Cedar Camps

Metaphysical Ideas

Search Metaphysicals
 

Metaphysical Newsletters

The weekly Metaphysical Newsletter is provided to campers, staff, alumni, friends and the CedarS family at no charge however contributions help defray the costs of running this service.

Click here for more about how you can provide support!
 

Delivered to You FREE!

Available in five languages, get it delivered to your inbox weekly!

Subscribe Now!

A substância é a realidade espiritual; vamos deixar o material pelo espiritual. Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: A Substância.

Kerry Jenkins, C.S., House Springs, MO
Posted Monday, September 7th, 2020

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

[A substância é a realidade espiritual; vamos deixar o material pelo espiritual]

7 a 13 de setembro de 2020

A Substância

Estudo preparado por:

Kerry Jenkins, CS, of House Springs, MO

Kerry.helen.jenkins@gmail.com +1-314-406-0041

__________________________________________________

Abreviações: Bíblia JFA Revista e Atualizada – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH; Bíblia A Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS ou C&S; Lição Bíblica – LB

__________________________________________________

Aqui está um possível resumo das ideias contidas nesta maravilhosa lição: “só existe uma coisa com verdadeiro valor que é a realidade que Deus criou e da qual fazemos parte. Portanto, é melhor prosseguirmos com a compreensão do que isso significa, já que isso é o que leva à única verdadeira felicidade e único e verdadeiro bem que existem”. À medida que avançamos por cada seção, aprendemos, em suma, que:

1. A compreensão dessa verdadeira existência ou existir vem com o conhecimento acerca de Deus.

2. Devemos olhar além do que a matéria nos mostra.

3. A Ciência Cristã nos dá uma compreensão mais substancial tanto da religião quanto da medicina.

4. Devemos nos perguntar: “O que eu estimo ou realmente amo?”

5. O universo indestrutível do bem de Deus deve ser demonstrado compartilhado com os outros para que seja realmente vivenciado. E, então, voltamos à ideia do Texto Áureo de que:

6. Só existe uma coisa de grande valor se quisermos vivenciar o verdadeiro existir.

Portanto, é melhor abandonarmos nossa paixão por substitutos materiais para alcançarmos satisfação e alegria, e continuar vivendo a verdadeira e eternamente valiosa existência que Deus nos deu.

Texto Áureo: às vezes gosto de pensar que vender tudo o que tenho para comparar a “pérola de grande valor” (em Mateus 13:45), é semelhante a seguir completamente o Primeiro Mandamento de amar e adorar apenas um Deus. Uma vez que você tenha mesmo que seja uma pequena noção do grande valor de Deus para o homem, você "vende" tudo, isto é, abandona o compromisso humano de viver simplesmente uma boa existência humana e se compromete a ver a existência através apenas da lente espiritual, ou do senso espiritual. Em Ciência e Saúde, Mary Baker Eddy escreve: “O progresso nasce da experiência. É o amadurecimento do homem mortal, pelo qual aquilo que é mortal é deixado para trás, em troca daquilo que é imortal” (p. 296). Esse amadurecimento é o que todos nós fazemos quando estudamos essas lições bíblicas.

Leitura Alternada: Se pensamos no reino dos céus como um lugar de totalidade espiritual, podemos ver que essa parte do Sermão do Monte proferido por Jesus aponta para o fato de que quando “não ficamos pensando” nas coisas da matéria, como comida, roupas, dinheiro — começamos a abrir a janela à consciência espiritual o bastante para vislumbramos a totalidade do reino que está dentro de nós. É um lugar em que todas as necessidades são satisfeitas, embora possa não parecer a partir do ponto de vista do senso material. À medida que valorizamos os tesouros do céu: bondade, graça, amor incondicional, generosidade, fé, diligência, sabedoria e assim por diante, começamos a perder nosso medo da carência porque começamos a experimentar a presença e o poder da provisão do Amor.

Seção 1. A verdadeira riqueza consiste em conhecer a Deus.

