Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Deixe que Deus cure os grandes impostores: o pecado, a doença e a morte. Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: São reais o pecado, a doença e a morte?

Rick Stewart, C.S., Dresden, Germany
Posted Sunday, April 2nd, 2017

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

Deixe que Deus cure os grandes impostores: o pecado, a doença e a morte.
03 a 09 de abril de 2017
SÃO REAIS O PECADO, A DOENÇA E A MORTE?
PRINCIPAIS NECESSIDADES DA SEMANA
__________________________________________________
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Bíblia Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB
__________________________________________________
Sejamos francos, não é tarefa fácil hoje em dia pedir que as pessoas acreditem que esse tópico seja considerado como uma questão a considerar: “São reais o pecado, a doença e a morte?” Afinal de contas, a grande maioria da humanidade acredita firmemente que o pecado, a doença e a morte não só sejam reais, como sejam uma realidade indiscutível. Responderiam: “Logicamente, vejo todos os três diariamente ao meu redor.” Perguntar sobre a realidade deles parece até ridículo. Mas, pessoalmente, estou contente que a Descobridora e Fundadora da Ciência Cristã, Mary Baker Eddy, tenha incluído este item como um dos temas das Lições Bíblicas. Por quê? Bem, para ser honesto, acho de vital importância que haja pelo menos uma fonte no universo da informação que tome a Bíblia como a melhor fonte de informação a respeito da vida e da saúde. Leiam e estudem a Bíblia e encontrarão indivíduos do Antigo ao Novo Testamento que fizeram de seu propósito de vida a demonstração de que o pecado, a doença e a morte não sejam a palavra final, ou melhor, não a “Palavra” final. Quando investigadas sob uma perspectiva espiritual, essas pretensões não só podem ser curadas, como também, por meio de uma compreensão da Verdade de Deus, elas podem ser demonstradas, com autoridade, que não fazem parte da realidade de Deus.
Comecemos com uma afirmação do profeta Jeremias, que é o nosso Texto Áureo desta semana.
Jeremias 30:17: “[Eu] te restaurarei a saúde e curarei as tuas chagas, diz o Senhor ”
E de acordo com A Mensagem: “Mas a vocês trarei restauração para curar o incurável.”
Esta afirmação de Jeremias, considerado um dos maiores profetas do judaísmo, parece preparar um terreno para Deus como estando claramente envolvido no sistema de segurança de nossa saúde.
Leitura Alternada: Habacuque 1:12, 13 e Salmos 103:2-6; 42:8, 11. O imaginário de Deus como fonte da saúde e da cura continua na LA onde lemos: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor […] Ele é quem perdoa todas as tuas iniquidades; quem sara todas as ruas enfermidades; quem da cova redime a tua vida (morte) […] de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia.” (Embora traduzido como águia, a palavra hebraica é nesher, que provavelmente se refira ao “abutre de Griphon”. Esta espécie está entre as aves de vida mais longa).
[PS#1 de Warren para LA, Salmos 103:2-6, de Cobbey Crisler: Todos nós temos coberturas de apólices de seguros, talvez de seguro de vida e de seguro de saúde. Talvez a grafia canadense seja melhor, assurance como “garantia” quando a terapia bíblica é aplicada. Se você alguma vez teve curiosidade de saber quais são as garantias, o Salmo 103 faz uma lista delas: (versículo 2): “não te esqueças de nenhum só de seus benefícios”. Temos: “perdoa todas as [nossas] iniquidades”, que é a remoção do pecado do homem. “Enfermidades”, de todo tipo (versículo 3), removidas da experiência e natureza do homem. O versículo 4 diz: “quem da cova redime a tua vida”, a morte não é mais o árbitro da potencialidade e capacidade do homem. Esses são os benefícios. Não são apenas individuais; são coletivos, pois o versículo 6 diz: “O Senhor faz justiça e julga a todos os oprimidos.” Leaves of the Tree: Prescriptions from Psalms [Folhas da árvore: prescrições dos Salmos], de B. Cobbey Crisler]

