Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Olhem para o Espírito, não a matéria, por TODO o Bem! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: A Matéria.

John Biggs, C.S., St. Louis, Missouri
Posted Monday, September 11th, 2017

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

[Olhem para o Espírito, não a matéria, por TODO o Bem!]
11 a 17 de setembro de 2017.

A MATÉRIA
__________________________________________________
Abreviações: Bíblia – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Bíblia Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS; Lição Bíblica – LB
__________________________________________________
A Lição Bíblica desta semana nos oferece uma oportunidade de estudo e autoexame acerca dos hábitos que talvez nos façam ficar tentados a olhar para a matéria em vez do Espírito. Felizmente, nunca estamos estagnados — caso estejamos com o hábito de olhar para a matéria e evidência material em busca de informação, podemos rejubilar-nos de que a graça de Deus está sempre presente e nos eleva a um senso mais alto e correto daquilo que é verdadeiro. Como a Sra. Eddy afirma seguidamente, em especial no seu artigo: ‘O Caminho’ (que inicia à página 335 de Escritos Miscelâneos), que o autoconhecimento é um ponto de partida crucial para nosso progresso e nossas intenções de demonstração, e a lição desta semana é uma grande ajuda ao examinarmos nossos pensamentos, comportamento e expectativas.
Texto Áureo (2Coríntios 4:18; “… nós não atentamos nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas”). Por acaso o TA diz que as coisas que vemos — inclusive árvores, filhotes, campistas e acampamento — são más? Não! Temos que ter o cuidado e segurança de não instruir erradamente nossos campistas, alunos da Escola Dominical, crianças e todos com quem congraçamos, sobre o que realmente significa a irrealidade da matéria. Como uma ilustração útil de como explicar corretamente a beleza e a realidade subjacente do que vemos diariamente ao nosso redor, verifique a resposta de Eddy a uma pergunta exposta em Escritos Miscelâneos (P. 86). É importante que não ensinemos erradamente que a irrealidade da matéria significa que as montanhas e os rios não sejam reais; isso é o que lamentavelmente muitos jovens pensam terem aprendido, e nós todos temos de estar seguros de não termos dúvidas a esse respeito.
Leitura Alternada (Atos 17:22-25, 28, 29; Coloss. 3:2): Acaso estamos lançando uma ampla rede em nossas crenças na esperança de apanhar algo? Acaso estamos orando a respeito de finanças, e ao mesmo tempo estando preocupados com o mercado de capitais, e gastos em assistência infantil, etc? A oração é como um reconhecimento do que cremos ser verdadeiro, mas se nos preocupamos —reconhecemos — tantas influências diferentes, será que estamos realmente abertos a sentir a Palavra de Deus, cheia de luz e amor? Muitas vezes o medo se fantasia de sabedoria, levando-nos a sentir-nos justificados em nossa preocupação. Mas a sabedoria é uma qualidade da Mente, e a Mente sabe, não fica imaginando, e nós temos o direito de agir confiantemente baseados em nosso amor à Mente e nossa confiança nEla. [Com cautela aliada à sabedoria Crística, avançamos ao ritmo de Deus. Então, cada vez mais tanto alcançamos o bem espiritual como abençoamos nosso ambiente humano.” Estas frases de Peter J. Henniker-heaton foram citadas na Conferência Internacional de Enfermagem na CC, dia 08 De setembro de 2017. Foram retiradas do maravilhoso artigo do mesmo autor: “Cautela: Aliada do Medo ou da Sabedoria?”, publicado no CS Sentinel, de 30 de Outubro de 1976.]

Seção 1: A matéria não dura; o Espírito, sim. No final das contas, esse é o problema da matéria! Nós nem precisamos ficar empacados na bizarra questão se alguma matéria é boa ou útil; a questão é que ela não é eterna e assim, claramente, não é de Deus, e não pode ser nossa ou de quem quer que seja. Nós não baseamos nossos dias, vidas, relações, suprimento, capacidade, em coisas materiais; nós as baseamos em coisas eternas. É uma alegria deixar que nossas orações nos mostrem o que é temporário e o que é eterno. A citação B4 (Salmo 30:1, 2, 9, 11, 12) diz-nos que podemos discernir essa questão essencial na proporção da consistência com que pomos Deus em primeiro lugar em nossos corações e nossas vidas. “Graças Te darei para sempre!” Pense nisso! Gostamos de estar alertas para oportunidades de agradecer para sempre, de amar para sempre, de reconhecer que somos amados, de reconhecer o céu, a saúde, a harmonia para sempre.

