Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

A inteireza e a beleza da criação de Deus já existe ... e podemos vê-la e alegrar-nos nela. Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: Deus, a causa única e o único Criador.

Kerry Jenkins, C.S., House Springs, MO
Posted Monday, May 29th, 2017

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

A inteireza e a beleza da criação de Deus já existe ... e podemos vê-la e alegrar-nos nela.

29 de Maio a 04 de Junho de 2017.
Deus, a causa única e o único Criador
__________________________________________________
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Bíblia Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB
__________________________________________________
Moro numa casa modesta de 125m2. É perfeita para nossa família, 3 quartos pequenos, um banheiro, e seis pessoas morando. Fica um pouco apertada quando minhas filhas mais velhas nos visitam; mas a gente se ajeita. Estive orando por algum tempo a respeito de um lugar para meu escritório, um lugar onde deixar meus livros da CC, uma mesinha e uma cadeira, e ninguém que me incomode—nada de crianças pedindo ajuda e onde não possa ouvi-las quando surgem discussões, esse tipo de coisas. Não posso realmente alugar um espaço assim; tenho dois filhos que estudam em casa e uma mamãe que mora conosco e precisa de ajuda. Mas eu sentia que haveria uma resposta, em algum lugar! A lição desta semana me faz lembrar da resposta às minhas orações. Há uns poucos meses me dei conta de que em nosso terreno temos uma edícula com luz elétrica e tudo. Usávamos como depósito; meu marido Dough havia recebido por pagamento por transportar uns restos de obra para um vizinho. Ali estava o local, logo atrás da garagem, bem situado com uma boa vista, à sombra de algumas árvores. Limpei o local, arranjei alguns móveis usados, comprei uma cadeira de escritório, uma pequena lâmpada e até um pequeno tapete. Lavei a janela e liguei um pequeno aquecedor quando comecei a usar o local em março. Às vezes os garotos, principalmente meu filho de oito anos, espiam para dentro para ver o que estou fazendo; mas eles não importunam. Bem, eis a parte em que a lição me lembra de toda essa história…
O Texto Áureo (Isaías 65:18) nos diz que devemos “...folgar e exultar para sempre no que eu crio” (segundo Bíblia inglesa). À luz da lição inteira, fica bastante claro que só podemos exultar para sempre naquilo que Deus cria. O que Deus cria é substancial, real, aproveitável, satisfatório, belo, harmonioso, puro e eterno. Temporariamente, talvez a matéria possa ser uma dessas coisas (exceto a parte eterna), mas ela nunca pode satisfazer ou continuamente merecer o júbilo. Sei que isso parece um passo a mais nesse prelúdio, mas o que ocorre é que eu literalmente me rejubilo e praticamente canto a cada vez que entro em meu escritório. Aprecio a beleza, os pássaros, as lagartixas que chegam perto, os sabiás cantando sem parar, a chuva batendo no telhado de zinco. Sou tão grata todos os dias por essa resposta à oração que estava bem ali. Ela foi sempre uma parte da provisão e criação de Deus. Todos nós somos criados em completude. Nós viemos com uma “tarefa”, se quiserem! Consiste principalmente em fazer aquilo para o que Deus nos criou—expressá-Lo. Expressão é uma forma de louvar e rejubilar-se, não é mesmo? ! É só olhar a Leitura Alternada (1 Cron. 16:23, 25-27, 30-34, 36) e ver todas ordens sobre cantar, proclamar a salvação, louvar, glorificar, honrar, alegrar-se, dar graças ... AMÉM! Estas coisas somos designados a fazer por nosso Criador, pois Sua criação merece tal júbilo. Deus não nos criaria para glorificá-Lo e louvá-Lo sem prover um local apropriado para tanto. O que quer você esteja fazendo momentaneamente, você é uma criação completa, cheia de pensamentos inspirados, você está profundamente satisfeito no Espírito, empregado com ganho satisfatório. Tudo o que você tem que seja real e eterno, também é bom e vem de Deus, a única causa e único criador.