Seção 1: O que Deus faz é "real".
Esta seção cria um bom case para o fato de que o que Deus faz é bom e Ele só faz o bem. "Acaso, pode a fonte jorrar do mesmo lugar o que é doce e o que é amargoso?" (B3, Tiago 3:11)
Como afirmam as citações a seguir: "O bem não é, nem pode ser, o autor de pecados experimentais. Deus, o bem, é incapaz de produzir a doença, assim como o bem é incapaz de causar o mal, e a saúde de ocasionar a enfermidade" (CS3, p.230).
Já ouviu alguém falando de uma doença que leva à morte como "vontade de Deus"? Você vai ver por toda essa Lição Bíblica como esta falsa crença não tem base na Bíblia nem na realidade de Deus. Nosso livro-texto concorda com a posição bíblica como afirmado na seguinte citação:
"Em vez de mandar a doença e a morte, Deus as destrói e traz à luz a imortalidade […] Deus não faz o homem pecar, adoecer nem morrer" (CS4, p.206).
A Ciência Cristã nega com afinco o que é uma realidade óbvia a muitas pessoas, ou seja, a realidade de que a doença por vezes leve à morte? Em 1928, a seguinte afirmação apareceu no Christian Science Sentinel. Eu a vejo como uma resposta simples e direta àqueles que lutam com o que a Ciência Cristã ensina sobre o pecado, a doença e a morte.
"A Ciência Cristã reconhece com clareza a presença da doença como um fator a ser tratado na experiência humana. É verdade que ela ensina que a doença não é real, no sentido em que Deus não a criou. Jesus fez o mesmo: o homem teve sua mão ressequida curada por completo; o cego passou a ver; Lázaro ergueu-se da cova – tudo isso porque a doença era irreal, não era verdadeira aos olhos de Deus. Sustentar a irrealidade da doença desta forma é muito diferente de tentar curá-la através de uma negação cheia de vontade e imprudente da existência da doença. Não é raro os médicos acharem que não podem ajudar seus pacientes com tuberculose, por exemplo, e recomendarem a Ciência Cristã, geralmente com o resultado que esses pacientes acabam recebendo uma cura permanente. Sinto que posso falar com alguma autoridade, já que um familiar meu ficou permanentemente curado da tuberculose através de um tratamento da Ciência Cristã.(Frank C. Ayres, Comitê de Publicação para o estado de Indiana, no Anderson Herald, para o exemplar de 19 de maio de 1928 do Christian Science Sentinel) (Veja o PS #2 do Warren para uma visão bem interessante de Cobbey sobre a citação B5, Salmos 107:15,20.)
[PS #2 do Warren para B5, Salmos 107:15,20 de Cobbey Crisler, "pagando as contas através do louvor".
["Vou dar-lhe uma tarefa no Salmo 107 porque é um trabalho bem recompensador. Nos primeiros 22 versículos, por exemplo, quando estiver estudando sozinho em casa, trabalhe as etapas que estão sendo dadas, os sintomas, o compromisso com o Grande Médico, o tratamento, o remédio e, então, pague sua conta. Acaba por se tornar um refrão: "Pague sua conta. Pague sua conta." Neste versículo especificamente, no versículo 8 [e nos versículos 15, 21, 31] "Renda graças ao Senhor por sua bondade e por suas maravilhas para com os filhos dos homens!" Siga as instruções até o fim e você verá três séries diferentes de prescrições e tratamentos que podem ser relevantes à sua própria experiência."
O compromisso com o Grande Médico e, depois, é claro, quando estiver na frente do Médico, cara a cara, vendo o rosto de Deus, pegue o tratamento, deixe que Seu rosto brilhe sobre ti, pegue a receita, saia e avie a receita. O remédio resolve todo o problema, sendo assim, pague a conta. Faça tudo e veja o que acontece." Folhas da árvore: prescrições dos Salmos, de B. Cobbey Crisler]


Seção 2: A unidade do Bem é a expressão de Deus do Bem único.
Esta seção estabelece outro elemento-chave da perspectiva da Ciência Cristã sobre o pecado, a doença e a morte. Talvez pudéssemos chamá-la de "integridade" do Bem. Nas seguintes citações encontramos isso expresso:

CS7 (p.539): "Qual poderia ser o padrão do bem, do Espírito, da Vida, da Verdade, se estes produzissem seus opostos, tais como o mal, a matéria, o erro e a morte? Deus jamais poderia transmitir um elemento do mal, e o homem nada possui que não lhe provenha de Deus.”
CS10 (p. 356): "Não existe associação, nem presente nem eterna, entre o erro e a Verdade, entre a carne e o Espírito. Deus é tão incapaz de produzir o pecado, a doença e a morte, como de vivenciar esses erros. Como, então, Lhe seria possível criar o homem sujeito a esse trio de erros - o homem, que é feito à semelhança divina?"