Seção 2: Com esses clássicos favoritos, como Davi e Golias, pode ser fácil dizer “obrigado, eu sei que é importante confiar em Deus mais do que na força física” e ir em frente. E sim, isso é uma lição importante para se aprender, e um fato que requer e oferece incontáveis horas de oração e demonstração. Mas vamos mais a fundo; vamos ver que alimento fresco os anjos estão nos trazendo hoje. O que me vem à mente, é reconhecer o quão preparado Davi estava para essa experiência. Às vezes, as evidências do sentido material sugerem que não importa o que sabemos / achamos que sabemos sobre Deus, ou as experiências que tivemos através da oração e as curas que vivenciamos e testemunhamos… que essa situação possa ser diferente. Você precisa temer, porque ESSA é diferente. Penso que Davi teria todo direito de estar se sentindo assim (pelos menos de acordo com os sentidos materiais). Mas, no entanto, “Davi se apressou e correu” para encontrar Golias! (B6, 1 Samuel 37:48). Ele não aceitou aquelas tentações de medo que deviam estar pedindo para serem aceitas no pensamento. Ele sabia que tinha protegido seu rebanho por causa da força de Deus. Ele sabia que estava bem equipado com suas armas e simplesmente não precisou sucumbir às pressões dos colegas para tentar algo diferente. Ele até sabia que sua idade era irrelevante. E ficou com seus pensamentos firmes no que sabia. Na próxima vez que a evidência dos sentidos materiais tentar nos convencer de que talvez a oração não seja efetiva para o desafio, vamos amar, para humilde—e alegremente—ficarmos firmes em nossa bem-conhecida e testada “pedra lisa” da permanência do Espírito!

Seção 3: Essa parábola na citação B10 (Lucas12:16-21) é desafiadora, e para ser honesto é uma que eu acho mais fácil relacionar a simbolismos e não tentar buscar nenhum significado literal nela. Agora, é claro, que a Palavra, na Bíblia, é uma Palavra viva e cada passagem da Bíblia pode falar a nós de uma maneira fresca no momento exato que precisamos; então como com todos esses METs, essas reflexões não são para determinar a maneira de como essa parábola deve ser lida. Em minha prática e estudos vi que seria útil pegar trechos como esse, que são desafiadores, e mergulhar a fundo em conversa com Deus diretamente ao invés de simplesmente atribuir minha análise superficial. Considerando o contexto social do ministério de Jesus, e também dos profetas que vieram antes dele e de quem ele certamente tinha ciência, fica difícil separar a parte literal do trecho da mensagem espiritual do contexto maior. Jesus não estava dizendo que dinheiro era ruim, mas a parábola está abertamente dizendo que se alguém tem abundância de recursos, e guarda os mesmos para si sem se importar com a comunidade e como poderia abençoar os outros, que seria errado agir assim. Existe um ótimo paralelo aqui com a citação B7 na lição da semana passada: “se as riquezas prosperam, não ponhais nelas o coração nelas” (Salmos 62:10) e com a história da 6a citação da semana passada, sobre Joás e o financiamento da reconstrução do templo (II Crônicas 24). O ponto principal não é quanto dinheiro; mas sim o que estamos fazendo com os recursos e capacidades das quais estamos cientes. Riquezas não deveriam ser nossa prioridade. Dinheiro é uma ferramenta, não o objetivo final; Jesus nos incita a lembrar disso enquanto planejamos nossos dias e vidas. Citação B12 (Mateus 6:19-21) nos traz uma maravilhosa promessa, de que todos seremos alimentados; portanto confie em Deus e faça o bem - viva uma vida boa de maneira divina - sem medo das consequências que os sentidos materiais estão sempre tentando nos sussurrar.