Seção 1: Se olharmos somente para as obras de Deus, temos tudo para nos alegrarmos.
O Criador coloca Sua glória em Sua criação. Embora definitivamente percebamos o mundo ao nosso redor como cheio de vida, muitas vezes belo e alegre, não estamos falando de Deus animando a matéria. Esse seria o modelo de Adão e Eva. A matéria é uma construção de nossa consciência. Quanto mais percebemos de Deus, do Seu céu em nossa consciência, mais ficamos conscientes do bem espiritual ao nosso redor, mais percebemos a verdadeira criação espiritual de Deus. Não é que a beleza que vemos à nossa volta seja uma mentira, ela sugere a realidade subjacente à criação espiritual insuperável de Deus. Eu mencionei toda a beleza natural que eu gosto tanto do meu pequeno escritório. Isso é, obviamente, um reflexo da realidade do universo variado, colorido e belo de Deus. À medida que nos alegramos com o que percebemos, preparamos nosso pensamento para receber e discernir mais profundamente a beleza espiritual e a permanência da criação de Deus. Uma maneira de pensar nisso é que não há nada além da realidade. A criação de Deus é isso. Não há "criação material" versus espiritual. "... nada existe fora do âmbito da infinidade que tudo inclui, na qual e da qual Deus é o único criador", a Sra. Eddy nos fala em CS3, CS p.513. A serpente tentou convencer (no conto de Adão e Eva) que havia algo mais que o homem deve saber, algo que é necessário para satisfazer e nos fazer felizes. Em vez disso, o homem descobre que esse falso conto da criação revela que a satisfação vem do conhecimento do bem e do mal, Deus e matéria. Podemos parar de ponderar o "porquê e o quê da matéria", e olhar estritamente para a obra de Deus. Na criação de Deus, podemos nos alegrar para sempre!

Seção 2: Quando moldamos nossos desejos para louvar a Deus, eles nos são revelados.
Ana estava amargamente triste porque não podia conceber. Em B8 e B9, 1Sam.1 e 2 aprendemos do seu desespero e também de sua vontade de dedicar seu filho a Deus, se Ele concedesse seu desejo. Não se prenda na idéia de que um pai poderia escolher onde a criança deveria servir para o resto de sua vida. O ponto desta história centra-se mais em melhorar nossos pensamentos sobre concepção (tanto conceber uma criança quanto conceber em termos de qualquer idéia que acalentamos). Eu sei que o exemplo do escritório não é como querer uma criança, mas, da mesma forma, quando nossos motivos são para louvar e nos alegrarmos em Deus, vamos descobrir que nossos desejos ou orações, são mais claramente revelados para nós. No meu caso, era um escritório que já estava lá, mas nunca visto como tal. Em outro caso, talvez se descubra que incluímos todos os aspectos da maternidade dentro de nós e há uma grande necessidade de que a maternidade seja expressa na escola ou em qualquer outro lugar. "Os filhos de Deus já existem e só serão percebidos à medida que o homem descobrir a verdade a respeito do existir" (CS7, p.69). No início, quando eu li essa frase coloquei uma vírgula depois de "filhos". Mas vamos ler sem, como a Sra. Eddy escreveu. Ela torna ainda mais claro que todos os Seus filhos já estão criados. Não estamos esperando que eles apareçam em nossas famílias. Estamos esperando que nossa consciência tome consciência deles! E então nos alegrar neles!