Neste ponto de nossa leitura, Johann assinalou: "Então, esta maneira de olhar para as coisas seria diferente do conceito de yin e yang." Eu concordei! (Na filosofia chinesa "yin e yang", “claro e escuro”, descrevem como forças opostas ou contrárias que podem ser interligadas ou complementares.)
Na Ciência do Cristianismo, aprendemos que a unicidade, a unidade, a plenitude do Bem é a base da realidade. Existem alguns pontos interessantes no seguinte artigo do Journal.
REALITY VERSUS DUALITY [REALIDADE VERSUS DUALIDADE] de B. S., da edição de dezembro de 1889 do The Christian Science Journal
"Um pensamento de inversão me vem fortemente nessas quatro palavras: pegue um cartão, escreva nele as palavras "live" (viver) e "lived" (viveu); segure-o diante de um espelho, e o reflexo no espelho será "evil” (mal) e "devil” (diabo). Não parece uma estranha coincidência que "viver" deveria significar "mal" invertido? Em um temos o real, no outro o irreal. Isto para mim é como trabalhar um problema numa base ou num princípio científico, porque o mal não pode viver. "O Cristianismo não ensina nada além do que é perfeitamente coincidente com os princípios governantes de um homem virtuoso".
"A ideia de um diabo pessoal como oponente a Deus há muito prevaleceu na mente humana e Deus era uma ideia composta de personalidade diante da qual eles se curvaram. O mal é o oposto do Bem, ou a suposta ausência do Bem. Tudo o que o Pai amoroso faz é bom; e nada mais tem poder.
"Na edição de Junho do Journal são encontradas estas palavras: "Para nossa apreciação não foram ditas palavras mais sábias do que as do nosso Mestre: "Toda ação humana é uma escolha entre o menor de dois males". No senso mortal, estamos caminhando sobre areias movediças, o panorama dessa aparente vida é como aquele oferecido por um céu nublado, sem mais permanência ou durabilidade. Nosso trabalho, nosso único trabalho é estabelecer e manter o sentido da realidade do Ser.” […]
"Deus é Vida; e esta dualidade do Bem e do Mal é contrária à Realidade. Existe somente em uma falsa consciência, ou conhecimento do que é "viver" ou ter vivido. É um sentido de vida na carne e na matéria; tanto o bem como o mal. "Tudo é Mente e ideia da Mente.”

Seção 3: O pecado perdoado por Deus dá domínio.
Você já se sentiu deprimido? Já ansiou por alguém ao seu lado, um apoiador, um advogado só para você?
B10 (1João 2:1): "Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia alguém pecar, temos um Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo: "
Uma nota em My Bible Lesson, publicada pela CS Publishing Society, afirma que "A palavra ‘advogado’ vem da palavra grega parakletos, que também se traduz em ‘Consolador ". Um advogado permanece ao seu lado e o defende num tempo de provação.” Você tem um Advogado ao seu lado!
Na citação B12 (Mateus 9 2-8), Jesus cumprimentou um paralítico: "Tem bom ânimo Filho; estão perdoados os teus pecados.” Jesus sabia o que o homem precisava. Não precisamos todos nós de esperança e encorajamento quando estamos nos sentindo para baixo? Jesus também discerniu as críticas e julgamentos dos escribas, não só ficaram furiosos com a pretensa afirmação de Jesus de que os pecados do homem paralisado foram perdoados, mas também seus juízos poderiam ter caído pesadamente sobre este homem. Mas Jesus o levantou. Tudo isso para o desgosto dos escribas, "Este homem blasfema!" Mas ainda assim, Jesus persistiu e o paralítico levantou-se e caminhou.
(Veja o PS # 3 de W para B12, Mateus 9:2-8 de Cobbey Crisler sobre curar animando e perdoando.)
CS15 (p.474): "Se o pecado, a doença e a morte são tão reais quanto a Vida, a Verdade e o Amor, então todos eles teriam de provir da mesma fonte; Deus teria de ser seu autor. Ora, Jesus veio para destruir o pecado, a doença e a morte; mas as Escrituras afirmam: "Não vim para destruir, mas para cumprir." Como então é possível, acreditar que os males, para cuja destruição Jesus viveu, sejam reais, ou o produto da vontade divina?”
Muitos de nós temos encontrado grande encorajamento, advogando para o nosso próprio progresso nestas palavras de Ciência e Saúde, CS16 (p.476): "Jesus reconhecia na Ciência o homem perfeito, que lhe era visível ali mesmo onde os mortais veem o homem mortal e pecador. Nesse homem perfeito o Salvador via a própria semelhança de Deus, e esse modo correto de ver o homem curava os doentes.”

