Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

Viva uma vida de oração para dar esplendor a cada dia. Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: O Sacramento.

Rick Stewart, C.S., Dresden, Germany
Posted Monday, January 7th, 2019

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA
Viva uma vida de oração para dar esplendor a cada dia
7 a 13 de janeiro de 2019
O Sacramento

__________________________________________________
Abreviações: Bíblia JFA Revista e Atualizada – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Bíblia A Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS ou C&S; Lição Bíblica – LB

Aqui em Dresden, há uma porção de novos estudantes da Lição Bíblica, que começaram a frequentar os cultos da igreja. Acho que se pode dizer que, qual crianças com um brinquedo novo de Natal, eles estão se deleitando com a nova descoberta, a Ciência Cristã. E a Lição é uma parte importante dessa alegria.
A singularidade da Lição desta semana, ou seja, 8 seções, não lhes será surpresa, pois eles não têm ideia de que a regra é de 6 seções. Pelo contrário, estão simplesmente entusiasmados com cada nova descoberta e introspecção. Com grande alegria, tentam pôr em prática a nova compreensão. Tenho certeza de que não se importarão com as oito seções em vez das usuais seis.
Tentei manter essa perspectiva dos “novos estudantes da Ciência Cristã” ao iniciar o estudo da lição desta semana. Isso me ajudou a descobrir uma lição cheia do brilho da Palavra de Deus. Além de uma nova e maravilhosa visão do tema da semana: “O Sacramento”.
Achei o Texto Áureo dos Salmos 109:4 um verdadeiro tesouro: “... Eu me dedico a orar.” (esta frase vem de um salmo de Davi, que podemos dizer que ilustra a perspectiva do nosso Mestre, Cristo Jesus.) Eis os versículos iniciais do Salmo:
Salmo 109:1-5 - Salmo de Davi. Ao regente do coro.
“Eu te louvo, ó Deus. Não fiques assim silencioso. Os maus e os mentirosos falam contra mim e me caluniam. Eles dizem coisas terríveis a meu respeito e me atacam sem motivo nenhum. Eles me acusam, embora eu os ame e tenha orado por eles. Eles pagam o bem com o mal e o amor com o ódio” (NTLH).
Bem, seguindo o exemplo de Davi e de Jesus, gosto de entregar a mim e meu dia à oração. Tanto quando as coisas andam bem, como quando surgem desafios, vejo que cada simples atividade pode tornar-se uma ocasião para orar. Por exemplo: cozinhar com oração, servir de motorista para as crianças com oração, paganr contas com oração, e um dos meus favoritos, fazer compras numa mercearia mergulhado em oração.
Um de meus locais preferidos é a escada rolante na mercearia de dois andares que fica em frente ao nosso apartamento. Como a oração é uma atividade mental, você pode fazer muitas orações no pouco tempo que utiliza uma escada rolante. Como diz a citação CS2 (p. 12): “Na Ciência divina, em que as orações são mentais, todos podem valer-se de Deus como “socorro bem presente nas tribulações.”
Enquanto subo a escada para iniciar as compras, começo por agradecer a Deus pelo pão diário. Sim, a singela gratidão e reconhecimento de que posso comprar o que a família precisa. E sempre procuro saber que cada comprador está abastecido por essa suficiência dada por Deus. Também afirmo que serei guiado aos itens corretos que precisamos e não serei distraído por itens inteligentemente expostos que poderiam tentar-me a comprar coisas das quais não precisamos. Fico atento para a orientação que sempre vem de Deus. E sempre tento permanecer pronto a orar e amar os compradores ao meu redor. Esta última disposição muitas vezes propiciou oportunidades de orar por amigos e estranhos que encontro na loja.
Há algumas semanas, a senhora que trabalhava no caixa e que era avó de uma das colegas da minha filha Alma, estava conversando com o cliente da minha frente. Falava de um problema no ombro já há algum tempo. Quando chegou a minha vez, perguntei-lhe: “A senhora aceitaria que eu orasse pela senhora?” Sua resposta foi imediata: “Sim, por favor; todos os dias!”
A Leitura Alternada (Salmos 5:1, 3; Mateus 4:17; 5:6; 6:6, 9-13) inclui a oração das orações de nosso Mestre, A Oração do Senhor. Tenho a impressão de que depois de estudarmos esta Lição toda a semana, usaremos essa oração com muito mais compreensão.
Esta Lição está repleta de belos exemplos de como podemos orar continuamente e colher grandes benefícios dessa oração. A oração contínua e ininterrupção faz nosso mundo girar!