Seção 3: Deus é a fonte de toda a beleza, criatividade e graça.
Novamente aqui nos impressiona o grande fato de que a Mente é a criadora e que, quando nossa consciência tomar consciência disso, podemos expressar melhor essa beleza. Eu amo cantar. Expresso esse amor através dos solos na igreja, bem como cantando no coro sinfônico da minha cidade. Percebo com muita clareza meu papel como solista na igreja, e que é somente para glorificar a Deus, que estou lá para expressar essa glória, para curar por meio da música, enriquecer o serviço e expandir a Lição Bíblica da semana. Já o coro sinfônico envolve uma audição anual - e tenho cantado na companhia de alguns músicos profissionais muito bons com um extenso currículo, incluindo apresentações em óperas e outras performances. As primeiras audições foram realmente difíceis para mim. Embora tenha sido aceita, nunca apreciei a experiência e me senti como se cantasse igual à voz do original Branca de Neve na antiga versão animada da Disney. Meus nervos realmente lançaram meu vibrato às alturas. Também houveram algumas oportunidades menores no coro para fazer uma performance, mas nunca fui convidada devido a esses problemas na minha audição. Na terceira audição eu já estava farta dessa história de cantar como em Branca Neve e comecei a orar muito mais rigorosamente sobre o fato de quem estava realmente no controle. O que percebi, simplesmente, era que eu não estava atuando em relação a mais ninguém. Eu era uma expressão única da Alma, e se o coro precisasse do que tinha a oferecer, então nada poderia me impedir de estar onde eu precisava estar.
Como se comprovou, um bom e grande coro sinfônico precisa de uma variedade de tipos de voz. Naquela audição, o diretor expressou surpresa ao notar que eu tinha certas técnicas as quais não havia conseguido demonstrar anteriormente em uma audição. Nos últimos anos havia sido convidada a cantar, ou fazer uma audição – mesmo em frente de outros membros do coro – somente para peças especiais que precisavam de um grupo menor de certo tipo de voz (até mesmo algumas audições sem vibrato) e fazia parte desses grupos. Esse ano, no entanto, encontrei-me escolhendo um novo tipo desafiador de apresentação para auditar, em uma linguagem que nunca havia estudado. Consegui memorizar os três versos e cantar com expressão e alegria. Mas o mais importante foi o fato de que, apesar de um pouco nervosa, fiquei muito mais entusiasmada com a oportunidade de compartilhar essa adorável peça com o diretor após ter me preparado com o louvor de Deus em minha mente. Não cantei perfeitamente, de fato esqueci de algumas palavras, mas estava tão cheia de alegria e amor pela oportunidade de expressar a Alma que, realmente, isso não fazia nenhuma diferença. Se você está expressando Deus através da arte, ou do atletismo, ou de qualquer uma das inúmeras atividades da vida, faça isso para louvar a Deus. Reconhecer que nossas habilidades são um reflexo de Deus tira o fardo do "talento" pessoal ou do "nervosismo". Este reconhecimento nos dá alcance, criatividade e graça ilimitados, porque estamos percebendo que Deus é a fonte. Aqui está a melhor maneira de declarar esse fato da citação CS11 (p.89): "A Mente não depende necessariamente de processos educativos. Possui por si mesma toda a beleza e poesia, e o poder de expressá-las."

Seção 4: Filho (ou filha), tenha bom ânimo; seus pecados estão perdoados […]
Bem, porque estou observando este tema de louvor e alegria ao longo desta lição, constatei a importância desse elemento de estar feliz (de ter bom ânimo) desde o começo. Jesus percebeu na história da citação B20 (Mateus 9:2-8), que aquele homem sentia-se separado de Deus, acreditava ser um pecador. Esse sentimento de separação lhe permitiu pensar que havia sido criado na [e pelo capricho da] matéria. Você alguma vez já se sentiu como se fosse sua culpa que estivesse de estar doente ou triste, ou qualquer que seja o problema. Que você merecesse o problema por alguma razão, ou talvez achasse que não é "um Cientista Cristão suficientemente bom" e é por isso que está se sentindo mal, ou triste, ou qualquer que seja a alegação? Isso é pecado. Nunca estamos separados de Deus e Ele só faz o bem. Ele não castiga Sua criação com a doença ou a infelicidade. Não importa qual seja a circunstância, podemos "ter bom ânimo", mesmo antes da cura ou da totalidade ser reconhecida em nossa consciência. Podemos começar por declarar nosso direito de sentir a alegria de louvar a Deus pela bondade e integridade de Sua criação, à qual estamos todos incluídos. Jesus curou esse homem em oposição aos escribas que acreditavam que ninguém poderia perdoar pecados senão Deus. Jesus sabia que a criação de Deus era sem pecado, e que o homem, sem pecado, o homem completo da Sua criação, era a única criação verdadeira. Ele restaurou o estado de saúde legítimo deste homem e lhe mostrou o caminho da "alegria sem pecado" que é mencionada na citação CS20 (p.76). Jesus não veio para corrigir os erros de Deus. Ele estava corrigindo as ideias humanas errôneas sobre Deus e o homem.