Seção 4: O Cristo quebra os laços do diabo
Nesta seção, a instrução está presente em como lidamos com nossos adversários: o pecado, a doença e a morte. Faça isso rapidamente. Não postergue qualquer problema. Não permita que ele continue indefinidamente. Às vezes gosto de pensar em nosso trabalho de cura cristã como se fôssemos cavaleiros habilidosos ou guerreiros Ninja. Nós nos preparamos através da oração, aguçamos nossas armas e, então, quando começamos nosso dia, empunhamos nossas Espadas da Verdade para cortar todas as sugestões do mal em todas as direções, à direita e à esquerda. Como sempre assisto filmes com meus filhos, tenho a alegria de descobrir ou redescobrir imagens inspiradoras em filmes que eu não teria necessariamente assistido se não fosse por eles. Por exemplo, recentemente assisti o original da Disney A Bela Adormecida, com a minha filha Martha. Adorei quando o Príncipe Filipe, usando a Espada da Verdade e o Escudo da Virtude, cruzou o caminho através dos espinhos matando finalmente o dragão do mal. Essa é de fato a maneira certa de lidar com um adversário!
“[…] entre em acordo com essa pessoa enquanto ainda é tempo, antes de chegarem até lá, Porque, depois de chegarem ao tribunal, você será entregue ao juiz, o juiz o entregará ao carcereiro, e você será jogado na cadeia (B13, Mateus 5:25, NTLH).”
““Entra em acordo sem demora com o teu adversário, enquanto estás com ele a caminho.” Não permitas que alegação alguma de pecado ou de doença se desenvolva no pensamento. Rejeita-a com a firme convicção de que é ilegítima, porque sabes que Deus não é o autor da doença, assim como não é o autor do pecado. Não tens nenhuma lei de Deus que sustente a inevitabilidade quer do pecado, quer da doença, mas tens autoridade divina para negar essa inevitabilidade e para curar os doentes. “Decide-te a discordar” dos primeiros sintomas de uma doença crônica ou aguda, seja câncer, tuberculose ou varíola” (CS21, p. 390).
“Eleva-te na força do Espírito para resistir a tudo o que é dessemelhante do bem. Deus fez o homem capaz disso, e nada pode invalidar a capacidade e o poder divinamente outorgados ao homem” (CS22, p. 393).
(Você vai gostar muito das percepções de Cobbey no PS # 4, que trata sobre lutar com nosso adversário, e, no PS # 5, da cura realizada por Jesus de uma mulher encurvada!)
[PS#4 de Warren para B13, Mateus 5:25, de Cobbey Crisler: "(Versículo 25) "Concorda com o teu adversário rapidamente, enquanto ele está no caminho [conosco]. Resolva o problema enquanto ele confronta você. Não o largue de mão. Certa vez ouvi um palestrante descrever a velhice de uma maneira nova. Ele decidiu que a velhice poderia ser apenas um acúmulo de problemas não resolvidos: problemas que adiamos. Livro de Mateus, Auditando o Mestre: Um Relatório do Coletor de Impostos, por B. Cobbey Crisler]
[PS#5 de Warren para B16 (Lucas 13: 11-17) de Cobbey Crisler.
Jesus cura a mulher encurvada: "Os versículos 10 a 17 apresentam uma cura encontrada somente no livro de Lucas. (Versículo 11) Uma mulher com uma dificuldade na coluna está em uma sinagoga. Observe que Lucas não diz que ela tem uma enfermidade. Lucas, que é considerado um médico, nem sequer a diagnostica com uma enfermidade, mas como tendo um "espírito mau", um conceito, um espírito, um pensamento. Ela estava encurvada, não conseguia se levantar. (Versículo 12) Jesus se aproxima e anuncia à mulher algo que poderia ser aplicável de muitas maneiras, não apenas naquele momento. "Mulher, você está curada." [...] Ela se endireitou e começou a louvar a Deus".
(Versículo 14). Incrível, "o chefe da sinagoga", em vez de estar maravilhado por esta grande cura e ajuste de um problema humano, "ficou zangado". A explicação de Jesus sobre a causa da doença está no versículo 16. Já não deve haver nenhum espaço no pensamento cristão sugerindo que a doença provenha do pensamento ou seja da vontade de Deus, quando Jesus a atribui a qualquer coisa que se opusesse a Deus. Somente o que se oporia a Deus poderia sugerir algo ao homem a qual Deus por Ele mesmo nunca havia criado com respeito ao Seu homem perfeito. Isso é uma nova teologia? Satanás e a doença estariam conectados e não deveria ser Deus a causa da perda, ou da dor, ou da doença?
Porque se isso for assim, ele define Satanás como um mentiroso, assim como Jesus faz em João (8:44). Satanás aprisionou esta mulher com uma enfermidade que a mantinha encurvada e manteve isso por dezoito anos (Lucas 13:16). E "Satanás é mentiroso e pai da mentira". A obra de Satanás também deve ser mentira. E se eles são como são, podem ser corrigidos mentalmente através de um pleno reconhecimento do que é verdadeiro. Note que Satanás cria essas ligações. Jesus disse (João 8:32) "Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará".
É uma disputa entre a verdade e a mentira sobre Deus e Sua teologia, sobre o homem, sobre a mulher, sobre as crianças e sobre a doença. Se Satanás é um mentiroso, ele nunca mudará seu caráter. Nossa ideia de Deus pode ter se perdido, mas Deus nunca mudou." "Livro de Lucas: Luke the Researcher" de B. CobbeyCrisler]

