmente diferente de olhar para as coisas. Ele “desdobrou a natureza de Deus para o homem, dando o exemplo e demonstrando a Vida e a Verdade em si próprio, e por meio de seu poder sobre os doentes e pecadores” (CS9, p.117).
A CC segue explicando o que Jesus ensinou e praticou. O ponto de vista das pessoas tem de mudar à medida que a Ciência elevar o pensamento. É difícil notar as pequenas diferenças na massa do pão enquanto o fermento está agindo, mas a massa cresce. Assim, embora às vezes pareça que pouca coisa esteja mudando no pensamento humano, o fermento da Verdade está agindo ativamente. Temos de confiar, e não comprimir as mãos, mas ficarmos fieis ao que a CC ensina sobre da totalidade do Espírito. Ampliar a evidência à medida que ficar aparente que o Cristo, a Verdade, está tendo um efeito em nosso mundo.

Seção 3. A atividade do fermento da Verdade na Ciência.
O que permitiu a Jesus caminhar sobre as ondas — em total oposição às chamadas leis da física? (B13, Salmo 93:4). Tenho de admitir que foi sua compreensão da verdadeira Ciência — o conhecimento da única lei, a lei de Deus, infinita harmonia. Essa compreensão, combinada com a grande compaixão que ele sentia pela humanidade, motivou-o a demonstrar essa Ciência e a libertar seus companheiros do medo, do pecado, da doença e da morte. A CC nos dá as ferramentas com as quais aprender e emular os ensinamentos e obras de Cristo Jesus. Em Ciência e Saúde, a Sra. Eddy identifica Jesus como “o homem mais científico que já andou neste mundo” (CS11, p.313). Vamos dar uma olhada mais de perto nessa experiência de andar sobre as ondas. Jesus havia despedido a multidão e ordenado a seus discípulos que fossem na frente, enquanto ficava só e orava. Mas quando viu que os discípulos estavam com dificuldade, foi até eles. Primeira lição para nós: asseguremo-nos de reservar tempo para ampliar nossa própria compreensão espiritual — orar e nutrirmo-nos espiritualmente. Para então, quando virmos alguém com necessidade, estarmos dispostos a ajudar! Diz o relato que Jesus ia passar pelo barco deles, quando seus discípulos o viram e gritaram. O mestre respondeu à receptividade dos discípulos. Podemos confiar que o Cristo vem a nós quando reconhecemos a presença e o poder da Verdade. Quando Jesus entrou no barco dos discípulos (simbolicamente, quando a Verdade entra na consciência humana) o vento (“destruição; ira; paixões mortais” — ver Glossário) cessou (B13, Salmo 93:4).
Jesus compreendia que andava sobre as forças da Mente — não da matéria (CS14, p. 124). A ciência natural sempre começa com a matéria. A matéria é inerentemente limitada e inclui elementos destrutivos. A única Ciência realmente confiável “refere-se unicamente às leis de Deus e ao Seu governo do universo, que inclui o homem” (CS13, p. 127). Olhem o que mais Eddy diz sobre Ciência nesta seção. E pratiquem de acordo com as mais elevadas leis de Deus, quando virem as coisas de acordo com a verdadeira Ciência. Então veremos que o que denominamos gravidade é, em verdade, a atração da Mente; veremos também que a metafísica formata o que chamamos de leis da física (CS124, p.124). Ainda que não possamos demonstrar essa Ciência como Jesus, precisamos fazer o que pudermos e saber que a Verdade está agindo como uma influência levedante de modo que o pensamento humano possa perceber a Ciência genuína e infalível (CS15, p. 329; e CS16, p. 272).