Seção 5: Não há nada mais glorioso do que louvar a Deus com “todos reunidos no mesmo lugar”.
A história do dia de Pentecostes, onde todos os que estavam reunidos falavam e se entendiam, cada um na sua língua, é um exemplo glorioso de como o poço sem fundo do amor que é criação de Deus, está à disposição de todos nós, quando nosso motivo é o de glorificar a Deus. Não há limite para o bem que podemos fazer, quando trabalhamos juntos para amar e louvar a Deus, expressando-o. Isso é o que chamamos de igreja. Estar “todos reunidos”, aqui, não tem a ver com concordar sobre política, adornos ou até mesmo interpretações bíblicas. Tem a ver com viver juntos no reino dos céus, onde reconhecemos que Deus é a única causa e o único Criador. Mais uma vez, as soluções dos conflitos surgem, como surgiu a do escritório, para mim. Elas aparecem na consciência, já existem e são completas e perfeitas. Já são compreendidas por alguém, não importa seu histórico, seu idioma, família ou finanças. O poder sanador que vem por meio do reconhecimento deste Criador em ação na nossa igreja, nossa “estrutura da Verdade e do Amor” (CS23, p.583), é ilimitado. E a alegria que sentimos quando envolvemos aqueles com quem adoramos é profunda e permanente. A citação CS24 (p.55) parafraseia a Bíblia quando nos diz que “todo aquele que deposita tudo o que tem de terrenal no altar da Ciência divina, bebe nesse momento do cálice de Cristo, e fica dotado do espírito e do poder da cura cristã”. Ao nos dispormos a depositar nossas opiniões no “altar”, permitindo que sejam transformada em uma consciência mais espiritual e reservada, encontraremos a unidade e a alegria verdadeira e eterna.

Seção 6: Os céus e as pessoas divinais são algo com o que nos regozijarmos!
(E, a propósito, nós somos estas pessoas.) Os comandos nesta seção remetem aos comandos do TA e da LA. Este é o nosso “Lar, o céu” (CS26, p.205), onde pertencemos e nos sentimos alegres. Não estamos por aí procurando nosso senso de lar e céu. Jesus nos disse que este reino está dentro de nós. Assim, a criação de Deus é inteira, revelada, como meu pequeno escritório, e tudo o que estamos fazendo é educar nosso senso espiritual para ver esta criação, sua beleza, presença e clareza. “Quando aprendemos o caminho na Ciência Cristã e reconhecemos o existir espiritual do homem, vemos e compreendemos a criação de Deus – todas as glórias da terra e do céu e do homem” (C229, p.264). Isso é algo para nos regozijarmos!
_________________
Este estudo metafísico foi preparado por Kerry Jenkins, CS, House Springs, MO kerry.helen.jenkins@gmail.com (314) 406-0041
A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Dulcinea Torres, Elisabeth Z. Friedrichs, Leila Kommers e Ovídio Trentini.. Visite o site Associação dos Alunos de Ciência Cristã do Professor Orlando Trentini, CSB. Ali você encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, podendo baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB.
Os Cedros são um suplemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 4ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.

Metaphysical

Let Peace Prevail! Denounce the re-living of dead history... - This lesson is a good roadmap...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page