Seção 4: A matéria não é o árbitro da saúde e da atividade! Quando alguém liga e pede ajuda, o sanador da CC, ao desligar o telefone, não diz: “Alguém com um resfriado ligou. Ó Deus, ajuda a desobstruir seu nariz.” Não, o sanador pedirá humildemente para ser uma clara transparência para a luz da Mente, e em assim fazendo, procura ver o que a Mente vê e saber o que a Mente sabe. A evidência material simplesmente não entra em questão. É claro que a gente pode usar argumentos mentais para lembrar-se da verdade, mas não é argumento que cura; é sempre o pensamento sendo transformado pela aceitação das ideias da Mente. Às vezes é fácil pular por cima de passagens como a da citação B14 (Mateus 15:30, 31) pois parecem algo intermediário ou introdutório da parte principal da estória por vir. Mas pensem nisso! Jesus curou multidões! Não importando as falsas histórias envolvidas ou o status quo ordenado, ou seja lá o que for. O que importava é que Jesus foi movido por compaixão—ele amou—e esse verdadeiro senso de Amor não pode dar testemunho de algo desagradável. [Como é relatado por Cobbey Crisler em comentário sobre a B15 (Marcos 3:1-5), Jesus viu que a situação desagradável de um pedreiro com uma das mãos ressequida como um mal que não era de ser ignorado na igreja. Então, ele interrompeu o serviço para chamar o homem a exercer seu domínio.] Nós gostamos de seguir o exemplo de Jesus e de sermos fieis testemunhas da glória de Deus e do domínio do homem expresso por todos em [corpos sãos] saúde, paz, oportunidade, estabilidade.

Seção 5: A matéria e os sentidos materiais nunca podem fornecer informações sobre suas perspectivas. Não importa o quanto parece teres te afastado do lar, de um claro senso de si mesmo, tudo o que precisas fazer é reconhecer a luz do Cristo, deixar que o amor de Cristo encha teu coração, e reconhecerás o céu, o lar, bem aqui. [“Mesmo estando em alto mar, aparentemente longe de todo auxílio humano”, (ver Lei Divina de Ajustamento)], independente da sensação de pisar em terra firme [ou até mesmo na água], a questão é que somente a mensagem “não temas” do Cristo é verdadeira ou tem validade em nossa vivência. Ame toda a oportunidade “de bom grado recebe-lo” em seu barco, seu pensamento e de estar prontamente no destino/caminho certo!

Seção 6: A matéria não melhora, não se torna espiritual. [“A carne para nada aproveita” (B17, João 6:63)]. O Espírito permanece Espírito, você é espiritual; você não se beneficia comportando-se de modo diferente. [“falamos não em palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito, (B18, 1Cor.2:13)]. Nosso censo espiritual, nossa inata clareza quanto a quem somos como filhos de Deus, a manifestação da existência de puro bem, o Amor, é ampliado pelas citações de CeS. Essas coisas são assuntos do Espírito, e nós gostamos de cada oportunidade de exalçar o Cristo em nossos corações e sentir a liberdade do amor perfeito de Deus por nós. Este dia é o dia de Deus, e nunca pertenceu à matéria ou poderia ser melhorado por ela.
Aprecie um renovado senso do Espírito hoje! Obrigado por seu cuidado por nossa comunidade — local, nacional, global — e por seu amor a Deus.
_________________
Este estudo metafísico foi preparado por John Biggs, CS of Maryland Heights, MO, EUA, (541.418.1176 / JohnBiggsCS@gmail.com / JohnBiggsCS.com)
A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Dulcinea Torres, Igor Souza, Leila Kommers, Ovídio Trentini e William Trentini. Visite o site Associação dos Alunos de Ciência Cristã do Professor Orlando Trentini, CSB. Ali você encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, podendo baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB.
Os Cedros são um suplemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 4ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.


Metaphysical

Find Your Heart Connection and Unite with Soul - What does “Soul” mean to you? The most...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page