Você não precisa de dinheiro para sentir a riqueza de uma vida em Deus. Tive que rir quando li esta semana “…deixe que a sua alma se deleite com finos manjares” (Adaptado à Bíblia em inglês, versão King James) citação B2 (Isaías 55:1-3,8,9) e pensei “Por que eu não iria me deleitar com finos manjares/abundância—ou mesmo me deliciar—com Deus e a compreensão de Deus em vez de “ficar de dieta” constantemente devido às crenças materiais?”. Os pensamentos mortais parecem argumentar que podemos obter satisfação por meio de prazeres materiais inofensivos (às vezes não tão inofensivos) de uma ou outra espécie. Em realidade isso significa aceitar uma dieta constante e restrita de frustração, ansiedade e medo. É comparável a alimentar-se de cascas de árvore e relva!

O que a mente humana pensa ser satisfação não é o mesmo que Deus reconhece como tal e precisamos nos educar a fim de nos livrarmos do pensamento de que o conhecimento da matéria nos levará a um destino que satisfaz. Conforme nos mostra a Bíblia “… os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor” (B2, Isaías 55:8), e “Riquezas e honra estão comigo” (B3, Prov. 8:18). O conhecimento de Deus proverá a única verdadeira riqueza que o homem pode possuir. Quando relembramos algum momento de pura felicidade em nossa vida, este raramente, ou talvez nunca, tenha tido alguma relação com dinheiro. Essa é uma boa diretriz a ser considerada quando estamos preocupados ou temos medo do futuro.

Os trechos de Ciência e Saúde desta seção nos dão uma definição de substância em que Mary Baker Eddy se refere ao seguinte texto da Bíblia “A substância das coisas que se esperam, a prova das coisas que se não veem” para ilustrar a natureza espiritual invisível da substância divina (CS2, p. 468). Temos de mudar nossa perspectiva para o reino das ideias espirituais em vez de ficar no reino das “coisas” materiais.

No começo deste verão foi solicitado aos conselheiros do Acampamento dos Cedros que convertessem algumas “coisas em pensamentos” ao ponderar os desafios a serem enfrentados com relação às regras impostas pela pandemia. Essa ideia de converter “coisas em pensamentos” encontramos em CS4 (p. 269). Por exemplo, qual a “ideia” por trás de uma máscara? Talvez ela represente uma ideia de gentileza e consideração ou de comunicação segura. Poderia ser convertida de um aparente item de “segurança para a saúde” para uma barreira contra pensamentos contagiantes de medo ou dúvida. Você percebeu a ideia! Esse processo de transformar “coisas em pensamentos” é um processo de compreender a riqueza de Deus que já nos envolve agora.

Seção 2. Temos que olhar para além da matéria.

É verdade, às vezes a matéria pode ser muito bela. Meu pensamento a respeito disso é que essa beleza constitui realmente a representação da verdadeira natureza do Espírito. Se for permanente e indestrutível, então pertence ao Espírito. Muitas vezes, porém, quando a olhamos com os sentidos materiais ela não parece tão bela. Temos que estar prontos a olhar para além dos sentidos materiais e basear nossa alegria e sabedoria em nosso senso espiritual. Mas o que é esse senso? Aprecio a definição dada por Mary Baker Eddy em Ciência e Saúde: “O senso espiritual é o discernimento do bem espiritual” (p. 505:21); “O senso espiritual é a capacidade consciente e constante de compreender a Deus” (p. 209).

Nesta seção a ideia “de esperança” é empregada para descrever algo sobre a capacidade do homem de saber que o bem existe, mesmo que pareça estar escondido (CS11, p. 298). Habacuque a descreve na citação B5 (Habacuque 3:17,18) e Jeremias, num raro momento de esperança em meio a uma época difícil para os judeus durante o exílio na Babilônia, demonstra sua esperança ao adquirir terras em Israel. Isto implica em aceitar um futuro em que essa terra terá valor para os judeus. Não há lógica humana na qual basear esta compra. Existe apenas um sólido senso espiritual de que há um valor espiritual em compreender a substância do país de Israel.

Em Romanos, Paulo sabiamente chama a atenção para o fato de que “…esperança que se vê não é esperança; pois o que alguém vê, como o espera?” (B7, Romanos 8:24). Gosto muito do trecho em que Mary Baker Eddy compara a esperança que se não vê ao estado da crisálida (CS8, p. 297). Quando meus filhos eram jovens, criávamos borboletas e fizemos algumas pesquisas sobre o processo de transformação das lagartas em borboletas. Fiquei espantada ao descobrir que dentro da crisálida a lagarta se transforma em nada mais do que um líquido pegajoso até virar uma borboleta. Ou seja, é ainda mais absurdo do que pensar que a lagarta de alguma maneira se transforma em uma borboleta que “cria” asas! Ela se liquidifica e as moléculas se reagrupam para formar uma criatura completamente diferente, mas com o mesmo DNA. Pense em quão simbólico é este fato!