Seção 1: Orações em uma carruagem
Muitos dos que leem este MET sabem que Mary Baker Eddy, autora de Ciência e Saúde, costumava sair diariamente com sua carruagem. Rotineiramente, fazia um intervalo em seu trabalho em casa e fazia um passeio em sua carruagem. Ela fazia um intervalo em seu trabalho em casa, mas não em suas orações. Há muitos relatos publicados como ela curava as pessoas curadas quando passava de carruagem.
Tanto quanto sei, o seguinte relato não foi publicado, mas vem direto ‘da boca dos cavalos’, poderíamos dizer. A fonte do relato é o praticista, professor e conferencista de Ciência Cristã, Paul Stark Seeley, que contou essa experiência a um de seus alunos: “Eu havia recém terminado meus estudos na Princeton University; estava orando a respeito de planos futuros. Eu tinha projetos em vários campos de atividade que eram promissores. Mas eu era um estudioso da Ciência Cristã e desejava saber mais sobre esta Ciência. Naquele tempo de busca em oração a respeito de minha carreira, eu passeava com minha mãe em Concord, New Hampshire. Enquanto caminhávamos, ficamos emocionados de ver a carruagem da Sra. Eddy se aproximando. Embora não parasse, ela nos cumprimentou com um leve abano de mão, o qual me atingiu direto no coração como um claro convite: “Venha; junte-se a mim.” Naquele momento, eu soube que tinha de aceitar o convite de juntar-me a ela no trabalho piedoso da prática da Ciência Cristã. O que fiz imediatamente.”
O Sr. Seeley acabou por tornar-se praticista e professor da Ciência Cristã e, por cinco décadas, deu conferências para o Conselho de Conferências da Ciência Cristã. Muitos de seus artigos publicados podem ser encontrados no JSH Online e também em Salas de Leitura da Ciência Cristã.
Como lemos nesta seção: “... os olhos do Senhor repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos às suas súplicas” (B1, 1 Pedro 3:12).

Seção 2: Ora ao Pai em secreto. Ele te recompensará abertamente.
“... quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará [abertamente]” (B6, Mateus 6:6).
“O quarto simboliza o santuário do Espírito, cuja porta se fecha ao senso pecaminoso, mas deixa entrar a Verdade, a vida e o Amor” (CS3, p. 15).
Minha mãe aprendeu a sabedoria desse método de orar em secreto em uma cura muito expressiva que teve. Ela vinha sentindo dores no seio com alguma secreção. Ela estivera orando diligentemente, e mantinha o assunto para si. Não havia nenhum alarme quanto aos sintomas, e mamãe manteve-se firme na verdade de sua identidade espiritual. Desde sua primeira cura aos 18 meses de idade, mamãe teve muitas outras curas, e havia orado com resultado para muitos outros na prática da Ciência Cristã. Ela sabia com certeza que a oração na Ciência Cristã é um agente de cura eficaz, como era na vida e na prática de Cristo Jesus. Porém, enfrentava uma situação humanamente difícil, com quatro filhos e sintomas alarmantes. Mas sabia do valor de ouvir ao infalível Amor e Bondade de Deus, e de rejeitar as sugestões materiais que tentavam invadir seu pensamento.
Durante esse período, houve uma conferência da Ciência Cristã numa cidade próxima, Eustis, Flórida, à qual minha família foi assistir. A conferencista era Lenore Hanks. Enquanto assistia à conferência, mamãe vivenciou uma maravilhosa sensação da absoluta totalidade do Bem e sentiu o que parecia uma onda de luz espiritual atravessando seu corpo. Sentiu-se em paz e certa de sua saúde. A Vida espiritual era o eterno fato de seu existir.
A conferência terminou e, enquanto mamãe sentia a glória da cura, outra praticista da Ciência Cristã se aproximou e começou a falar com minha mãe que escreveria para “Boston” para queixar-se do comprimento do vestido da conferencista. (Naquele tempo o comprimento dos vestidos de conferencistas estava em transição de longos até cobrir os pés, e nesse caso a conferencista usou um vestido de meio comprimento.) A outra praticista disse: “Havia homens sentados na primeira fila só para poder olhar embaixo do vestido dela!”
Minha mãe rejeitou o ridículo desse comentário, deu uma risada e disse: “Bem você pode escrever o que quiser. Eu vou escrever sobre minha maravilhosa cura na conferência, e depois veremos a quem eles darão ouvidos.”
Ao que parece a resposta àquele questionamento ficou evidente no fato de que a Sra. Hanks foi, pouco depois, eleita para o Conselho de Diretores d’A Igreja Mãe.