Seção 5: Enxergando através da morte em Jope, Pedro ressuscita Tabita.
Muitos de nós conhecem esta afirmação de Jesus: "Em verdade, em verdade vos digo: se alguém guardar a minha palavra, não verá a morte eternamente" (João 8:51).
Aqui está a versão da Bíblia A Mensagem: "Falo com absoluta confiança. Se vocês praticarem o que digo, não terão de encarar a morte."
Adoro quando a Palavra do Mestre é levada a sério. Sabe como é, seguir, ouvir e viver de acordo com as instruções do Mestre.
Por exemplo, como na lição desta semana, na citação B18 (Atos 9:36-42), o apóstolo Pedro recebe o chamado para ir imediatamente para Jope. Lemos em Atos dos Apóstolos que uma discípula chamada Tabita estava doente e morrera. Pedro foi chamado, veio e ressuscitou Tabita. Foi um evento maravilhoso, mas foi algo incrível (inacreditável)? (Veja o PS do Warren #6 para mais ideias de Cobbey.)
Houve uma época em que os seguidores de Cristo Jesus não achavam incrível, como quando o apóstolo Paulo disse ao rei Agripa: "Por que se julga incrível entre vós que Deus ressuscite os mortos? (Atos 26:8)
Outra pessoa que aceitou a palavra de nosso Mestre foi Mary Baker Eddy. Ela escreve na citação CS26 (p.426):
"Quando se aprender que a doença não pode destruir a vida e que não é pela morte que os mortais são salvos do pecado ou da doença, essa compreensão nos despertará para uma vida sempre nova. Superará tanto o desejo de morrer, como o pavor ao túmulo, e destruirá assim o grande medo que aflige a existência mortal. A renúncia a toda a fé na morte e também ao medo do seu aguilhão elevaria o padrão de saúde e de moral muito acima de seu atual nível, e nos habilitaria a manter erguido o estandarte do Cristianismo com fé inabalável em Deus, na Vida eterna."
Houve aqueles que continuaram a seguir o Mestre e aceitar sua palavra, por exemplo. A história de Joseph Mann foi publicada no Boston Sunday Globe em 21 de novembro de 1886 e foi republicada no Christian Science Journal de 1887,
“Puzzling the Doctors, A Strange Story of How A Christian Scientist Cured A Wounded Man [Surpreendendo os médicos, uma história estranha de como um cientista cristão curou um homem ferido]
“Hartford, Conn.,20 de Nov. – R. C. Hannon, um Cientista Cristão de Boston, obteve muitas conversões na cidade vizinha de Broad Brook, onde foi relatado um caso impressionante de cura pela fé. Há uma semana, Joseph Mann foi acidentalmente baleado por seu cunhado; a bala atravessou lado esquerdo do peito, saindo pelas costas.
Ele foi atendido por três médicos que, após examiná-lo, declararam que o caso era fatal. O paciente estava inconsciente e sangrando muito. Hannon, estando na cidade, pediu permissão para tentar "a Ciência Cristã".
Quando Hannon entrou no quarto, o homem ferido recobrou imediatamente a consciência e sentou-se na cama. Em uma hora, ele parecia estar melhor do que nunca. Os ferimentos sararam rapidamente e, hoje, o sanador e seu paciente estiveram nesta cidade. Ele diz que não sente nenhuma dor. Está um pouco pálido pela grande perda de sangue, mas fora isso, está perfeitamente bem.
Hannon diz que a Bíblia é a autoridade para a cura pela fé e que ninguém precisa morrer. Os médicos estão impressionados e declaram que a bala atingiu uma costela e seguiu pelo osso até as costas. Mas o grande fluxo de sangue indicava que a bala atravessou o pulmão e outros órgãos. —Boston Sunday Globe, 21 de novembro.
O sr. R. C. Hannon sofreu de câncer no estômago por anos e os médicos não conseguiram curá-lo. A sra. F. J. Stetson curou-o em dois tratamentos na Ciência Cristã e deu-lhe um curso de instrução, pedindo-lhe "Ide por todo o mundo, pregai o evangelho, curai os doentes".
[PS do Warren #6 para a citação B18 em Atos 9:36-42 – Cobbey Crisler fala sobre Pedro ressuscitando Tabita.
Não foi preciso muito para que as notícias se espalhassem de que este tipo de cura [Pedro fazendo Eneias voltar a andar, Atos 9:34] estava sendo realizada pelos primeiros cristãos. Na cidade vizinha de Jope, ele encontrou uma mulher chamada Tabita. Ela tivera uma vida exemplar, fez muito bem para muitas pessoas. Pedro vai imediatamente. Sabemos que Pedro saiu com aqueles que vieram busca-lo. Quando ele chegou, levaram-no para o quarto superior: e todas as viúvas estavam chorando e mostrando os casacos e vestidos que Dorcas fizera, enquanto estava com elas. Lembra-se das narrativas do evangelho em que uma situação parecida aconteceu e que Pedro estava junto? Foi a ressurreição da filha de Jairo. Em Atos 9:40-42, Pedro pede que todas saiam, ajoelha-se e ora; e voltando-se para o corpo diz: Tabita, levanta-te. Ela abriu os olhos e, quando viu Pedro, sentou-se. Ele estendeu-lhe a mão e ergueu-a, e chamando todos os santos e as viúvas, apresentou-a viva. E isso tudo ficou conhecido por toda Jope;"
Lembra-se quando Jesus entrou naquele ambiente em que o pesar era tamanho era quase possível tocá-lo? Havia carpideiras pagas naquele momento. Sabíamos que até mesmo o indivíduo mais pobre tinha direito a ao menos três delas em seu funeral. Agora imagine Jairo, sendo o chefe da sinagoga, o barulho, a agitação e o pranto que deve ter ocorrido pelo passamento da filha de Jairo.]