A substância de nossa identidade é espiritual, imutável. Mas à medida que compreendemos nossa identidade espiritual mais elevada em Deus, nós nos transformamos e nos elevamos de seres que rastejam pela terra para seres que pairam acima dela! Quando olhamos para a crisálida ou para a própria lagarta, não temos a mais vaga ideia do que está acontecendo ou do que vai acontecer. Semelhantemente, podemos saber que: “Calcular nossa perspectiva de vida, baseando-nos na matéria, seria infringir a lei espiritual e guiar erradamente a esperança humana” (CS6, p. 319).

Seção 3. A Ciência Cristã nos dá uma compreensão mais substancial da religião e da medicina.

Esse fato pode não parecer importante, mas pense em como nos dá o trampolim para progredir naturalmente na direção do Espírito. As passagens da Bíblia nesta seção apontam para a esperança em Deus com respeito a nossa saúde, e são resumidas pelo ex-médico, o profeta Lucas, no relato sobre a cura que fez Jesus para a mulher que já havia gasto todo o seu dinheiro em tratamentos médicos e não tinha encontrado nenhum alívio (B11, Lucas 8:43-48). Podemos encontrar a substância espiritual tanto na religião quanto na medicina quando a procuramos na Ciência que Jesus praticou. Sua demonstração do poder e da substância de Deus para curar e abençoar é o melhor exemplo para nós hoje de como podemos obter uma visão mais elevada da religião e da medicina.

Cristo Jesus entendeu "... a natureza e a essência de todo o existir ..." (CS15, p. 460). Não é o mesmo que dizer que podemos encontrar a substância espiritual da existência em Deus e descobrir como demonstrar essa compreensão do existir por meio de Cristo Jesus e do nosso estudo da Ciência Cristã? A substância e o valor da religião, a substância e o valor da medicina devem ser ambos poderosos para abençoar e curar, para trazer uma compreensão mais profunda da natureza de Deus e do homem como permanente e completa. Isso foi o que Jesus certamente mostrou em sua vida. Isso é o que os Cientistas Cristãos se esforçam para demonstrar por meio da compreensão ancorada na Bíblia sobre a verdadeira natureza espiritual do homem.

Seção 4. O que consideramos muito precioso ao nosso coração?

Duvido que algum de nós responderia abertamente a esta pergunta com "dinheiro". E para muitos isso realmente não seria uma tentação. Mas, é saudável nos perguntarmos se só sentiríamos paz quando tivéssemos uma boa conta de poupança ou dinheiro suficiente para pagar as contas, etc. É muito difícil realmente "não dar atenção" a essas coisas! Tenho certeza de que é por isso que Jesus fala tão fortemente sobre o assunto da riqueza em sua pregação.

Dinheiro e riqueza podem ser um "substituto" fácil e falso para a verdadeira paz espiritual. Isso não significa que temos que viver no limite da sobrevivência para compreender verdadeiramente a paz e a riqueza espiritual, substancial. Significa apenas que o dinheiro pode ser um obstáculo se não estivermos alertas e procurando diligentemente pela verdadeira substância. Quando pensamos sobre a primeira bem-aventurança de Jesus em seu Sermão do Monte, como descrita em “A Mensagem”, de Eugene Peterson: "Abençoados são vocês, que nada mais tem para oferecer. Quando vocês saem de cena, há mais de Deus e do seu governo”. Adoro essa ideia porque ilustra claramente que é quando somos realmente incapazes de atender às nossas necessidades por qualquer meio material que finalmente buscamos profundamente a Deus. Há dezenas de relatos na Bíblia que mostram isso - um deles é a mulher desesperada que sofre de uma hemorragia há doze anos, mencionada acima na Seção 3 (B11, Lucas 8:43-48)!