Seção 3: A oração de Ana ansiava por um filho, cuja resposta veio com nascimento de Samuel.
Que bela história nesta seção, quando Ana, esposa de Elcana, ora no templo:
Na citação B8 lemos: “... com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente. E fez um voto, dizendo: Senhor dos Exércitos, se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva te não esqueceres, e lhe deres um filho varão, ao Senhor o darei por todos os dias da sua vida, e sobre sua cabeça não passará navalha. Demorando-se ela no orar perante o Senhor, passou Eli a observar-lhe o movimento dos lábios, porquanto Ana só no coração falava; seus lábios se moviam, porém, não se lhe ouvia voz nenhuma; Então, lhe respondeu Eli: Vai-te em paz, e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste. Ela concebeu e, passado o devido tempo, teve um filho, a que chamou Samuel, pois dizia: Do Senhor o pedi” (1Samuel 1:2,8-13)
O desejo de seu coração foi atendido pela oração. Lemos nas citações de Ciência e Saúde:
“Os pensamentos não proferidos não são desconhecidos para a Mente divina. O desejo é oração; e nenhuma perda pode ocorrer por confiarmos nossos desejos a Deus, para que sejam moldados e elevados antes de tomarem forma em palavras e ações” (CS8, p. 1).
“O Espírito, Deus, reúne em canais apropriados os pensamentos ainda não formados e desdobra esses pensamentos, assim como Ele faz abrir a pétalas de um propósito sagrado, para que esse propósito possa aparecer” (CS9, p. 506).
Sempre gostei dessa última passagem de Ciência e Saúde, especialmente durante meu segundo ano na faculdade. Gostava dos meus estudos, era editor do jornal do campus e havia ajudado a fundar uma organização da Ciência Cristã. Também participava do time de futebol de latino americanos, onde eu era o “gringo”.
Tinha esperanças de um grande verão como estagiário nA Igreja Mãe em Boston. Uma praticista, cujo nome eu havia citado como referência em minha solicitação de emprego, me chamou para dizer que ela tinha certeza de que eu seria aceito no emprego por causa das boas referências que ela havia dado.
Durante esse período, meu melhor amigo e capitão do time de futebol me perguntou se não queria unir-me a ele e ao seu irmão numa viagem de 4 meses à Colômbia, seu país natal. Seu plano era participar de um circuito de corridas de automóveis na Colômbia, e estavam precisando de um terceiro membro na equipe. Parecia-me uma grande aventura; mas eu realmente desejava a colocação nA Igreja Mãe.
Certo dia, cheguei em casa e encontrei na caixa postal um cartão postal do Departamento de Pessoal dA Igreja Mãe: “Lamentamos informar que nesse verão não temos vaga. Favor solicitar no próximo ano.” Fiquei arrasado. Fui para meu quarto em prantos, mas meu coração se dirigiu ao Pai em oração. Em poucos minutos fiquei completamente calmo. Eu quase podia ouvir a voz de meu amigo Jairo: “Vamos lá Rick; venha conosco para nossa corrida na Colômbia e correr com nosso carro!” Sim. Meus pais estavam na sala quando perguntei o que achavam da ideia. Fiquei completamente maravilhado quando disseram: “Parece ser uma aventura para toda a vida.” Imediatamente chamei meu amigo Jairo para dizer-lhe que iria com eles. Ele ficou entusiasmado, e o planejamento começou. Vistos, carteira ide motorista internacional, reserva para a travessia do Panamá à Colômbia, e etc. Com uma diferença. Eu orava diligentemente a cada dia com a frase da citação CS9, mencionada acima. Eu afirmava constantemente que a lei divina de ordenamento estava em operação. Houve mudanças significativas. Nossa viagem foi encurtada de 4 meses para seis semanas porque um dos irmãos precisava ir a uma escola de verão. Com cada mudança eu afirmava que a lei divina de ordenamento estava em ação. Então duas semanas antes de partir a Igreja Mãe me ligou com uma oferta de emprego para o verão. O quê?!!! Agora eu tinha de decidir entre Boston ou Colômbia. Não parecia justo. Principalmente quando eu tinha orado tanto.
O representante dA Igreja Mãe não parava de falar. Mas eu não queria ouvir. Como podia Deus me fazer isso, depois de eu ter orado tão sinceramente? Então, de repente, ouvi o representante dizer, até parecia um sonho: “Você precisa estar aqui na segunda-feira, dia 17 de junho. Quase fiquei sem respiração. Quando, repeti? 17 de junho? Eu tinha uma passagem para Tampa, Flórida, no dia 14 de junho para o casamento de meu irmão Scott no sábado. Aceitei a oferta do emprego na hora. A precisão divina do Amor divino permitiu-me, por assim dizer, ganhar meu bolo e comê-lo. A aventura na Colômbia cheia de curas, o casamento de meu irmão, e viajar a Boston às 4hs da manhã do dia 16 de junho, a tempo de assistir meu primeiro culto nA Igreja Mãe, e a seguir meu emprego dos sonhos no dia 17 de junho. Somente Deus e a oração poderiam arranjar isso.