Seção 4: A atividade do fermento da Verdade na Teologia.
Os fariseus e os saduceus estavam constantemente desafiando a teologia de Jesus (ou de credos e ensinamentos religiosos). Ele pacientemente respondeu às suas perguntas e demonstrou de forma prática a verdade do que estava dizendo (B15, Mateus 4:23 e B16, Mateus 22:34-40). Provavelmente nós também já experimentamos alguém desafiando a teologia da Ciência Cristã - especialmente o aspecto da cura. O que adoro sobre esta seção é o que ela traz sobre a relação entre o amor de Deus e do homem, e sobre a cura. Foi a teologia do amor que formou a base das curas realizadas por Jesus. Não existe uma expressão mais elevada do amor do que libertar alguém do que quer que esteja vinculando-o às limitações da crença material - incluindo o pecado e a doença. O significado espiritual da teologia de Jesus é revelado em Ciência e Saúde: "Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura! ... Curai enfermos! ... Amarás o teu próximo como a ti mesmo" (CS18, p.138)! Isso ainda não foi amplamente aceito, mas o fermento da Verdade está em ação. Os "corações dos homens" estão sendo preparados para isso (CS19, p. 132). À medida que "devoramos" o livro-texto - e o compartilhamos com os outros - a consciência será espiritualizada e "a verdade a respeito do existir será a base da religião verdadeira" (CS23, p.67). A Ciência Cristã é muito mais do que um sistema de saúde alternativo. A base de sua prática de cura não é a recitação cerimoniosa de versos, nem o exercício da vontade humana e da fé cega. Seu princípio de cura brota do amor puro - a reflexão e a expressão do Amor divino que atende a todas as necessidades humanas e revela a unidade de Deus e do homem!

Seção 5: A atividade do fermento da Verdade na Medicina
Certamente, a Bíblia tem exemplos de Deus curando Seu povo - assim como promessas de cura de Deus (B19, Salmos 86:15). A cura era central para o ministério de Jesus. Ele curou em todos os lugares onde esteve, e seu ensino enfatizou a necessidade de que a cura continue. No caso da mulher que estava com hemorragia há doze anos, Jesus naturalmente respondeu ao seu chamado mental de ajuda - e à sua fé. A mulher tinha esgotado toda a esperança de obter ajuda dos médicos daquela época. Ela investira todo seu dinheiro, e estava pior do que quando começara. Quando se aproximou de Jesus, ele se encaminhava para curar a filha de Jairo (um oficial da sinagoga) que estava morrendo. A mulher na multidão era insignificante, uma ninguém. No entanto, Jesus não só respondeu a seu pedido de ajuda, mas buscou-a. A mulher poderia ter acreditado que Jesus era alguém que fazia milagres, cujo poder mágico fluía do curador carismático para suas roupas e a qualquer coisa que o tocasse (Bíblia do Novo Intérprete). Se Jesus não tivesse parado e procurado a mulher, ela ainda assim teria sido curada, mas não teria entendido o que a havia curado. Ela provavelmente teria continuado a acreditar que era mágica. Jesus queria que ela compreendesse que ela havia sido tocada pela presença de cura do Cristo, a Verdade, e que sua fé trouxera à tona a verdade de que era completa (B20, Marcos 5:25-34). Para mim, isso fala do poder de Cristo para curar, mesmo quando não compreendemos completamente a Ciência por trás do poder. Quando buscamos um Cientista Cristão para a cura, não estamos buscando uma pessoa, mas o poder de Cristo, a Verdade. "A verdade só destrói o que não é verdadeiro" (CS24, p.142). Certamente podemos esperar ser curados, e nunca precisamos temer quaisquer efeitos colaterais. Com sua descoberta e demonstração das "leis divinas da Ciência Cristã", Mary Baker Eddy "mostrou que a Verdade não perdera nada de sua eficácia divina e curativa" desde o tempo de Jesus (CS26, p.147). Muitas vezes, ouvimos a preocupação de que a cura não está ocorrendo como aconteceu nos dias da Sra. Eddy. Aceitamos, infelizmente, isso? Ou nos rebelamos? Lemos: "O efeito desta ciência é agitar a mente humana para uma mudança de base, na qual ela pode ceder à harmonia da Mente divina" (CS27, p.162). Não há dúvida de que somos constantemente bombardeados com as promessas (e perigos) da medicina moderna. No entanto, não houve um declínio na doença. Eu não acredito que precisamos ter medo, nem ser intimidados pela influência médica. A Sra. Eddy escreveu: “Se alguma vez os Cientistas Cristãos não conseguirem receber ajuda de outros Cientistas — seus irmãos a quem podem recorrer — ainda assim Deus os guiará ao uso adequado de meios temporários e de meios eternos” (CS. p. 444). A medicina é um exemplo de um meio temporário. A Ciência Cristã oferece os meios eternos para a cura - cura que é completa e permanente, porque o pensamento é transformado. Disseram-nos o que é necessário para "absorver todo o significado da Ciência". "O livro precisa ser estudado" e as regras da cura científica devem ser demonstradas (CS26, p.147). Estamos com ênfase total na instrução de comer o pequeno livro. Ao fazer isso, nos tornaremos melhores sanadores, veremos o fermento da Verdade ativamente transformar/mudar a medicina da matéria para a Mente e "cada um será seu próprio médico" (CS29, p.144).