Seção 6: Regozije-se, porque estamos sujeitos aos poderes divinos.
Quando sabemos que Deus tem todo o poder, não é hora de começar a se regozijar? Por exemplo, a primeira cura importante de meu pai foi a de uma perna quebrada. Ele havia caído de um velho alpendre de madeira pouco antes do almoço, em um típico dia de trabalho, Um colega o ajudou a chegar em casa. Minha mãe perguntou se ele gostaria que ela chamasse tia Benny para orar por ele. Ela era a praticista da Ciência Cristã na nossa localidade. Ele concordou. Depois de duas horas, papai sentiu que estava pronto para voltar ao trabalho. Ele comentou com minha mãe: "Bem, eu acho que estava enganado. Minha perna não deve ter sido quebrada. Porque não é possível curar uma perna quebrada em duas horas!" Minha mãe não disse uma palavra.
Alguns anos depois, meu pai estava passando pelo processo de alistamento no Exército. Em um dado momento durante o exame de saúde, o médico examinador observou: "Bem homem, eu vejo que você teve uma perna quebrada, mas curou lindamente e está provavelmente mais forte do que era antes." Com espanto meu pai percebeu que tinha sido curado. Enquanto se preparava para atravessar o Pacífico em um navio de tropas, percebeu que queria ler Ciência e Saúde. E foi exatamente isso o que ele fez.
Lemos na citação B22 (Apocalipse 21: 3,4, NTLH): “Ouvi uma voz forte que vinha do trono, a qual disse: - Agora a morada de Deus está entre os seres humanos! Deus vai morar com eles e eles serão o povo de dele. O próprio Deus estará e será o Deus deles. Ele enxugará dos olhos deles todas as lágrimas. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor. As coisas velhas já passaram.” (Veja o comentário de Cobbey Crisler no PS #7 sobre a citação B22 em Apocalipse.)
Quando somos curados ou curamos, vemos a saúde restaurada com base na supremacia do Espírito. Em Ciência e Saúde lemos (CS28, p.480): "Ali onde está o Espírito de Deus, e não há lugar onde Deus não esteja, o mal se reduz a nada - o oposto daquilo que o Espírito é [...] Se fosse compreendido que o pecado, a doença e a morte nada são, eles desapareceriam. Como a névoa se dissipa ao sol, assim o mal se desvaneceria diante da realidade do bem." Não há nada tão glorioso como o Filho-nascente (“sol nascente”) que revela a bondade de Deus e a absoluta nulidade do pecado, da doença e da morte!