Seção 4: A oração inclui remover o pecado da equação!
Mas existe algum lugar na oração para o orgulho, presunção, arrogância e superioridade? Não, na verdade não existe. Lembram da parábola de Jesus sobre o presunçoso fariseu que arrogantemente desprezou um humilde publicano? Os fariseus se achavam os cidadãos mais corretos de todos. E os publicanos? Bem, eles eram cobradores de impostos para as autoridades romanas e eram vistos com desdém.
Existe a seguinte versão da tradução da Bíblia A Mensagem
A História do cobrador de impostos e o fariseu.
“Para alguns que se julgavam bons, estavam satisfeitos com sua condição moral e olhavam de nariz empinado para o povo simples, Jesus contou a seguinte história:
Dois homens foram ao templo para orar, um fariseu e um cobrador de impostos. O fariseu, cheio de pose, orava: Oh Deus! Sou grato por não ser como esse bando de ladrões, trambiqueiros, adúlteros ou como esse cobrador de impostos. Sabes que jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de toda a minha renda.
Enquanto isso, o cobrador de impostos, de cabeça baixa num canto, com as mãos no rosto, não ousava nem olhar para cima. Apenas dizia: ‘Deus, tem misericórdia! Perdoa esse pecador!’
Jesus comentou: Quem voltou para casa justificado diante de Deus foi o cobrador de impostos, não o outro. Se você andar por aí de nariz empinado, vai acabar de cara no chão, mas, se com humildade enxergar quem você é, acabará se tornando uma pessoa melhor” (B10, Lucas 18)
Mary Baker Eddy escreve no Ciência e Saúde: “O desprendimento do ego, a pureza e o afeto são orações constantes. O ato de pôr em prática a religião em vez de meramente professá-la, compreender em vez de crer, alcançam o ouvido e a destra da onipotência e, seguramente, fazem descer bênçãos infinitas. (CS14, p. 15)

Seção 5: Realmente é hora de “vigiar e orar”.
Quando penso em nosso amado mestre, Jesus Cristo em agonia em Getsêmani, me pergunto: e se os discípulos tivessem ficado acordados? Eugene Peterson na tradução de A Mensagem nos dá o seguinte relato:
“Então, eles foram para um jardim chamado Getsêmani. Jesus disse aos discípulos: ‘Fiquem aqui enquanto vou orar mais adiante.’ Levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, ele mergulhou numa tristeza agonizante e declarou: ‘A tristeza que sinto é uma tristeza de morte. Fiquem aqui e vigiem comigo.’
Indo um pouco adiante, prostrou-se no chão, orando: Meu Pai, se há algum meio, livra-me! Afasta esse cálice de mim! Mas, por favor não seja o que eu quero, mas sim o que tu queres.
Quando voltou aos discípulos, encontrou os três dormindo e disse a Pedro: ‘Vocês não podem aguentar nem por uma hora?’ Fiquem atentos. Orem sempre para que não caian em tentação antes mesmo de perceber o perigo. Uma parte de vocês está disposta a fazer qualquer coisa por deus, mas a outra parte simplesmente não reage.’
Deixo-os segunda vez e de novo orou: Pai, se não há outro jeito a não ser beber este cálice até o fim, estou pronto. Seja feita a tua vontade.’