A tentação que o pensamento mortal oferece é que podemos viver uma vida de equilíbrio entre as buscas materiais e espirituais. Até certo ponto, isso pode parecer factível, mas a dualidade realmente não é um atalho. Está condenado porque não há equilíbrio entre o que é real e o que, no fim, não tem substância ou realidade. Mesmo literalmente, você não pode equilibrar o nada com algo da realidade em uma escala (uma daquelas balanças antigas). Se nos volvermos em direção a atividades mais materiais, sempre podemos fazer uma verificação para ver o que nosso coração está dando valor. Talvez tudo o que seja necessário seja uma mudança de "coisas para pensamentos" a fim de trazer esses tesouros para o reino da substância espiritual (CS4, p. 269).

Seção 5. Deus criou um universo espiritualmente abundante que devemos provar e compartilhar.

Como fazer isso? Uma das maneiras, que Mary Baker Eddy nos mostra, é "Tudo o que se assemelha a uma ideia governada por seu Princípio nos faz pensar. A observação, a invenção, o estudo e a originalidade de pensamento tendem a se expandir e deveriam levar a mente mortal a sair de si mesma, para fora de tudo o que é mortal (CS24, p. 195). Esse é o melhor argumento de venda que tenho. Finalmente, tudo aquilo que humanamente fazemos deve educar a mente mortal para se extrapolar "a si mesma".

A melhor literatura, ciência, história, arte e assim por diante, pode ser usada como um trampolim para vislumbrar a natureza mais elevada do homem, que em última análise é espiritual. “A humanidade vai melhorar por meio da Ciência e do Cristianismo. Por ser necessário elevar o gênero humano, é que a Mente pode elevá-lo; pois a Mente pode propiciar pureza em vez de impureza, força em vez de fraqueza, e saúde em vez de doença. A Verdade é um alterante para o organismo inteiro, e tem o poder de torná-lo sadio em todos os aspectos” (CS26, p. 371). Podemos nos esforçar para preenchermos nossos pensamentos com aquilo que “tende a alterá-los” para o bem - sermos amorosos, verdadeiros, generosos, altruístas, inteligentes, alegres, e espiritualmente substanciais. À medida que focamos nossos pensamentos e esforços nessa direção, naturalmente compartilhamos nossa compreensão espiritual em desenvolvimento com aqueles em nossa volta e abençoamos e inspiramos os outros em suas jornadas para a felicidade substancial e espiritual.

Seção 6. Tudo que é substancial é espiritualmente verdadeiro – portanto, progrida com a compreensão da realidade!

Uma “pérola” de valor é Deus, e o reino interior espiritualmente verdadeiro onde Deus, o bem, governa. Por que experimentarmos um falso senso de existência, com a possível “melhoria” desse falso sentido? Podemos nos educar aqui e agora para progredirmos para uma perspectiva espiritualmente substancial da vida e do existir.

Não precisamos viver essa “vida material” plenamente, e depois irmos para uma vida espiritual. Podemos encontrar a substância da existência espiritual agora e “vender” tudo que estivesse nos atrapalhando de “comprar” ou alcançar essa compreensão mais verdadeira e substancial do existir. Isto não requer uma mudança de endereço físico, uma nova escola, ou amigos ou família. Apenas requer que reconheçamos a presença da substância de Deus ao nosso redor, e continuamente nos esforcemos a “comprar” e praticar diligentemente, seguindo a vida espiritualmente substancial de Cristo Jesus.

______________

A equipe de tradução para o português é composta por Ana Steffler, Ovídio Trentini, Ursula J. Dengler, e William Trentini, com revisão de Leila Kommers e leitura final por Elisabeth Zir Friedrichs. Visite o site Associação dos Alunos de Ciência Cristã do Professor Orlando Trentini, CSB. Ali você encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, podendo baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.

Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB.

Os Cedros são um suplemento para a LB. O estudo em inglês será publicado na 2a. feira no link http://www.cedarscamps.org/metaphysical.

Metaphysical

Audio link to Kerry's Met on UNREALITY -- Reason from Spirit, not matter! Let God turn all...
Latest Lesson Application Idea

Newsletters

Get free weekly uplifting newsletters (available in English, Spanish, French, German and now in Portuguese!)
Subscribe or Update Subscription

Facebook

Find CedarS on Facebook for the latest news, heart-warming fruitage, facility upgrades and more!
Go to the CedarS' Facebook Page