Seção 6: Continue na palavra do Cristo – e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
Jesus esperava que aqueles que acreditavam nele seguissem seu exemplo. Podemos muitas vezes esquecer o início do versículo que vemos com tanta frequência nas paredes de nossas igrejas. Jesus disse: "Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”(B22, João 8:31-32). A primeira parte foi traduzida,"Se vocês continuarem a obedecer aos meus ensinamentos, serão, de fato, meus discípulos"(NTLH); "se vocês permanecem comigo, vivendo o que eu ensino, sem dúvida são meus discípulos." (MSG); "Se você obedecer ao que eu disse" (CEB). Conhecer a verdade é viver nossa vida, e pensar cada pensamento de acordo com a verdade do ser/existir. Não é isso o que a Sra. Eddy estava dizendo quando disse a seus leitores: “É possível — é até mesmo dever e privilégio de cada criança, homem e mulher — seguir em certo grau o exemplo do Mestre, pela demonstração da Verdade e da Vida, da saúde e da santidade” (CS31, p.37:22-25). “[…]a totalidade de Deus, o bem, e a nulidade do mal” (CS30, p.293:28)! E nós podemos, devemos, e estamos demonstrando isso. A Sra. Eddy “entrega estas páginas aos que honestamente procuram a Verdade (CS32, p.xii:23-27). Como é importante que aceitemos esse papel - que realmente busquemos a Verdade -, não para a cura que resultará, mas pela Verdade em si. A Verdade nos LIBERTARÁ e nos LIBERTA. Assim, podemos parar de verificar o nosso progresso de acordo com o que pensamos que o corpo esteja fazendo ou não fazendo. Quando devoramos a Verdade que Jesus ensinou e demonstrou, e o que a Ciência Cristã incorpora, somos libertados. Quanto mais magnificamos o bem, mais bem (e cura) vemos! Deve ser sempre uma alegria trazer conforto (consolo) ao sofredor e cura aos doentes (CS32, p.xii:23-27). É nossa natureza fazer exatamente isso e deve tornar-se tão natural dar testemunho da Verdade à medida que vivemos nosso dia - seja o que for que estejamos fazendo - assim como é respirar. Vamos ser gratos por estarmos juntos nisso - totalmente apoiados pelo amor de Deus e pela verdade de Cristo!.
_________________
Este estudo metafísico foi preparado por Kathy Fitzer, CS 314-323-4083 kathyfitzer@gmail.com
A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini..
Visite o site Associação dos Alunos de Ciência Cristã do Professor Orlando Trentini, CSB. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB.
Os Cedros são um suplemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 4ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.

Metaphysical

Find out what it takes to follow the Master Christian! - We have to be willing to leave the...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page