Quando regressou, encontrou de novo os discípulos dormindo. Eles simplesmente não conseguiam manter os olhos abertos. Dessa vez, deixou-os dormindo e pela terceira vez foi orar, repetindo as mesmas palavras.
Ao voltar para junto deles, outra vez, disse: ‘vocês vão dormir a noite toda? Minha hora chegou. O Filho do Homem está prestes a ser traído e entregue nas mãos dos pecadores. Levantem-se, vamos! O traidor chegou!” (B12, Mateus 26:36-46)
Temos a oportunidade de servir ao Mestre agora mesmo. Durante uma noite de orações quando um filho de Deus está em dor ou agonia, temos a oportunidade de lutar contra o erro e acolher o Cristo, a Verdade.
“Quando o elemento humano nele lutou com o divino, nosso grande Professor disse: “Não se faça a minha vontade, e sim a Tua!” — isto é: Não a carne, mas o Espírito, seja representado em mim. Essa é a nova compreensão do Amor espiritual. Dá tudo pelo Cristo, a Verdade. Abençoa seus inimigos, cura os doentes, expulsa o erro, levanta os que estão mortos nas transgressões e pecados, e prega o evangelho aos pobres, os mansos de coração.” (CS17, p. 33)
Considero muito inspirado e encorajador saber que podemos hoje em dia apoiar o Cristo, estar de pé ao lado do Mestre, junto com ele vigiando e orando. Fique no campo de batalha até que o erro fuja e o Cristo fique triunfante. Não estamos a sós em nossa posição, o Confortador prometido está aqui assim como Jesus prometeu, o espírito da Verdade levando à toda a Verdade.
O que os Cientistas Cristãos concordam em fazer quando se tornam membros da igreja? É uma de nossas bênçãos favoritas antes das refeições aqui no Acampamento dos Cedros.
“E solenemente prometemos ser vigilantes, e orar para haver em nós aquela Mente que havia também em Cristo Jesus; fazer aos outros o que desejamos que eles nos façam; e ser misericordiosos, justos e puros” (CS19, p. 497).

Seção 6: Seja consistente, constante, confiável, firme, inalterado, inabalável.
Sempre constato que ao lidar com crianças uma das coisas mais importantes é a consistência. Se falar que vai fazer algo, então o faça. As crianças aprendem a contar com aqueles que realmente estão lá por elas. O que estamos aprendendo a fazer é refletir a mesma consistência e constância que Deus divide conosco. Essas palavras dão uma imagem clara da relação de Deus com Sua criação. Elas também indicam a relação de Deus com você e comigo. E nos dão uma indicação sobre o que é esperado de nós.
“e, quanto a nós, nos consagraremos à oração e ao ministério da palavra” (B13, Atos 6:4).
“A oração coerente é o desejo de agir corretamente. Orar significa que desejamos andar na luz e que nela andaremos, na medida em que a recebermos, ainda que com os pés sangrando, e que, esperando pacientemente no Senhor, deixaremos que nossos verdadeiros desejos sejam recompensados por Ele” (CS21, p. 9).
Como escreveu o apóstolo Paulo aos seguidores de Jesus em Corinto:
“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão. (1 Coríntios 15:58).
“Diante de tudo isso, prezados amigos, permaneçam firmes. Força! Nada de desânimo! Dediquem-se inteiramente ao trabalho do Senhor, pois nada do que fazem para ele jamais será perda de tempo (1 Coríntios 15:58, A Mensagem).