[PS#7 do Warren para a citação B22, Apocalipse 21: 3,4, de Cobbey Crisler: "sem lágrimas na Cidade Santa"
"(Apocalipse 21 e 22) Já passamos por isso, não é? Já o vimos nas Escrituras anteriores, mas descobrimos que é o resumo bíblico escolhido, o ponto mais alto, o derradeiro, e Jesus está associado a ele. A Escritura poderia ser mais pura vindo de Deus através de Jesus para João e também para nós? E João viu "o novo céu e a nova terra" (Apocalipse 21: 1) [...]
João viu a Cidade Santa, a Nova Jerusalém. Sabemos de sua origem, vinda de Deus e preparada como uma noiva. Finalmente, a noiva estava preparada, adornada para seu marido. (Versículo 2) O tabernáculo de Deus com os homens, (Apocalipse 21) no versículo 3.
"No versículo 4, há uma lista de verificações desativadas nesta Cidade Santa. Não há mais lágrimas, não há mais salgados lembretes químicos do mar em nossos corpos. Disseram-nos que não há "mais mar" no versículo 1. Não há mais mar, não há mais lágrimas, não há mais morte, não há tristeza, choro ou dor, não nessa consciência. É a Cidade Santa. Isso também significa que está completa. Não há nada que possa fragmentá-la. As tribos a acolhem nos portões. As tribos restauradas e regeneradas. A ideia coletiva de você e de mim trabalhando juntos como acordes sob uma grande música do princípio divino que enche o universo e toda a eternidade [...]".
"A Cidade Santa: Sua Base Bíblica e Desenvolvimento", e “Depois do Mestre O quê? - O Livro dos Atos" ambos de autoria de B. Cobbey Crisler.]
_________________
Este estudo metafísico foi preparado por Rick Stewart, C.S., Dresden, Alemanha, +49 351 312 4736 rickstewartcs@aol.com.
A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini.. Visite o site Associação dos Alunos de Ciência Cristã do Professor Orlando Trentini, CSB. Ali encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, para baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB.
Os Cedros são um suplemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 4ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.

Metaphysical

A Prayer Watch GEM for you! —Don’t be hacked from within by the VIRUS of unwise, “April...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page