Seção 7: O que faz as coisas funcionarem?
Muitos de nós aprendemos que viver de acordo com os ensinamentos de Jesus, viver com o Cristo, a Verdade, faz todas as coisas darem certo. E também aprendemos que a depressão, a tristeza, o sofrimento e a escuridão do pensamento nos desviam do caminho. Nós nos deparamos em uma área escura com quase nenhuma Luz do Cristo. Assim como na noite depois que os discípulos pensaram que haviam perdido seu Mestre na crucificação. Estavam tristes e prontos para voltar aos velhos hábitos. Saíram para pescar. Mas a pescaria noturna deles foi infrutífera. Malsucedida. Isso é até que…
“Depois disso, Jesus apareceu outra vez aos seus discípulos, na beira do lago da Galileia. Foi assim que aconteceu: Estavam juntos Simão Pedro e Tomé chamado “o Gêmeo”; e Natanael que era de Caná da Galileia; os filhos de Zebedeu e mais dois discípulos. Simão Pedro disse aos outros: - Eu vou pescar. - Nós vamos pescar com você! – disseram eles. Então foram todos e subiram no barco, mas naquela noite não pegaram nada. De manhã, quando começava a clarear, Jesus estava na praia. Porém eles não sabiam que era ele. Então Jesus perguntou: - Moços, vocês pescaram alguma coisa? – Nada! – responderam eles. – Joguem a rede do lado direito do barco, que vocês acharão peixe! – disse Jesus. Eles jogaram a rede e logo depois já não conseguiam puxá-la para dentro do barco, por causa da grande quantidade de peixes que havia nela. […] Quando saíram do barco, viram ali uma pequena fogueira, com alguns peixes em cima das brasas. E também havia pão. […] Jesus disse: - Venham comer! Nenhum deles tinham coragem de perguntar quem ele era, pois sabiam que era o Senhor (B15, João 21:1–6,9,12, NTLH).”
Quando os discípulos descobriram que seu Mestre estava ali presente, não os tinha deixado sozinhos, foram de fato triunfantes; suas vidas recuperaram a harmonia do Cristo. A harmonia é uma lei que governa o universo. Conhecer esse fato permite que você se aventure com confiança, mesmo em novos caminhos. Coloque Deus em primeiro lugar e bons resultados se seguirão. Aos domingos, o culto na Igreja e a Escola Dominical têm prioridade. Mas isso não significa apenas certas igrejas. Colocar Deus em primeiro lugar faz as coisas funcionarem, no trabalho, na família, nas férias, até na pesca!
Aqui está um exemplo:
Durante vários anos, morei em uma cabana de madeira em um rancho muito grande, a cerca de 32 quilômetros de Ocala, na Flórida, EUA. Um belo aspecto desta fazenda, chamada de Fazenda das Sete Nascentes (7 Springs Ranch), eram as 13 nascentes artesianas que formavam um rio cristalino chamado Gum Slough. Num fim de semana, meu irmão, Gary, meu pai e um amigo da família, H.B. Howell, estavam comigo. Tínhamos planejado uma pescaria para bem cedo da manhã de sábado. Mas decidimos ler a Lição Bíblica da Ciência Cristã antes de sair com as canoas. Esta foi a primeira vez que H.B fazia aquilo. Todos nós gostávamos de revezar para ler em voz alta. Nenhuma dificuldade, basta colocar Deus em primeiro lugar antes de todas as coisas.
Meu pai e eu estávamos em uma canoa e Gary e H.B. em outra. Todos nós tivemos um dia maravilhoso desfrutando a natureza selvagem que cercava o rio. Nós nos encontramos na minha cabana no final da tarde. Nunca esquecerei o entusiasmo do nosso amigo, H.B. "Cara, esse é o melhor jeito de começar uma pescaria, começar com Deus!"
Ele e Gary pegaram 26 robalos e tiveram um momento único em suas vidas. Depois de limparem todos os peixes, fizemos uma grande fritada. Assim como os discípulos, descobrimos que ouvir o Mestre e lançar a rede do lado direito, o lado do Cristo, resulta em atividade frutífera e harmoniosa. Coloque Deus em primeiro lugar e colha os benefícios.
Meu pai e eu tínhamos devolvido todos os nossos peixes na água. Mas com os peixes de Gary e H.B., havia mais do que o suficiente para todos. E, então, um evento muito interessante ocorreu. Eles limpavam os peixes na margem de um pequeno lago perto da minha cabana. Depois de cortar em filé, jogaram os restos no lago para um pequeno jacaré que vivia ali. Algumas dessas carcaças de peixe continham milho e ovas de peixe. E o resultado final foi que essa mistura resultou em um grande nascimento de baby robalos. Um lago que era anteriormente completamente desprovido de peixes estava em poucos meses cheio deles. Eles se alimentaram de milhares de girinos que estavam no lago. E criou um maravilhoso lago para pescar.

Seção 8: Vigiar, trabalhar e orar, essa é a comunhão prática para hoje.
A última seção termina nossa oração com a citação B18 (Tiago 5: 13-15): “Está alguém entre vós sofrendo? Faça oração. E a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o levantará”..”
E, “A oração, a vigilância e o trabalho, somados à imolação do ego, são os misericordiosos meios divinos pelos quais se realizou tudo o que foi feito com êxito para a cristianização e a saúde do gênero humano (CS26, p. 1).”
“Se trabalhares e orares com motivos puros, teu Pai abrirá o caminho (CS27, p. 326).”
“Nossa Eucaristia é a comunhão espiritual com o único Deus (CS28, p. 35).”
Deixe a oração ser o seu caminho prático para um dia cheio de Deus. Esteja disposto, pronto e expectante de que Cristo preencha todas as suas atividades com a Luz. Você se encontrará exatamente onde Deus quer que você esteja, no momento em Ele quer que você esteja lá.
Depois de voltar para a Flórida de uma turnê de palestras de um ano na América do Sul, eu estava recebendo muitas ligações para o trabalho de praticista no Brasil. Em um esforço para me comunicar mais claramente, decidi fazer um curso intensivo de português, cinco dias por semana, na minha Alma Mater, a Universidade da Flórida. Eu realmente orei para aquelas aulas. E, certo dia achei que talvez tivesse sido um erro. Estava tomando muito do meu tempo e me perguntava se deveria sair daquele curso.
Estava gostando das aulas, mas não queria afetar negativamente meu trabalho como praticista. Então eu orei: “Pai, deixe-me saber se é este o meu lugar. Naquela tarde, depois da aula, eu estava conversando com uma colega chamada Carrie e um rapaz chamado Joe. Nós estávamos conversando enquanto caminhávamos. Carrie falou sobre como era viver no norte do Alabama no tempo que ela era criança. Ela estava planejando ir para Summerville, na Georgia, para fazer aulas de balé. Foi então que lhe perguntei se ela já tinha visto um escritório de seguros na rua principal de Summerville, com o nome Bob Guffin. Então ela disse: "Claro que conheço, aquele era o escritório do marido da professora da Ciência Cristã da minha mãe."
(Até hoje fico atônito comigo mesmo quando penso naquela resposta). Então eu disse com a voz trêmula: "Carrie, esse era o escritório do marido da minha professora da Ciência Cristã".
"Oh meu Deus, eu não posso acreditar! Eu estava conversando com minha mãe ontem à noite e disse a ela: “Mãe, eu realmente sinto que preciso conversar com um praticista da Ciência Cristã”.
Eu respondi: "Carrie, eu sou um praticista da Ciência Cristã".
É uma daquelas experiências em que penso quando estou em dúvida: estou realmente ouvindo? Orar, vigiar, trabalhar, ouvir. Eu garanto que se você buscar a união com o Mestre, uno com o Cristo, não haverá celebração da comunhão mais prática e real do que a demonstração da Presença divina em sua vida diária.
________________________________
Este estudo metafísico foi preparado Rick Stewart CS, rickstewartcs@aol.com
A equipe de tradução para o português é composta por Ana Paula Wagner, Ovídio Trentini, William Trentini e Leila Kommers. Visite o site Associação dos Alunos de Ciência Cristã do Professor Orlando Trentini, CSB. Ali você encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, podendo baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB.
Os Cedros são um suplemento para a LB. O estudo em inglês será postado, no link abaixo, na 2a. feira. Sua tradução para o português será postada até a 4ªfeira. Busque e leia o texto em inglês em http://www.cedarscamps.org/metaphysical.

Metaphysical

See God in the Midst of Us - This Pentecost event transcended logical explanation.  The...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page